O que é a Carboxiterapia? Preços, fotos, como funciona

A carboxiterapia é um procedimento que usa o dióxido de carbono com o propósito de combater estrias, celulite e cicatrizes através de micro injeções – aplicadas logo abaixo da superfície da pele.

O método, supostamente estimula a circulação e a produção de colágeno, o que melhora a aparência da pele.

A Carboxiterapia Atua Na Remoção De Olheiras E Bolsas Em Baixo Dos Olhos

O envelhecimento faz com que os capilares se tornem dormentes – o que reduz a circulação sanguínea. Este evento priva as células de oxigênio, o que impede a regeneração das células.

Pensa-se que injetar dióxido de carbono faz o corpo pensar que há um déficit de oxigênio e responde aumentando o fluxo sanguíneo. Este benefício leva a uma onda extra de oxigênio e nutrientes para a área tratada – resultando na restauração celular.

Indicações

A carboxiterapia está indicada no combate e prevenção da celulite, estrias, flacidez corporal (ex: abdômen) e facial (ex:papada), atuando também na redução de olheiras crônicas, rugas, psoríase, má circulação, rejuvenescimento do rosto e corpo, cicatrizes, tratamentos capilares (calvície), e nos depósitos de gordura localizada.

É um procedimento não-invasivo que consiste em pequenas infiltrações de dióxido de carbono nos tecidos afetados – podendo ser aplicado juntamente com outros tratamentos ou cirurgias.

A terapia teve origem no Resort de águas termais Royat, localizado em França, na década de 50 – quando um grupo de cardiologistas começou a aplicar a terapia em pacientes que sofriam de diferentes patologias – com o défice de fluxo sanguíneo como principal característica.

Como funciona?

O dióxido de carbono, o gás invisível e inodoro que faz parte do ar que respiramos, é injetado logo abaixo da superfície da pele através de uma agulha fina. Segundo vários estudos, o dióxido de carbono aplicado desta forma – difunde-se nos tecidos circundantes e faz com que os vasos sanguíneos se dilatem.

Vasos sanguíneos mais largos (dilatados) levam a um maior suprimento sanguíneo, o que traz uma onda de oxigênio e nutrientes para a área tratada.

As evidências mostram que o dióxido de carbono mata as células adiposas, fazendo com que elas se distendam. O oxigênio extra elimina o acúmulo de fluidos entre as células, e a pele é estimulada a produzir mais colágeno.

O resultado, segundo dizem os profissionais, leva a uma redução das células de gordura e a uma pele mais jovem e firme.

Vários estudos realizados demonstraram há muito que o dióxido de carbono estimula a circulação sanguínea.

O gás carbónico tem sido usado na França desde os anos 30 para tratar pacientes que sofrem de má circulação, artérias bloqueadas e problemas cardíacos.

Só recentemente, pesquisas realizadas na Universidade de Siena, na Itália, verificaram que a carboxiterapia é eficaz para suavizar a pele e reduzir a gordura localizada.

O tratamento causa dor?

Cada injeção origina uma picada forte, a um nível semelhante de dor provocada pela eletróliseOs pacientes dizem ser mais doloroso que a maioria dos tratamentos para a celulite – mas tem um efeito muito mais forte.

Quanta sessões são necessárias até ver resultados?

As diferenças são visíveis logo após o 1º tratamento – no entanto recomenda-se um curso entre quatro a seis para melhores resultados.

Cada tratamento tem a duração de 40 minutos.

No caso de estrias recentes, estas devem ser tratadas uma vez por semana – estando indicadas cinco a seis consultas. Em estrias presentes há algum tempo, recomenda-se uma sessão por mês – e um total de cinco a seis tratamentos.

A carboxiterapia emagrece?

Existem algumas matérias científicas (antigas) que evidenciam o facto – indicando que através de terapias combinadas o tratamento ajuda no emagrecimento.

Fotos antes e depois

Resultados Da Carboxiterapia Em Estrias, Celulite E Flacidez No Pescoço Antes E Depois

Aplicação De Carboxiterapia No Abdômen

Aplicação De Carboxiterapia Em Rugas E Linhas De Expressão Antes E Depois

OLHEIRAS

(PS: Algumas imagens e vídeos foram removidos devido a não se encontrarem em conformidade com as politicas do Google. As nossas sinceras desculpas.)

Quais os riscos, efeitos colaterais, complicações e contra-indicações?

A técnica não apresenta grandes efeitos colaterais, com exceção de uma leve dor transitória na área de aplicação e uma leve vermelhidão que dura apenas alguns minutos.

Pode surgir na área um leve grau de equimoses – que desaparece em poucos dias.

Quanto custa a carboxiterapia?

O preço médio praticado no Brasil ronda os R$ 70,00 a R$ 110,00 – por cada sessão.

Saiba mais sobre o tratamento no artigo (Carboxiterapia: Conheça as indicações, resultados e contraindicações do tratamento).

Referências

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/