Andador para bebês

Revisado por Reinaldo Rodrigues (Enfermeiro - Coren nº 491692) a 14 dezembro 2018

Um dos maiores erros cometidos por muitos pais é o uso de um andador para bebês.

Na realidade, esta “ajuda” para o bebê aprender a andar é totalmente desaconselhado por especialistas como ortopedistas e fisioterapeutas, já que o uso de um andador para bebês pode provocar o atraso na sua aprendizagem motora, e até, causar lesões articulares.

Dessa forma, ao utilizar este aparelho, estará a atrasar o normal desenvolvimento motor da criança.

Desenvolvimento motor do bebê

Um bebê, até aprender a andar, tem de passar por várias fases do seu desenvolvimento motor.

Assim, a criança tem de começar por aprender a conseguir sustentar o peso da sua cabeça, a rolar da posição de barriga para baixo para a posição de costas, e vice-versa, a gatinhar, a sentar-se sozinha com apoio e sem apoio, a sustentar o seu peso nas pernas, com e sem apoio, e só depois, começar a aprender a dar os primeiros passinhos.

E mesmo aqui, deve iniciar esse processo apoiado em alguém ou em algo, e só no final, deve dar os primeiros passos sem qualquer apoio. Ou seja, cada passo é precedido por outro, onde os músculos e articulações são preparados para a fase seguinte.

Como vê, este é um processo longo mas sustentado, e que pode durar em média um ano.

É importante referir que se há crianças que aprendem a andar mais cedo, há outras que aprendem mais tarde, sendo isso perfeitamente natural.

Cada criança tem o seu ritmo de desenvolvimento, e é fundamental saber respeitá-lo. É assim normal haver bebês que apenas comecem a caminhar aos 15 meses sem que haja qualquer problema associado.

Se pelo contrário, colocar a criança num andador para bebês com o objetivo de a ensinar a andar mais depressa, então várias fases necessárias e essenciais do desenvolvimento motor da criança são ultrapassados.

Dessa forma, procura-se que a criança faça algo para o qual ainda não está preparada.

Assim, o normal que é o andador para bebês tenha um efeito contrário, atrasando em média um mês o desenvolvimento motor da criança.

Além disso, e como os músculos e articulações do bebê ainda não estão preparados para sustentar o seu peso e andar, podem surgir lesões nas articulações dos membros inferiores, além de um pisar incorreto e uma postura errada.

Como vê, o uso de um andador para bebês tem alguns malefícios e é totalmente contraindicado para crianças saudáveis.

Este aparelho é apenas indicado para crianças com problemas neurológicos, e nas quais o ortopedista deverá indicar um equipamento específico, adequado ao seu peso e altura.