Aneurisma da aorta abdominal

Revisado por Reinaldo Rodrigues (Enfermeiro - Coren nº 491692) a 14 dezembro 2018

Um aneurisma da aorta abdominal é quando o grande vaso sanguíneo que leva o sangue até ao abdómen, pélvis e pernas se torna anormalmente largo ou “enche” para o exterior.

Quais são as causas do Aneurisma da aorta abdominal

A causa exacta é desconhecida, mas factores de risco para o desenvolvimento de aneurismas da aorta abdominal incluem:
• Fumar
• Tensão arterial alta
• Elevados níveis de colesterol
• Enfisema
• Predominante no sexo masculino
• Factores genéticos
• Obesidade

Um aneurisma da aorta abdominal pode-se desenvolver em qualquer pessoa, mas é mais comum em indivíduos do sexo masculino com mais de 60 anos que correspondem a um ou mais factores de risco. Quanto mais largo o aneurisma, mais provável é que se rompa e derrame.

Sintomas de Aneurisma da aorta abdominal

Os aneurismas desenvolvem-se lentamente longo de muitos anos e muitas vezes não existem sintomas. Se um aneurisma crescer rapidamente, se romper (ruptura do aneurisma), ou se sangue se infiltrar ao longo da parede do vaso (dissecção da aorta), os sintomas podem-se desenvolver muito rapidamente.

Os sintomas de ruptura incluem:
• Dores no abdómen ou nas costas – agudas, repentinas, persistentes ou constantes. A dor pode irradiar para as virilhas, nádegas e pernas.
• Pele húmida ou pegajosa
• Náuseas e vómitos
• Batimento cardíaco acelerado
• Choque

Exames e testes
O seu médico irá examinar o seu abdómen. O exame também incluirá uma avaliação da pulsação e reacção a estímulos nas pernas.

O médico pode encontrar:
• Um caroço (massa) no abdómen
• Sensação de pulsação no abdómen
• Abdómen rígido

Você pode ter um aneurisma da aorta abdominal que não esteja a causar quaisquer sintomas ou problemas. O seu médico pode encontrar este problema ai fazer um dos seguintes testes:
• Tomografia axial computorizada (TAC)
• Ultra-som ao abdómen

Estes dois testes também podem ser feitos quando exibir alguns sintomas.

Tratamento do Aneurisma da aorta abdominal

Se você tiver uma hemorragia interna resultado de um aneurisma da aorta, será necessário recorrer a uma reparação aberta do aneurisma da aorta abdominal (cirurgia).

Se o aneurisma for pequeno e não existirem sintomas:
• Você o seu médico devem decidir se o risco de recorrer à cirurgia é menos que o risco da hemorragia se não fizer a cirurgia.
• O seu médico pode recomendar acompanhar o tamanho do aneurisma através de um ultra-som de 6 em 6 meses, para ver se o aneurisma está a crescer.

A cirurgia é normalmente recomendada para pacientes que têm aneurismas maiores que 5.5 cm e aneurismas que estejam a crescer rapidamente. O objectivo é recorrer à cirurgia antes que surjam complicações ou se desenvolvam sintomas.

Tipos de Cirurgia de aneurisma abdominal

Existem duas abordagens à cirurgia:
• Numa cirurgia tradicional aberta, um corte largo é feito no seu abdómen. O vaso danificado é substituído por um enxerto feito de material artificial, como o Dracon.
• A outra abordagem é chamada enxerto endovascular. Este procedimento pode ser levado a cabo sem recorrer a um corte largo no seu abdómen, o que permite uma recuperação mais rápida. Se você sofrer de outros problemas médicos, esta é a abordagem mais segura. A reparação endovascular raramente é feita para uma fuga ou hemorragia do aneurisma.

Perspectivas
Resultado é normalmente positivo se um cirurgião experiente reparar o aneurisma antes que este se rompa. No entanto, menos de 80% dos pacientes sobrevivem a uma ruptura do aneurisma abdominal.

Possíveis complicações
Quando um aneurisma da aorta abdominal se rompe, trata-se de uma verdadeira emergência médica. A dissecção da aorta quando a camada mais interna da artéria se rasga e o sangue vaza para a parede da artéria. Isto ocorre normalmente na aorta dentro do peito.

Possíveis complicações incluem:

• Embolismo arterial
• Ataque cardíaco
• Choque hipovolémico
• Insuficiência renal
• Acidente vascular cerebral (AVC)

Quando contactar um médico
Vá às urgências do hospital ou ligue para o 112 se sentir uma dor na barriga ou nas costas que sejam muito forte e não consiga aliviar.

Prevenção
Para reduzir os riscos de desenvolver um aneurisma:

• Mantenha uma dieta saudável, faça exercício, deixe de fumar (se fuma) e reduza o stress para ajudar a diminuir as hipóteses de ter uma artéria bloqueada.
• O seu médico pode receitar-lhe medicação para reduzir os níveis de colesterol.
• Se lhe forem receitados medicamentos para a pressão arterial ou diabetes, tome-os precisamente como receitado.
Homens com mais de 65 anos que fumam desde jovens devem fazer um ultra-som pelo menos uma vez.

Nomes alternativos
Aneurisma Aórtico, AAA