-->Aleitamento Materno Previne Obesidade - Educar Saúde

Aleitamento Materno Previne Obesidade

Publicado em 28/08/2014. Revisado por Drª Gizele Cunha (Pediatra, Alergologista e Pneumologista Infantil - CRM/SP: 116541) a 16 dezembro 2018

Estudos recentemente realizados concluem que o aleitamento materno previne obesidade.

Diversos estudos ao longo dos anos têm sucessivamente comprovado diversas vantagens do aleitamento materno. Desde logo o facto de este ser um leite natural contribui bastante para que possa ser uma excelente base de alimentação para o bebê, ao mesmo tempo que lhe fornece todos os nutrientes necessários para um crescimento saudável.

No entanto, comprova-se agora o impacto de prevenção da obesidade deste leite, o que apresenta ainda mais uma nova vantagem.

O que acontece, na prática, é que os bebês possuem um mecanismo de auto-regulação de ingestão energética, que se encontra activo logo desde o nascimento do bebê.

Este mecanismo faz com que o bebê possa treinar, digamos assim, os seus estímulos internos de fome e saciedade. Em idades muito precoces (nos primeiros meses de vida) este mecanismo poderá ser regulado e fazer com que o bebê consiga regular adequadamente as suas necessidades alimentares.

Publicidade

Esta ajuda na regulação da fome e saciedade fica-se a dever ao facto de o leite natural não limitar a variação da quantidade de leite ingerido e não favorecer uma eventual ingestão adicional de leite, já que a quantidade de leite ingerido favorece o trabalho de sucção do bebê, o que não acontece no biberão.

Existem ainda estudos que demonstram que o volume de leite materno que é ingerido e a duração da amamentação se relacionam de forma directa com a quantidade de gordura e hormonas presentes no leite.

Esta capacidade de o bebê aprender desde muito novo a regular correctamente os seus estímulos de fome e sociedade faz com que ao longo de toda a sua vida possa vir a ter hábitos alimentares mais saudáveis, e consequentemente a evitar a ingestão adicional e desnecessária de alimentos e gorduras, que é aquilo que poderá precisamente provocar obesidade.

Saiba mais sobre:
A informação foi útil? Sim / Não

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.
Autores
Drª Gizele Cunha (Pediatra, Alergologista e Pneumologista Infantil - CRM/SP: 116541)

Pediatra, Alergologista e Pneumologista Infantil - CRM/SP: 116541

A Dra Gizele Ferreira Cunha é Graduada em Medicina pela Universidade de Ribeirão Preto - SP - 2004. Além disso possui:

- Especialização em Alergia e Imunologia Infantil pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (HCRP - FMRP - USP) – 2009.

- Especialização em Pneumologia Infantil pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (HCRP - FMRP - USP) – 2007.

- Especialização em Pediatria pela Universidade de Ribeirão Preto - 2006 .

Endereço: Avenida Senador César Vergueiro, 571 - Ribeirão Preto - SP - Email: cviver@bol.com.br - Telefone: (16) 33291337

Também pode encontrar a Drª Gizele no Linkedin e Facebook

Publicidade