-->Cirurgia Plástica - Perguntas e Dúvidas Frequentes - Educar Saúde

Cirurgia Plástica – Perguntas e Dúvidas Frequentes

Publicado em 09/11/2011. Revisado por Equipe Editorial a 13 janeiro 2018

Perguntas e Dúvidas Frequentes sobre cirurgia plástica:

Qual é a anestesia utilizada nas várias cirurgias plásticas?

A ansiedade dos doentes é ultrapassada com a medicação que é feita. Actualmente, genericamente, a anestesia geral é substituída pela anestesis local com sedação. Há quem não possa fazer anestesias gerais, mas pode ser submetido a anestesias locais. Como as técnicas têm evoluído significativamente, quando acaba a cirurgia, acordam como se estivessem estado a dormir.

É necessário internamento?

Não. Todos os doentes são intervencionados e voltam para as suas casas no próprio dia, sempre acompanhados.

Quando se pode tomar banho?

No dia seguinte.

Se o doente se sentir mal depois da cirurgia e já em casa, pode contactar a clínica?

Devem ser fornecidos a todos os doentes os números de telemóvel da equipa que está disponivel para eles 24h por dia.

A cirurgia plástica provoca dor?

As actuais técnicas cirúrgicas, na grande maioria dos casos, são bem toleradas, praticamente sem dor, podendo haver, contudo, algum desconforto. As pessoas não devem confundir alguns “incomodos” naturais decorrentes do processo cirúrgico com dores, porque estamos perante dois cenários diferentes.

O que dizer aos doentes que adiam a decisão da cirurgia por medo?

Quando o medo se instala, determinado doente pode evitar enfrentá-lo. Os medos são vários, as reacções também, mas o denominador é comum: evitar enfrentar o processo que o desencadeia. Existem pessoas que ambicionam fazer uma cirurgia há anos, mas que adiam essa decisão por medo. Muitos têm medo da anestesia. Ainda hoje as pessoas desconhecem que não se fazem anestesias gerais para este tipo de cirurgias. Em vez de se informarem convenientemente, deixam alimentar-se por medos ou mitos infundados sem se esclarecerem e anteciparem uma decisão que querem tomar mas que não conseguem.

Saiba mais sobre:
A informação foi útil? Sim / Não

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.
Autores
Equipe Editorial

A essência da medicina não se restringe apenas ao diagnóstico e prescrição. A verdadeira missão está em informar, acolher, participar, apoiar e confortar as pessoas em suas dores e sofrimentos. Em ser uma referência técnica e humana em momentos de intensa insegurança e medo.

Todos os artigos desenvolvidos pela nossa equipe editorial são revisados por médicos da sua especialidade, esforçando-nos sempre para ser objetivos e apresentar os dois lados do argumento. Pode consultar a nossa equipe de especialistas Aqui

A nossa equipe concentra-se assim em garantir que o conteúdo, os produtos e os serviços fornecidos pela plataforma mantenham os mais elevados padrões de integridade médica, ajudando a garantir que todas as informações que o usuário recebe, sejam precisas, e baseadas em evidências, atuais e confiáveis.

Para além disso, todo o conteúdo é revisado e atualizado continuamente para garantir a sua precisão.

O processo de atualizações é simples.

Sabemos que os padrões de tratamento para algumas condições, como o câncer e a diabetes (por exemplo) mudam e estão em constante evolução, de modo que, existem conteúdos que devem ser revisados com maior frequência, de forma a garantirmos que a informação existente e recém-publicada reflita sempre as informações mais precisas e atuais. Saiba mais sobre nós Aqui

Se encontrou alguma imprecisão ou erro nos nossos conteúdos, informe-nos através da nossa página de Contato.