-->Como Acabar com a Flacidez - Educar Saúde

Como Acabar com a Flacidez

Publicado em 04/11/2014. Revisado por Drª Raquel Pires (Nutricionista - CRN-6 nº 23653) a 8 dezembro 2018

À medida que os anos passam, a pele perde naturalmente a sua capacidade de se autorregenerar e de produzir elastina e colágeno, resultando numa pele menos firme e mais flácida.

flacidez nos braços antes e depois da radiofrequência accent

Contudo, é possível através de cuidados diários e de tratamentos adequados, manter a pele jovem, lisa e firme, durante mais tempo. Confira de seguida como acabar com a flacidez.

Abaixo você tem um índice com todos os pontos que discutiremos neste artigo:

Tratamento para acabar de vez com a flacidez

Para acabar com a flacidez de uma forma eficaz, alcançando os resultados desejados, é importante que o tratamento seja abrangente. Dessa forma, deverá recorrer à ajuda de um fisioterapeuta dermatofuncional para orientar o processo.

Um dos métodos mais adequados para combater a flacidez e dar maior firmeza e elasticidade à pele, é a radiofrequência.

Através de estímulos elétricos, a radiofrequência irá promover a formação de mais colágeno, dando assim maior firmeza e elasticidade à pele, tendo ainda o efeito de contrair as fibras de colágeno já existentes, o que irá favorecer o resultado final.

Para que as sessões de radiofrequência tenham o efeito máximo, recomenda-se o reforço de alimentos ricos em proteínas na sua dieta diária, bem como a toma de um suplemento de colágeno.

É importante referir que há certos casos onde a flacidez é uma característica genética, comum a outras mulheres da família, como irmãs, mãe ou avós, onde os resultados deste tratamento podem não ser os esperados.

Cuidados a ter durante o tratamento da flacidez

Durante o período em que realiza o tratamento para a flacidez, é importante ter alguns cuidados, de modo a criar todas as condições para o sucesso do tratamento. Confira de seguida alguns cuidados a ter para acabar com a flacidez.

aplicar cremes próprios para a flacidez, à base de colágeno ou silício, nas regiões afetadas com maior grau de flacidez, já que irão promover um resultado mais satisfatório;

reforçar a ingestão de alimentos proteicos na dieta diária, já que as proteínas são essenciais para a formação dos músculos que irão preencher o espaço deixado pela pele flácida;

praticar atividade física regular, de preferência orientada por um profissional, de modo a tonificar a sua massa muscular na área afetada;

aumentar a ingestão de água, de modo a manter a pele sempre hidratada.

Fotos Antes e Depois

Saiba mais sobre:
A informação foi útil? Sim / Não

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.
Autores
Drª Raquel Pires (Nutricionista - CRN-6 nº 23653)

Nutricionista Clínica - CRN-6 nº 23653

A Drª Raquel Pires é Nutricionista, Health Coach e Personal Diet, com grande experiência em atendimento em consultório e Idealizadora do Projeto ESD (Emagrecimento sem Dor).

Formação Acadêmica

- Graduada pela Universidade Santa Úrsula. - Pós Graduada em Nutrição Clínica. - Pós Graduada em Prescrição de Fitoterápicos e suplementação Nutricional Clínica e Esportiva. - Pós Graduada em Nutrição Aplicada ao Emagrecimento e Estética.

Também pode encontrar a Drª Raquel no Linkedin, Facebook e Youtube

Marcação de consultas 88-99685-0858