Artrite Reativa

ARTRITE REATIVA – SINTOMAS, CAUSAS E CARACTERISTICAS DO DIAGNOSTICO
Detectada predominantemente em homens jovens, mas também ocorre em mulheres (lesões indolores na mucosa vaginal, muitas vezes não são reconhecidas).
Tríade de uretrite, conjuntivite (ou uveíte) e artrite ocorre ao mesmo tempo em 10% dos casos (síndrome de Reiter); conjuntivite pode ser sutil e evanescente.
Sucede infecção disentérica (por Shigella, Salmonella, yersinia, Campylobacter) ou infecção sexualmente transmissível (por
Chlamydia).
Artrite oligoarticular assimétrica, que tipicamente acomete os joelhos e tornozelos; deve-se pesquisar tendinite e fasciite plantar.
Associada a febre, lesões cutaneomucosas, estomatite, neurite óptica, balanite circinada, prostatite, ceratoderma blenorrágico (quase indistinguível das lesões de psoríase), pericardite e insuficiência aórtica.
Antígeno de histocompatibilidade HLA-B27 na maioria dos casos.

DIAGNOSTICO DIFERENCIAL
. Artrite gonocócica
. Artrite reumatóide
. Espondilite ancilosante
. Artrite psoriática
. Artrite associada à doença inflamatória intestinal
. Espondiloartropatia juvenil

ARTRITE REATIVA TRATAMENTO
AINE (p. ex., indometacina, 50 mg 3 vezes/dia); frequentemente ineficaz.
Tetraciclina para a infecção por Chlamydia trachomatis associada; solicitar VDRL, considerar o teste para HIV Azatioprina, metotrexato quando AINE insuficientes para controlar inflamação .
A sulfassalazina é eficaz em alguns pacientes.
Corticosteróides intra-articulares para artrite, corticosteróides oftálmicos para uveíte.

Dica
Em certas ocasiões, o líquido sinovial exibe células típicas: célula mononuclear grande, com leucócitos polimorfonucleares ingeridos, que podem ter corpúsculos de inclusão.
Referência
Flores D, Marquez J, Garza M, Espinoza LR