-->Casamento - Educar Saúde

Casamento

Publicado em 18/06/2011. Revisado por Equipe Editorial a 13 janeiro 2018

Tanto os homens como as mulheres são mais saudáveis, mais prósperos, mais felizes e vivem mais tempo (mais 7 anos) quando têm uma relação conjugal estável. Há muitos estudos cientificos que revelam a existência de uma ligação forte entre as relações sociais harmoniosas e o bem-estar. Na maioria das sociedades, casar é uma das maneiras mais vulgares de construir este tipo de relação intensa e estável.

Em 2006, cientistas da universidade da Califórnia, de Los Angeles, confirmaram que os casais casados têm uma probabilidade maior de atingir uma idade avançada do que os indivíduos divorciados, viúvos ou não casados. os seus estudos demonstraram que as pessoas que nunca se casaram têm cerca de mais dois terços de probabilidades de morrer cedo, embora aparentem uma melhor forma física do que os seus pares. Nas pessoas com um casamento feliz, é menor a probabilidade de existirem problemas financeiros ou de saúde física ou mental do que nas que não são casadas. Quando surgem doenças, estar casado pode contribuir para apressar a recuperação; está demonstrado que as pessoas casadas possuem taxas de sobrevivência mais elevadas do que as solteiras, viúvas ou divorciadas em certos casos de cancro, por exemplo.

Aparentemente, há qualquer coisa no casamento – um sentimento de pertencer a uma instituição social, talvez, ou uma demonstração pública de aspirações partilhadas – que lhe confere uma vantagem em relação à coabitação. Quanto aos casais homossexuais, embora seja provável que uma relação estável possa assegurar-lhes as mesmas vantagens em termos de saúde de que beneficiam os heterossexuais casados, é demasiado cedo para saber qual o efeito do casamento neste contexto, visto que só há pouco tempo é que os casamentos de homossexuais são permitidos em alguns países.

Saiba mais sobre:
A informação foi útil? Sim / Não

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.
Autores
Equipe Editorial

A essência da medicina não se restringe apenas ao diagnóstico e prescrição. A verdadeira missão está em informar, acolher, participar, apoiar e confortar as pessoas em suas dores e sofrimentos. Em ser uma referência técnica e humana em momentos de intensa insegurança e medo.

Todos os artigos desenvolvidos pela nossa equipe editorial são revisados por médicos da sua especialidade, esforçando-nos sempre para ser objetivos e apresentar os dois lados do argumento. Pode consultar a nossa equipe de especialistas Aqui

A nossa equipe concentra-se assim em garantir que o conteúdo, os produtos e os serviços fornecidos pela plataforma mantenham os mais elevados padrões de integridade médica, ajudando a garantir que todas as informações que o usuário recebe, sejam precisas, e baseadas em evidências, atuais e confiáveis.

Para além disso, todo o conteúdo é revisado e atualizado continuamente para garantir a sua precisão.

O processo de atualizações é simples.

Sabemos que os padrões de tratamento para algumas condições, como o câncer e a diabetes (por exemplo) mudam e estão em constante evolução, de modo que, existem conteúdos que devem ser revisados com maior frequência, de forma a garantirmos que a informação existente e recém-publicada reflita sempre as informações mais precisas e atuais. Saiba mais sobre nós Aqui

Se encontrou alguma imprecisão ou erro nos nossos conteúdos, informe-nos através da nossa página de Contato.