-->Alergias e Depressão - Educar Saúde

Alergias e Depressão

Publicado em 14/07/2014. Revisado por Drª Gizele Cunha (Pediatra, Alergologista e Pneumologista Infantil - CRM/SP: 116541) a 16 dezembro 2018

Uma alergia é uma reação exagerada do organismo a uma determinada substância, geralmente inofensiva para a maioria das pessoas.

depressão

À primeira vista, não existe relação entre uma resposta imunitária e a depressão. Contudo, estudos revelaram que as pessoas com algum tipo de alergia têm uma propensão mais elevada de sofrer de um quadro depressivo.

Um indivíduo com alergias tem duas vezes mais hipóteses de vir a ter uma depressão. Saiba mais sobre a relação entre alergia e depressão.

Alergia e depressão

A serotonina é uma substância naturalmente produzida pelo cérebro, que ajuda a relaxar e a controlar o humor. É uma substância essencial para o equilíbrio emocional das pessoas.

Quando a produção da serotonina diminui, isso pode causar um quadro depressivo no indivíduo.

A relação entre ter alguma alergia e a depressão deve-se ao facto de os medicamentos utilizados para tratar as alergias conterem uma substância chamada de citoquinas, que promove a diminuição dos níveis se serotonina, favorecendo o aparecimento de depressões.

Com a redução dos níveis de serotonina, diminui a capacidade de controlo emocional, dando lugar a maior ansiedade e alterações frequentes e súbitas de humor.

Mas a relação entre alergia e depressão não se fica por aqui. As reações alérgicas causam ainda outros problemas, que podem favorecer o desenvolvimento de um quadro depressivo.

Dores de cabeça, fadiga, dificuldade em dormir, sensação de mal-estar, entre outras, são sintomas comuns em reações alérgicas, e que contribuem para um mal-estar geral e frequente, que pode levar à ocorrência de uma depressão.

O que fazer

Antes de mais é importante referir que, apesar de ter mais propensão, isso não significa que alguém com historial de alergias irá ter uma depressão.

Cada pessoa e cada organismo reage de forma diferente aos medicamentos, e como tal, a resposta irá variar de pessoa para pessoa.

Contudo, sabendo desta relação, é importante consultar o seu médico, e no caso de ter alguma alergia crônica, ter acompanhamento psicológico.

Conheça As 5 Deficiências Nutricionais que Podem Causar Depressão

Saiba mais sobre:
A informação foi útil? Sim / Não

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.
Autores
Drª Gizele Cunha (Pediatra, Alergologista e Pneumologista Infantil - CRM/SP: 116541)

Pediatra, Alergologista e Pneumologista Infantil - CRM/SP: 116541

A Dra Gizele Ferreira Cunha é Graduada em Medicina pela Universidade de Ribeirão Preto - SP - 2004. Além disso possui:

- Especialização em Alergia e Imunologia Infantil pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (HCRP - FMRP - USP) – 2009.

- Especialização em Pneumologia Infantil pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (HCRP - FMRP - USP) – 2007.

- Especialização em Pediatria pela Universidade de Ribeirão Preto - 2006 .

Endereço: Avenida Senador César Vergueiro, 571 - Ribeirão Preto - SP - Email: cviver@bol.com.br - Telefone: (16) 33291337

Também pode encontrar a Drª Gizele no Linkedin e Facebook