O Chá Verde Queima Gordura? Saiba o que Diz a Ciência!

Rico em antioxidantes, o chá verde representa a bebida de eleição entre muitos daqueles que se preocupam com a sua saúde. No entanto, ainda que contribua para reduzir os níveis colesterol e os triglicerídeos, bem como para aumentar a força muscular, ele não constitui uma fórmula milagrosa para a queima de gordura corporal.

Ainda que auxilie no processo de oxidação de gordura após uma sessão de exercício físico, o chá verde nunca deve nunca ser encarado como um substituto para uma dieta equilibrada e uma boa rotina de exercício físico.

O Chá Verde Queima A Gordura Corporal, Saiba O Que Diz A Ciência.

Apesar da bebida ter, de fato, diversos benefícios para a saúde, os seus efeitos no processo de emagrecimento ainda são muito questionáveis.

O EGCG presente no chá verde promove a oxidação de gordura

O chá verde contém um composto conhecido como epigalocatequina-3-galato (EGCG), capaz facilitar todo o processo de oxidação de gordura corporal. Acredita-se que este oxidante poderá aumentar a oxidação de gordura em cerca de 33%.

Um estudo concluiu que, em homens obesos, pequenas doses de 300 mg de EGCG conduziram a um aumento da oxidação de gordura nas duas horas após refeições.

Doses mais elevadas, de 600 mg, não surtiram o mesmo efeito.

Outro estudo verificou que a oxidação de gordura em homens saudáveis depois de uma sessão de exercício físico revelou-se 17% mais elevada após o consumo de extratos de chá verde, comparativamente com a utilização de placebo.

É importante referir, no entanto, que ambos estes estudos envolveram um número muito reduzido de participantes, pelo que, não devem ser encarados como conclusivos.

Conheça 6 Suplementos para Secar a Gordura Corporal

Outros benefícios do Chá Verde no combate ao excesso de peso e gordura

Chá Verde Com Limão, A Dupla Perfeita Para Emagrecer A Barriga

Ainda que sejam necessários mais estudos para que se chegue a uma conclusão definitiva relativamente à viabilidade do chá verde enquanto agente de combate ao sobrepeso, é inegável que este chá possui certas propriedades que podem ajudar a combater determinados problemas resultantes da acumulação excessiva de gordura.

Redução dos níveis de colesterol

O chá verde é conhecido por facilitar a redução dos níveis de colesterol no sangue, o que faz com que esteja muito associado à perda de peso.

Ainda que o consumo regular desta bebida não vá fazer com que esses quilinhos a mais desapareçam magicamente, não deixará de ter um impacto muito positivo na sua saúde, ao combater eficazmente o mau colesterol.

Através dos benefícios dos antioxidantes presentes no chá verde, esta bebida ajudará, também, a reduzir as probabilidades de desenvolvimento de doença arterial coronariana e aterosclerose, dois problemas muito comuns entre quem sofre de sobrepeso.

Redução dos níveis de triglicerídeos

Estudos defendem que o chá verde também pode auxiliar na redução dos níveis de triglicerídeos.

Os animais testados neste estudo foram submetidos a uma dieta rica em gorduras, complementada por extratos de chá verde.

Estes animais apresentaram níveis mais reduzidos de triglicerídeos do que aqueles que consumiram apenas água destilada.

Este efeito hipolipemiante é o resultado dos antioxidantes epicatequinas presentes no chá verde.

Aumento da força muscular e facilidade em queimar calorias

O fortalecimento muscular apresenta a capacidade de promover o aceleramento do metabolismo, facilitando assim a eliminação de calorias.

Uma vez que a gordura queima menos calorias que os músculos, o desenvolvimento de massa muscular obrigará o corpo a despender mais energia, acelerando assim o metabolismo e queimando mais calorias.

Isto, por sua vez, resultará num processo mais rápido e eficiente de emagrecimento.

Estudos revelam que, complementar até mesmo actividades físicas de baixa intensidade, como é o caso do Tai Chi, com o consumo regular de chá verde, contribui para aumentar consideravelmente o desenvolvimento de força muscular.

Redução da pressão sanguínea

Níveis excessivos de gordura corporal podem contribuir para problemas de hipertensão.

Neste aspeto, o chá verde pode ser de grande ajuda, uma vez que está cientificamente provado que pode revelar-se de grande ajuda no controlo da pressão sanguínea.

Promove o bom desempenho em atividades físicas

Ainda que a cafeína presente no chá verde não seja tão forte quanto a do café, não deixa de exercer um excelente efeito estimulante no organismo.

Este efeito da cafeína revela-se capaz de fomentar os níveis de energia durante a prática de exercício físico, permitindo uma actividade mais intensa e prolongada, o que resultará numa eliminação mais rápida e eficiente de gordura.

De acordo com estudos realizados, a cafeína consegue aumentar até 11.2% a eficiência do corpo durante atividades físicas, retardando assim a sensação de exaustão.