-->A Terapia Floral pode ser aplicada - Educar Saúde

A Terapia Floral pode ser aplicada

Publicado em 30/06/2010. Revisado por Reinaldo Rodrigues (Enfermeiro - Coren nº 491692) a 12 dezembro 2018

A Terapia Floral pode ser aplicada…

… na Medicina:
Asma; Calculose Renal; Miomas Uterinos; Hipertensão Arterial; Distúrbios Menstruais; Disfunções Sexuais; Doenças Psicossomáticas; Stress; Bronquites; Alergias; Enxaquecas; Gastrites; Insônia; Abscessos.

… na Psicologia:
Depressões; Ansiedades; Medos; Crises Psicóticas; Angústias; Traumas; Inseguranças; Auto-estima.

… na Educação:
Dislexia; Hiperatividade; Dificuldades de compreensão, concentração e expressão.

… nas Organizações:
Motivação de pessoas e equipes; Adaptação a novas situações; Melhora do “espírito de equipe”; Desenvolvimento de lideranças; Cooperação entre funcionários; Aumento da criatividade.

Outras áreas de aplicação da Terapia Floral são a Fonoaudiologia; Fisioterapia; Enfermagem; Direito; Administração; Odontologia; Medicina Veterinária; Acupuntura; Assistência Social; Massagem e a Aromaterapia.

Algumas flores e suas utilizações

Iris – Criatividade

Ibiscos – Aumenta a receptividade sexual

Margarida – Melhora a assimilação de ideias

Rosa – Motivação

Lírio – Estimula os aspectos femininos

Lótus – Equilíbrio geral da pessoa

Camomila – Acalma tensões

Flor do Milho – Para pessoas que não se adaptam a grandes cidades

Ler tambem:

Essências florais

Saiba mais sobre:
A informação foi útil? Sim / Não

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.
Autores
Reinaldo Rodrigues (Enfermeiro - Coren nº 491692)

Enfermeiro - Coren nº 491692

O Reinaldo Rodrigues formou-se em agosto de 2016, pela Universidade Padre Anchieta, em Jundiai. Fez curso de especialização em APH (Atendimento Pré-Hospitalar), pela escola 22Brasil Treinamentos, em Barueri, curso de 200 horas práticas, com foco em acidentes de trânsito.

Trabalha como Cuidador de Idosos há 5 anos, e possui experiência em aspiração de vias aéreas, banho de aspersão, curativos, tratamento e prevenção de Lesão por Pressão, gerenciamento de Equipe de cuidadores com elaboração de escalas. Treinamento e acompanhamento de cuidadores nas casas dos pacientes.

Também pode encontrar o Reinaldo no Linkedin.