Cirrose Biliar Primária

CIRROSE BILIAR PRIMARIA – SINTOMAS, CAUSAS E CARACTERISTICAS DO DIAGNOSTICO

Em geral acomete mulheres de 40 a 60 anos de idade, com início insidioso de prurido, icterícia fadiga e hepatomegalia.

Hepatomegalia em 70% dos casos, com esplenomegalìa em 35%.

A má absorção, xantomas, neuropatia xantomatosa, osteomalacia e hipertensão portal podem ser complicações.

Elevação da fosfatase alcalina e gamaglutamiltranspeptidase, colesterol, bilirrubina; anticorpo antimitocondrial positivo em 95% dos casos.

A biopsia hepática revela infiltrado denso inflamatório no dueto biliar.

DIAGNOSTICO DIFERENCIAL
. Obstrução crônica do trato biliar, isto é, estenose relacionada com colelitíase
. Carcinoma de ductos biliares
. Doença inflamatória intestinal complicada por hepatopatia colestática
. Sarcoidose
. Colangite esclerosante
. Colestase medicamentosa

TRATAMENTO

. Colestiramina, colestipol ou rifampicina para o prurido
. Cálcio (alto risco de osteoporose, osteomalacia) e suplementação das seguintes vitaminas: vitamina A, vitamina D, vitamina E e vitamina K
. O ácido ursodesoxicólico retarda a progressão e prolonga a sobrevida; a colchicina e o metotrexato podem ser úteis
. Transplante de figado para a cirrose refrataria ou câncer hepatocelular

Dica
A cura perfeita para esta doença é sem duvida o transplante: não há vírus nem câncer no explante.

Leia Também:

Remédio Caseiro para Gordura no fígado
Como Tratar Gordura no Figado