-->Arrenoblastoma - Educar Saúde

Arrenoblastoma

Publicado em 17/07/2012. Revisado por Reinaldo Rodrigues (Enfermeiro - Coren nº 491692) a 14 dezembro 2018

Um arrenoblastoma ovariano é um tumor no ovário que liberta a hormona masculina, a testosterona ou outras hormonas.

Consulte também: tumor das células Sertoli-Leydig

Causas do arrenoblastoma

Este tumor é raro. É responsável por menos de 0,5% de todos os tumores ovarianos. Estes tumores são encontrados em mulheres de todas as faixas etárias, mas são mais comuns em mulheres jovens.

Sintomas do arrenoblastoma

Este tumor liberta hormonas masculinas, o que causa os seguintes sintomas em mulheres:

• Voz mais profunda e grave
• Aumento da acne
• Aumento de pelugem no rosto e corpo
• Aumento do tamanho do clitóris
• Calvície de padrão masculino

Exames e Testes de diagnóstico

• Análises ao sangue para verificar os níveis de hormonas que podem ser libertadas pelo tumor
• Tomografia computadorizada (TAC) da pélvis e do abdómen para ver se o tumor se espalhou
• Ultra-sonografia aos ovários

Tratamento do arrenoblastoma ovariano

A cirurgia é o principal tratamento. Se o cancro se espalhou, devem ser consideradas quimioterapia ou radioterapia.

Grupos de Apoio
Você pode aliviar o stress da doença ao aderir a um grupo de apoio onde os membros partilham experiências e problemas comuns. Consulte a associação: http://www.aapc.pt/.

Expectativas (prognóstico)

As expectativas desta doença dependem se ela se espalhou, e se a cirurgia consegue remover completamente o tumor. A taxa de sobrevivência global em 5 anos é de 70 – 90%. O arrenoblastoma tem uma pequena probabilidade de se espalhar. Se o tumor é encontrado cedo, a taxa de cura pode ser muito boa.

Possíveis complicações

• Complicações da cirurgia
• Sintomas masculinos (virilização)
• Propagação do tumor se este não for completamente removido

Quando entrar em contacto com um profissional médico

Contacte o seu médico se você for uma mulher com sintomas masculinos ou se sentir um caroço perto dos seus ovários.

Prevenção
Não existe um teste de rastreio eficaz. Fazer um exame ginecológico a cada ano e reconhecer os sintomas masculinos pode ajudar a detectar a doença.

Nomes alternativos
Tumor estromal; tumor do estroma gonadal; tumor do cordão sexual; Androblastoma.

Saiba mais sobre:
A informação foi útil? Sim / Não

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.
Autores
Reinaldo Rodrigues (Enfermeiro - Coren nº 491692)

Enfermeiro - Coren nº 491692

O Reinaldo Rodrigues formou-se em agosto de 2016, pela Universidade Padre Anchieta, em Jundiai. Fez curso de especialização em APH (Atendimento Pré-Hospitalar), pela escola 22Brasil Treinamentos, em Barueri, curso de 200 horas práticas, com foco em acidentes de trânsito.

Trabalha como Cuidador de Idosos há 5 anos, e possui experiência em aspiração de vias aéreas, banho de aspersão, curativos, tratamento e prevenção de Lesão por Pressão, gerenciamento de Equipe de cuidadores com elaboração de escalas. Treinamento e acompanhamento de cuidadores nas casas dos pacientes.

Também pode encontrar o Reinaldo no Linkedin.