Alongamentos – Dicas alongadas

Dicas »alongadas»

Os alongamentos são indispensáveis na preparação para a prática desportiva. Veja como fazê-los e usufruir a 100%.

A realização de alongamentos tem merecido especial atenção da nossa parte, dada a sua importância para a prevenção de lesões na prática desportiva. Aqui ficam algumas dicas para os realizar da melhor maneira possível e assim aproveitar ao máximo as suas potencialidades:

Dói? Pare! – se ao realizar um alongamento lhe doer o músculo, é sinal de que algo está mal. Assim, convém não insistir tanto e ceder um pouco na tensão a aplicar ao músculo.
Só mais uns segundos – normalmente os alongamentos devem ser mantidos durante 30 a 60 segundos. No entanto, o tempo de insistência depende de si, isto tendo em conta o seu estado físico ou necessidades de relaxamento.
Melhor menos que mais – é melhor alongar-se menos do que em excesso. Saiba parar antes de se lesionar. Por vezes, e infelizmente, o desportista só se apercebe disso quando já cometeu o erro de exagerar.
Não balance! – os movimentos de balanço, como os por vezes empregues quando se tenta chegar com as mãos aos pés (sem dobrar os joelhos), podem na realidade tornar os músculos mais tensos do que flexíveis.
Equilibre – normalmente dispende-se mais tempo, por exemplo, a alongar a primeira perna ou uma área mais fácil. Tente repartir o tempo de igual forma, e alongar por iguais períodos as zonas onde tem mais dificuldades.
Não é competição – alongar não é competir. Assim, é errado estar a comparar-se com os outros, tentando fazer o mesmo, com a mesma insistência ou a mesma frequência. Além disso, a cada dia que passa irá sentir-se diferente, podendo num dia fazer o que noutros não conseguiu.
Esperemos que com estas dicas consiga atingir o objectivo dos alongamentos: preparar-se para a actividade física e sentir-se melhor consigo. Bom exercício!