Alho dos Ursos (Allium Ursinum): Usos e Benefícios Para a saúde

Conteúdo revisado por Drª Adriely Silva (Nutricionista - CRN-6 Nº 25902). Última Atualização: 22/07/20

Se nunca cozinhou com o alho dos ursos (alho selvagem), saiba que está a perder um elemento extremamente delicioso que pode ser usado em diversos pratos.

Continua depois da Publicidade

Alho Dos Ursos

O que é o alho dos ursos?

O alho dos ursos é uma coleção de espécies do género Allium que possuem muitas das características nutricionais dos alhos normais.

Existem algumas plantas diferentes que se enquadram no título de alho dos ursos, incluindo algumas variedades de cebolas selvagens. Alguns sinónimos para este bolbo incluem, Allium ursinum (nome científico), alho de folhas largas, alho de madeira, alho-porro de urso, alho selvagem, alho de campo, cebola de Drummond e alho de corvo.

Esta forma de alho cresce extensivamente em toda a América do Norte, particularmente na maioria da metade oriental dos Estados Unidos e em partes da costa oeste.

Pode-se encontrar o bolbo em quintais, áreas arborizadas, solos remexidos e até em relvados (gramados) bem cuidados.

Como identificar o alho dos ursos?

Alho Selvagem Allium Ursinum

Pode ser difícil identificar esta forma selvagem de alho, pois é bastante semelhante à relva (grama). No entanto, existem algumas diferenças claras, incluindo a natureza oca das folhas longas e estreitas, que tendem a crescer em cachos, com cerca de 1 a 3 pés de altura.

As folhas lisas assemelham-se muito à cebolinha ou cebolinho (Allium schoenoprasum). De fato, o sabor é bastante semelhante, e são geralmente confundidas.

No solo, tal como com os principais tipos de alho, esta variedade selvagem de alho terá uma coleção de hastes e pequenos bolbos.

Se quiser evitar puxar as raízes para identificar a planta, procure os aglomerados densos de flores em forma de guarda-chuva, que podem ser um bom indicador para aglomerados desta espécie.

Para garantir que encontrou algum tipo de alho selvagem do género Allium, basta partir um pedaço da folha, que deverá liberar um cheiro reconhecível a cebolas / alhos.

Usos Medicinais

Allium Ursinum

Propriedades: Atividade anti-séptica; Efeito anti-hipertensivo; anti-helmínticos; redução do colesterol no sangue.

Medicinalmente falando, existem muitos usos impressionantes para esta espécie, inclusive no tratamento da hipertensão arterial, colesterol alto, resfriados e bronquite, indigestão, dor de estômago, doenças crônicas, entre outros.

Continua depois da Publicidade

Este tipo de bolbo pode ser usado internamente como um suplemento à base de plantas, ou de forma tópica, através de cataplasmas e outros remédios caseiros. Conheça alguns dos seus benefícios para a saúde.

Melhora a saúde cardíaca

O alho é conhecido por ter um efeito calmante sobre a pressão arterial elevada, o que pode ajudar a reduzir o risco de aterosclerose, ataques cardíacos e AVC. Além disso, o alho dos ursos é capaz de reduzir os níveis globais de colesterol, mantendo o seu coração em boa forma à medida que envelhece.

Trata problemas de estômago

Os compostos antibacterianos e antifúngicos encontrados nesta forma mais selvagem de alho podem ajudar a reequilibrar a flora bacteriana da intestino, o que pode aliviar a inflamação, inchaço, cólicas, constipação intestinal (prisão de ventre) e outros problemas de estômago que o possam estar a afetar.

Trata Doenças Crônicas

Os ingredientes ativos presentes neste bolbo conseguem neutralizar a atividade dos radicais livres antes que estes possam conduzir à mutação celular e ao estresse oxidativo em diferentes partes do corpo. Este benefício ajuda a reduzir o risco de câncer e outras doenças crônicas, como doenças cardíacas ou artrite.

Usos culinários do alho dos ursos

A maioria das pessoas usa este alho em receitas como um substituto da cebola ou complemento ao alho normal (Allium sativum).

Embora o sabor possa ser ligeiramente mais suave que o dente de alho da espécie Allium sativum, ainda assim é capaz de causar impacto em qualquer refeição.

Muitas vezes, as folhas são usadas para substituir o cebolinho (Allium schoenoprasum) e a Cebolinha-verde (Allium fistulosum).

Os pequenos bolbos podem ser picados ou adicionados a fritos para dar um toque extra de sabor ao prato.

Pode adicioná-lo a sopas, guisados, ao curry, ou até mesmo polvilhar o alho em pratos de salmão e marinadas para pratos de frango e carne bovina.

Contra Indicações

Não use se estiver grávida ou a amamentar.

O contato prolongado com a pele pode causar erupções cutâneas.

Interações medicamentosas: O alho tem efeitos antitrombóticos, hipoglicemiantes e anti-retrovirais. Recomenda-se cuidado e orientação profissional durante a toma de varfarina, e alguns medicamentos contra o HIV e a diabetes.

AVISO – As folhas do alho selvagem pode ser facilmente confundidas com a Convallaria majalis, Arum maculatum e a Crocus autumnalis, todas elas plantas venenosas, com potenciais consequências mortais.

Descubra os Benefícios e Usos do Alho granulado


Outras Referências
  • Rietz, B., Isensee, H., Strobach, H. et al. Cardioprotective actions of wild garlic (Allium ursinum) in ischemia and reperfusion. Mol Cell Biochem 119, 143–150 (1993). https://doi.org/10.1007/BF00926865
  • Ivanova A, Mikhova B, Najdenski H, Tsvetkova I, Kostova I. Chemical composition and antimicrobial activity of wild garlic Allium ursinum of Bulgarian origin. Natural Product Communications. 2009 Aug;4(8):1059-1062.
  • Keusgen, M., Fritsch, R. M., Hisoriev, H., Kurbonova, P. A., & Khassanov, F. O. (2006). Wild Allium species (Alliaceae) used in folk medicine of Tajikistan and Uzbekistan. Journal of ethnobiology and ethnomedicine, 2, 18. https://doi.org/10.1186/1746-4269-2-18
  • Comparative Pharmacological Investigations of Allium ursinum and Allium sativum
    Author: A. Sendl, G. Elbl, B. Steinke, K. Redl, W. Breu, H. Wagner
    Publication: Planta Medica
    Publisher: Georg Thieme Verlag KG
    Date: Jan 1, 1992
  • Chemical Characterization of Allium ursinum L. Depending on Harvesting Time
    Barbara Schmitt, Hartwig Schulz, Jörg Storsberg, and Michael Keusgen
    Journal of Agricultural and Food Chemistry 2005 53 (18), 7288-7294
    DOI: 10.1021/jf0504768
  • Mohamadi A, Jarrell ST, Shi SJ, et al. Effects of wild versus cultivated garlic on blood pressure and other parameters in hypertensive rats. Heart Dis. 2000;2(1):3-9.
  • Hatfield, G. Encyclopedia of Folk Medicine: Old World and New World Traditions. (ABC-CLIO, 2004).
  • Reuter, H. D. Allium sativum and Allium ursinum: part 2 pharmacology and medicinal application.
    Phytomedicine 2, 73–91 (1995).
  • Preuss, H. G., Clouatre, D., Mohamadi, A. & Jarrell, S. T. Wild garlic has a greater effect than regular garlic on blood pressure and blood chemistries of rats. Int. Urol. Nephrol. 32, 525–530 (2001).
  • Ebadi Manuchair 2007 Pharmacodynamics basis of herbal medicine. Taylor & Francis Group LLC.
  • Schults, Hänsle, Blumental, Tyler 2004, Rational Phytotherapy. Springer Berlin.
Autores
Drª Adriely Silva (Nutricionista - CRN-6 Nº 25902)

Nutricionista - CRN-6 Nº 25902

A Drª Adriely da Silva Vicente é Graduada em Nutrição pela Faculdade Estácio do Rio Grande do Norte no ano de 2018. Com registro no Conselho Regional de Nutricionistas CRN-6 Nº 25902.

Atualmente trabalha com Home Care e atende em clínica particular no Brasil.

Contato para marcação de consultas: (84) 99175-5907

Também pode encontrar a Drª Adriely no Linkedin.

A informação foi útil? Sim / Não

Ajude-nos a melhorar a informação do Educar Saúde.

Encontrou um erro? Está faltando a informação que está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


    Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.
    Última atualização da página em 22/07/20