-->Baixa Auto Estima - O que fazer?

Baixa Auto Estima

Publicado em 17/06/2011. Revisado por Equipe Editorial a 13 janeiro 2018

A baixa auto-estima pode tirar-lhe 4 anos de vida. As pessoas com níveis mais altos de auto-estima atribuem mais valor a si próprias e, portanto, empenham-se mais em cuidar da sua saúde e do seu bem-estar. Além disso, tendem a ser mais felizes. É por estes dois motivos que a auto-estima está associada a uma vida mais longa. Um estudo de residentes em lares que eram fisicamente saudáveis permitiu concluir que quanto maior era a sua auto-estima e quanto menos deprimidos se sentiam, mais tempo viviam.

Há medidas positivas que pode tomar para aumentar a sua auto-estima. Comece por fazer uma lista dos seus pontos positivos e não seja duro para consigo próprio. Depois de fazer a lista, é importante que abandone a modéstia e que se regozije frequentemente com eles todos os dias. Outra boa maneira de melhorar a imagem que tem de si próprio é aprender a fazer uma coisa nova – origami (arte japonesa de dobrar o papel), tocar saxofone, praticar queda livre – seja qual for a sua escolha. Tome-a a sério e pratique-a até saber fazê-la bem para dela extrair o maior proveito.

Está demonstrado que fazer alguma coisa boa pelos outros aumenta a sua auto estima – integre-se num grupo da sua comunidade que se dedique ao voluntariado e que, de preferência, lhe interesse. A possibilidade de alimentar o seu ego com regularidade ajudando os outros é uma das maneiras mais eficazes de criar auto-estima. Por último, conviva com as pessoas certas e ignore ou evite as que ameaçam a sua auto-estima por serem negativas ou se considerarem superiores a si. Depois de escolher as pessoas certas, desfrute da companhia delas, o que contribuirá muito para que se sinta bem dentro da sua Pele.

Saiba mais sobre:
A informação foi útil? Sim / Não

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.
Autores
Equipe Editorial

A essência da medicina não se restringe apenas ao diagnóstico e prescrição. A verdadeira missão está em informar, acolher, participar, apoiar e confortar as pessoas em suas dores e sofrimentos. Em ser uma referência técnica e humana em momentos de intensa insegurança e medo.

Todos os artigos desenvolvidos pela nossa equipe editorial são revisados por médicos da sua especialidade, esforçando-nos sempre para ser objetivos e apresentar os dois lados do argumento. Pode consultar a nossa equipe de especialistas Aqui

A nossa equipe concentra-se assim em garantir que o conteúdo, os produtos e os serviços fornecidos pela plataforma mantenham os mais elevados padrões de integridade médica, ajudando a garantir que todas as informações que o usuário recebe, sejam precisas, e baseadas em evidências, atuais e confiáveis.

Para além disso, todo o conteúdo é revisado e atualizado continuamente para garantir a sua precisão.

O processo de atualizações é simples.

Sabemos que os padrões de tratamento para algumas condições, como o câncer e a diabetes (por exemplo) mudam e estão em constante evolução, de modo que, existem conteúdos que devem ser revisados com maior frequência, de forma a garantirmos que a informação existente e recém-publicada reflita sempre as informações mais precisas e atuais. Saiba mais sobre nós Aqui

Se encontrou alguma imprecisão ou erro nos nossos conteúdos, informe-nos através da nossa página de Contato.