Atelectasia

A atelectasia consiste no colapso de parte ou totalidade de um pulmão, sendo esta ultima muito menos comum.

Consulte também: pneumotórax

Causas da Atelectasia

A atelectasia é causada por um bloqueio das passagens de ar (brônquio ou bronquíolos) ou por pressão do lado de fora do pulmão, sendo comum após uma cirurgia ou em pacientes que estiveram no hospital.

Os factores de risco para o desenvolvimento de atelectasias incluem:

• anestesia
• Objectos estranhos nas vias respiratórias (mais comum em crianças)
• doenças pulmonares
• Muco que obstrói as vias respiratórias
• Pressão sobre o pulmão causada por uma acumulação de fluidona área entre as costelas e os pulmões (derrame pleural)
• Repouso prolongado com poucas mudançasde posição
• Respiração pesada (pode ser causada por respiração dolorosa)
• Tumores que bloqueiam as vias respiratórias

Sintomas da Atelectasia

• dificuldade em respirar
• dor no peito
• tosse

Exames e Testes de Diagnóstico

• broncoscopia
• tomografia computadorizada (TAC) ao tórax
• radiografia ao tórax

Tratamento

O objectivo do tratamento é voltar a expandir o tecido pulmonar colapsado. Se o líquido estiver a exercer pressão sobre o pulmão, a sua remoção pode permitir que o pulmão se expanda novamente.

Existem os seguintes tratamentos para atelectasia:

• Bater (percussão) no peito para soltar acumulações de muco nas vias respiratórias
• Fazer exercícios de respiração profunda (com a ajuda de aparelhos de espirometria)
• Remover ou aliviar qualquer bloqueio com uma broncoscopia ou outro procedimento.
• Inclinar a pessoa até a cabeça estar abaixo do peito (chamado drenagem postural). Isto permite que o muco drene mais facilmente.
• Tratar qualquer possível tumor ou outro problema, se este existir.
• Virar a pessoa até que esta se deite sobre o lado saudável, permitindo que a área do pulmão colapsado se volte a expandir.
• Usar tratamentos respiratórios com aerossol (medicamentos inalatórios) para abrir as viasrespiratórias
• Usar outros aparelhos que ajudam a aumentar a pressão nas vias respiratórias e eliminam os líquidos (dispositivos de pressão positiva expiratória [PEP]).

Expectativas (prognóstico)

Nos adultos, o colapso numa pequena área do pulmão não constitui geralmente uma ameaça de vida, pois o resto do pulmão pode trabalhar pela área colapsada, inspirando oxigénio suficiente para o corpo funcionar.

Grandes áreas de atelectasias podem ser fatais, especialmente em bebés, crianças pequenas ou alguém que tenha outra doença pulmonar.

O pulmão colapsado geralmente volta ao normal, de forma lenta, se o bloqueio da via respiratória for removido. No entanto, podem-se formar algumas cicatrizes ou pequenos danos que não desaparecem completamente.

Possíveis complicações

Uma pneumonia pode-se desenvolver mais rapidamente na parte afectada do pulmãodepois de uma atelectasia.

Quando contactar um profissional médico

Deve contactar o seu médico se desenvolver sintomas do evento.

Prevenção

• Encorajar o movimento e respiração profunda em qualquer pessoa que está acamada durante longos períodos.
• Manterobjectos pequenos fora do alcance das crianças.
• Exercer respiração profunda após uma anestesia.

Nomes alternativos
Colapso pulmonar parcial.