Como Alimentar a Criança

Como alimentar a criança é uma pergunta que muitos pais fazem quando têm crianças pequenas, especialmente porque os cuidados alimentares em idades em que o bebê ainda é pequeno podem ter um impacto significativo na vida futura do bebê.

Desde logo, deveremos tentar fazer com que o acto de comer seja visto pelo bebê como sendo algo divertido e que lhe provoque prazer. O bebê deverá conseguir associar a altura da alimentação como um momento que lhe dá gozo, e deverá conseguir associar esse momento a coisas positivas e a um momento de felicidade.

Assim, deveremos garantir que o bebê não se encontra sob qualquer tipo de pressão, e que no geral se sinta bem e relaxado.

Adicionalmente, a idade em que geralmente se começam a introduzir os alimentos é muito importante para o bebê, pois representa um marco e uma viragem no seu regime alimentar. A primeira relação e contacto que o bebê tem com a comida é muito importante, pois é uma experiência marcante e significativa.

As referidas primeiras experiências e contacto com novos alimentos iniciam-se geralmente aos seis meses, e irão reflectir-se durante toda a vida do bebê.

Para a alimentação infantil, deverá seguir-se um conjunto de regras importante:

  • Deverá manter uma conversa agradável com o bebê durante as refeições. Deverá sempre demonstrar interesse pelas suas diferentes reacções às conversas que vai tendo;
  • Evite insistir para que a criança coma, pois isso poderá ter um impacto negativo no bebê. No entanto, faça por oferecer ao bebê o mesmo alimento várias vezes em refeições diversas;
  • Quando introduzir algum alimento que seja novo, faça com que a criança o prove variadas vezes. Idealmente, tente que o bebê prove um mesmo novo alimento pelo menos cerca de 10 vezes. Isto é importante porque mesmo que o bebê tenha uma primeira reacção negativa a um alimento novo, é provável que com alguma insistência o bebê acabe por começar a gostar desse mesmo alimento;
  • Evite premiar a criança caso ela coma a refeição toda. A criança tem de ser educada desde muito cedo a que tem de comer porque está na hora de comer, e sob nenhum pretexto deverá ser premiada por ter comido toda a refeição que lhe preparou;
  • Procure utilizar pratos que sejam variados, nomeadamente ao nível da cor e da forma;
  • Procure utilizar alimentos de cores variadas nas refeições do bebê, já que isso poderá ser estimulante;
  • Evite oferecer ao bebê doces ou pão nos períodos que antecedem a hora da refeição. Nomeadamente, na meia hora anterior à refeição, já que isso poderá tirar a fome ao bebê;
  • Depois de a criança fazer um ano de idade, comece a deixar a criança comer sozinha. Faça isto mesmo que a criança demore mais a comer ou se suje, pois esta é a única forma de a criança aprender a comer sozinha em condições;
  • Evite que a criança interrompa a refeição por períodos de tempo que sejam superiores a 15 minutos, porque isso pode fazer com que o bebê perca de todo a vontade de comer;
  • Aguarde para que a criança solicite comida, levando-lhe a comida à boca, isto apenas no caso de se tratar de uma criança pequena ou um bebê.

Aconselha-se a que o biberão seja retirado depois dos dois anos de idade. Para além disso, logo a partir do primeiro ano de idade o bebê deverá ser estimulado a beber no seu próprio copo ou caneca.

Idealmente, o biberão deverá ser de todo removido entre os 18 e os 20 meses, mesmo por questões de saúde gerais relacionadas com a dentição do bebê.