8 possíveis causas do sonambulismo

O sonambulismo é uma parasomnia — um distúrbio do sono caracterizado por um comportamento anormal também conhecido como noctambulismo ou hipnofrenose.

Embora não seja uma doença rara, o sonambulismo ainda é algo que intriga a medicina.

Criança Com Sonambolismo

Apesar de as pesquisas documentarem largamente as ações dos sonâmbulos, os diversos fatores de risco associados e as causas precisas do sonambulismo ainda estão sendo desvendados.

Felizmente, a ciência médica oferece opções de tratamento para ajudar os sonâmbulos a superar esse comportamento potencialmente arriscado.

Sonambulismo e os ciclos do sono

O sono normal tem várias fases, que vão desde o estado sonolento ao sono profundo. Há uma fase do sono caracterizada pelo movimento rápido dos olhos: o chamado sono REM (rapid eye movement).

Esse também é o estágio no qual você tem os sonhos mais vívidos.

Enquanto dormimos, todos nós alternamos constantemente entre ciclos REM e não-REM.

A seguir, são apresentados alguns fatos interessantes sobre o sonambulismo e esses ciclos de sono:

A maioria dos eventos de sonambulismo acontece no início da noite, durante a fase do sono profundo (sono não-REM). Na linguagem médica, o sono profundo também é chamado sono de estágio N3.

Algumas pessoas também chutam, debatem-se ou saem da cama durante o sono REM. Trata-se de mais um sintoma de um distúrbio de comportamento associado ao sono REM e, normalmente, manifesta-se no período próximo da manhã.

Embora seja menos comum, é verdade que o sonambulismo pode ocorrer durante um cochilo no meio da manhã. (1) (2)

Um episódio de sonambulismo pode durar de alguns segundos a 30 minutos. Em média, no entanto, ele permanece por menos de 10 minutos.

Enquanto estiver sonâmbula, a pessoa pode aparentar que está acordada, embora esteja dormindo.

Também é possível que o sonâmbulo pratique alguma atividade normalmente feita quando ele está acordado, como fazer uma limpeza, ir ao banheiro, ou trocar de roupa. Algumas pessoas chegam até a pegar o carro e dirigir!

Causas do sonambulismo

Genética

Os especialistas dizem que o sonambulismo está fortemente ligado à hereditariedade.

Em um estudo, 37 crianças com um pai ou mãe (ou ambos) sonâmbulos foram comparados com outras 62 crianças (grupo de controle).

Os primeiros demonstraram ser mais suscetíveis a caminhar ou falar enquanto dormem e ter problemas emocionais.

Os pesquisadores concluíram que a genética influencia no sonambulismo e que o problema geralmente se manifesta aos 8 anos de idade. (3)

Se um ou ambos os pais de uma criança tiverem sido sonâmbulos durante a infância ou fase adulta, as chances dessa criança herdar a tendência a desenvolver o problema duplicam ou até triplicam.

Vale frisar que, por meio de um estudo que abrangeu quatro gerações de uma família de sonâmbulos, os pesquisadores encontraram um defeito no cromossomo 20 que provoca o sonambulismo.

Imagina-se que a cópia de um DNA defeituoso seja suficiente para causar o sonambulismo. Porém, ainda é necessário descobrir qual é exatamente o gene responsável pelo problema. (4) (5)

Condições de saúde

As pesquisas indicam que até mesmo os adultos predispostos geneticamente ao sonambulismo dependeriam de algo que desencadeasse o distúrbio.

Foi observado que certas condições fisiológicas e distúrbios de saúde podem desencadear episódios de sonambulismo.  Dentre eles, estão:

  • Crises parciais complexas
  • Febre
  • Distúrbios do sono
  • Síndrome das pernas inquietas
  • Enxaqueca
  • Apneia obstrutiva do sono
  • Apneia do sono central
  • Fase pré-menstrual
  • Lesões na cabeça
  • Inchaço estomacal
  • Hipertireoidismo

Privação do sono e fadiga

Se seu filho não estiver dormindo o suficiente para a idade dele, isso pode levar ao sonambulismo.

A privação do sono também pode ser um gatilho para o sonambulismo entre adultos. Felizmente, trata-se de um problema mais fácil de ser corrigido do que outras causas.

Adotar um horário fixo (mais ou menos) para dormir, que proporcione um tempo satisfatório de sono, pode ajudar a superar o problema.

A cafeína, presente em chocolates, café, chá, refrigerantes e bebidas energéticas, pode agir como um estimulante. Então, evite esses alimentos quando você estiver perto da hora de dormir. (6)

Leia a matéria sobre Falta de Sono: Causas, Consequências + 7 Tratamentos Naturais

Dormir com a bexiga cheia

Seja com crianças ou adultos, alguns eventos de sonambulismo acontecem quando a pessoa vai para a cama com a bexiga cheia. Esse hábito pode até fazer com que ela urine em lugares inadequados, como o armário.

Álcool e medicamentos

Em adultos, o sonambulismo também pode ocorrer devido a fatores que intensificam o sono profundo, dificultando a capacidade de despertar.

Dentre esses fatores, pode-se incluir o abuso de álcool e medicamentos, como sedativos, betabloqueadores, antidepressivos e medicamentos para distúrbios nervosos, entre outros. (7)

Os episódios de sonambulismo também podem ser causados por efeitos colaterais medicamentosos, como movimentos feitos pela perna e uma respiração desordenada. (8)

Contudo, são necessários estudos mais aprofundados para confirmar esta causa.

Estresse e ansiedade

Esses fatores podem ser um ponto crítico para crianças e adultos. Nós imaginamos que a infância é um período mais tranquilo, mas a ansiedade e o estresse relacionados à escola podem afetar as crianças.

Com isso, podem surgir problemas em casa, como frequentes brigas e discórdia com os pais.

Segundo os especialistas, este transtorno comportamental do sono pode ser acionado quando uma criança estiver sob pressão.

Alguns adultos também tendem ao sonambulismo quando submetidos ao estresse e ansiedade acentuados.

O estresse e a ansiedade, por sua vez, podem desencadear um ciclo vicioso.

Um estudo com 100 adultos concluiu que o sonambulismo adulto pode trazer consequências graves.

Após os experimentos que registraram o sono dos participantes sonâmbulos e dos demais voluntários (de um grupo controle), os cientistas notaram que os sonâmbulos detinham problemas frequentes que impactavam sua vida normal, como sonolência diurna, insônia, fadiga, ansiedade e depressão. (9)

Fatores externos

No caso das pessoas propensas ao distúrbio, pode-se incluir outros fatores, como viajar e dormir longe do ambiente familiar. Um som ou toque repentino, ou uma luminosidade no local de dormir também pode ocasionar o mesmo efeito. (10)

Doenças mentais

Um estudo da Academia Americana de Neurologia, feito em 2012, observou que distúrbios psiquiátricos, como depressão, ansiedade e transtorno obsessivo-compulsivo, podem aumentar o risco do transtorno.

Isso pode levar à ingestão de medicamentos antidepressivos. (11)

Entre os idosos, o problema pode resultar de uma diminuição das funções mentais (síndrome cerebral orgânica), geralmente tratada como um delírio noturno.

Normalmente, essa causa acomete idosos com Alzheimer, que tendem a ficar agitados ou confusos no meio da noite. (12)

O sonambulismo é muito comum?

Sonambolismo

Embora seja mais comum entre as crianças, o distúrbio pode afetar qualquer pessoa, em qualquer idade.

As informações sobre a incidência do evento variam de um estudo para outro.

O  transtorno comportamental do sono tem atingido de 10% a 17% das crianças e de 2% a 4% dos adultos. (13)

Ele pode se manifestar já aos 2 anos de idade, alcançar o ápice entre os 8 e 12 anos, e ir desaparecendo lentamente.

Se uma criança se torna sonâmbula aos 9 anos, ou mais tarde, geralmente o problema continua na idade adulta. (14) Além disso, por alguma razão o transtorno é mais comum entre os meninos.

As pesquisas médicas dos últimos anos se concentraram significativamente no sonambulismo dos adultos.

Os estudos indicam que é hora de levar essa condição médica a sério. O estudo de 2012, publicado pela AAN (Academia Americana de Neurologia), concluiu que o sonambulismo adulto é mais comum do que se pensava — 30% dos quase 16.000 participantes deste estudo apresentaram episódios do transtorno, alguns mais que os outros.

O sonambulismo pode começar na idade adulta?

Sonambolismo Em Homem Adulto

Em raras situações, sim. Mudanças neurodegenerativas decorrentes de certas complicações, como a doença de Parkinson (DP), podem originar perturbações comportamentais associadas ao sonambulismo.

Em um determinado estudo envolvendo 165 pacientes com DP com idade entre 46 e 78 anos, foi detectado que 6 deles iniciaram o distúrbio na vida adulta.

Essa constatação destaca por que você não deve ignorar os eventos de sonambulismo que começam na idade adulta. Afinal, pode haver uma séria razão ligada ao desenvolvimento do problema. (15)

Quando procurar por um médico — crianças

Sonambolismo Em Criança

Os episódios do distúrbio são relativamente normais na infância e, normalmente, não requerem nenhuma atenção médica. Mas existem algumas situações nas quais você deve consultar um médico:

  • Seu filho sofre de apneia do sono e, portanto, tem o sono interrompido;
  • Seu filho apresenta febre ou alguma doença;
  • Os medicamentos ingeridos pela criança podem ser uma das razões do sonambulismo;
  • A criança sofreu repetidas lesões durante o evento;
  • A criança tende a sair de casa ou já esteve em situações potencialmente arriscadas;
  • O distúrbio alcançou a adolescência. (16)

Quando procurar por um médico — adultos

Se o problema se manifestar da infância até a idade adulta, ou se iniciar nesta fase, pode ser conveniente buscar ajuda profissional — desde que haja aumento do risco de o indivíduo adulto se ferir.

Muitas vezes, o tratamento de alguns sintomas, como a síndrome das pernas inquietas, a apneia obstrutiva do sono, e a síndrome de resistência das vias aéreas superiores, pode ajudar a resolver o problema. (17)