-->Bumerangue - Como fazer um Bumerangue de papel

Bumerangue

Publicado em 01/03/2011. Revisado por Equipe Editorial a 13 janeiro 2018

Os bumerangues cativam miúdos e graúdos um pouco por todo mundo. Conheça-os melhor e aprenda a contruir um em sua casa!

Todos conhecem o bumerangue clássico, em forma de cotovelo. Hoje em dia, existem bumerangues de muitas formas e feitios, que fogem à regra e se distinguem pela sua originalidade.

Abaixo você tem um índice com todos os pontos que discutiremos neste Guia

O bumerangue

Acredita-se que a palavra bumerangue teve origem numa língua extinta dos aborígenes da Austrália. Foram eles os primeiros a utilizar este objecto enquanto arma para caçar animais. Hoje em dia, o bumerangue tem finalidades desportivas e recreativas.

Como fazer um bumerangue de papel? 

Em sua casa pode construir um bumerangue de papel. Começe por recortar em papel um bumerangue em forma de cotovelo (ou L), com as pontas arredondadas. Este bumerangue vai ser um “bumerangue de piparote”. Porquê? Porque basta colocá-lo num canto de uma bancada, por exemplo, e dar-lhe um pequeno “piparote” para que ele voe!

O segredo do bumerangue

A característica marcante do bumerangue é o seu regresso ao ponto de partida, ou seja, ao ponto de onde foi atirado. Uma vez mais, a ciência ajuda a compreender porque é que isto acontece. O bumerangue regressa ao ponto de partida porque ele funciona como um giroscópio. O movimento que o bumerangue efectua quando é lançado é um movimento circular que resulta daquilo a que se chama precessão.

O bumerangue clássico é atirado quase na vertical, o que obriga a avançar. Assim, as pás que, num determinado instante, estiverem do lado de cima, estarão a atravessar o ar com uma velocidade ligeiramente superior à daquelas que estiverem do lado de baixo. Essa diferença de velocidades cria uma força maior em cima do que em baixo fazendo com que o bumerangue entre em movimento de precessão e mude de direcção, ao mesmo tempo que é actuado por uma força dirigida para o centro da sua trajectória.

Saiba mais sobre:
A informação foi útil? Sim / Não

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.
Autores
Equipe Editorial

A essência da medicina não se restringe apenas ao diagnóstico e prescrição. A verdadeira missão está em informar, acolher, participar, apoiar e confortar as pessoas em suas dores e sofrimentos. Em ser uma referência técnica e humana em momentos de intensa insegurança e medo.

Todos os artigos desenvolvidos pela nossa equipe editorial são revisados por médicos da sua especialidade, esforçando-nos sempre para ser objetivos e apresentar os dois lados do argumento. Pode consultar a nossa equipe de especialistas Aqui

A nossa equipe concentra-se assim em garantir que o conteúdo, os produtos e os serviços fornecidos pela plataforma mantenham os mais elevados padrões de integridade médica, ajudando a garantir que todas as informações que o usuário recebe, sejam precisas, e baseadas em evidências, atuais e confiáveis.

Para além disso, todo o conteúdo é revisado e atualizado continuamente para garantir a sua precisão.

O processo de atualizações é simples.

Sabemos que os padrões de tratamento para algumas condições, como o câncer e a diabetes (por exemplo) mudam e estão em constante evolução, de modo que, existem conteúdos que devem ser revisados com maior frequência, de forma a garantirmos que a informação existente e recém-publicada reflita sempre as informações mais precisas e atuais. Saiba mais sobre nós Aqui

Se encontrou alguma imprecisão ou erro nos nossos conteúdos, informe-nos através da nossa página de Contato.