Cancro – Apoio psicológico

Revisado por Reinaldo Rodrigues (Enfermeiro - Coren nº 491692) a 12 dezembro 2018

Cancro – Apoio psicológico – A ajuda da família é essencial para o jovem com Cancro.

O diagnóstico de Cancro, seja de qualquer tipo, abala a vida do portador, principalmente, durante a juventude. Baseada nessa teoria, a psicóloga Daniela Chagas desenvolveu um estudo durante a graduação sobre “O impacto psicológico do diagnóstico do cancro e a sua evolução no adolescente”.

“Pesquisei não só sobre o impacto, como também na maneira como o jovem costuma reagir durante o tratamento. Um dos motivos que me levaram a escolher esse tema foi ter percebido que existem muitas bibliografias voltadas para crianças e adultos, mas pouquíssimas que falam sobre adolescentes com Câncer”, afirma Daniela.

Nesta fase, o apoio da família e de um profissional especializado é fundamental. “O diagnóstico não é fácil de ser recebido e nem de ser dado pelos médicos, principalmente, porque ainda temos a ideia de que vencê-lo, é quase impossível. Para o adolescente, que procura um futuro e felicidade imediata, a confirmação da doença traz um amanhã vazio, o que gera muitas confusões e solidão. Neste momento, é importante que a família esteja presente e que possa sempre dar apoio, não só no recebimento da notícia, mas em todo o tratamento que virá pela frente.

O trabalho do psicólogo, seja de apoio ou aconselhamento, tem facilitado a transmissão do diagnóstico, a aceitação dos tratamentos e a obtenção de uma melhor qualidade de vida”, finaliza a psicóloga.