O que fazer para aliviar os sintomas e curar a tricomoníase

A tricomoníase é uma DST bem frequente, sendo que a origem dela está na ação do protozoário Trichomonas vaginalis. Felizmente, o problema tem solução. Para isso, basta seguir a terapia indicada pelo urologista (no caso dos homens) ou ginecologista (em se tratando de mulheres).

Vale observar que, embora a doença também acometa o corpo masculino, ela é bem mais comum entre as mulheres. Geralmente, a cura é obtida mediante a adoção de um antibiótico. Um dos mais usados devido à eficácia é o metronidazol, que, além de ser um composto antiprotozoário, também é um bactericida. A prescrição médica prevê o uso do medicamento por cerca de 1 semana.

Nos homens a doença manifesta-se com um corrimento no pênis, sensação de queimação ao urinar, coceira ou irritação dentro do pênis. Nas mulheres geralmente provoca uma mudança no corrimento vaginal, com cheiro a peixe, dor ao urinar, irritação e dor na vagina.

Apesar da eficácia dos remédios antibióticos, também é interessante dar alguma atenção a alguns remédios naturais. O consumo complementar de compostos fitoterápicos acelera o processo de alívio dos sintomas característicos da tricomoníase. Entre esses sintomas, vale destacar:

  • corrimento vaginal com coloração amarelada;
  • sensação de coceira na região vaginal;
  • incômodo ao urinar;
  • dores durante a prática sexual.

Os remédios naturais mencionados na sequência ajudam a amenizar os sintomas da tricomoníase. No entanto, eles jamais devem ser utilizados isoladamente, sem o uso de antibióticos. Esse cuidado é apenas uma forma complementar e preventiva de garantir a remoção total dos agentes infecciosos responsáveis pela patologia.

Como Aliviar Os Sintomas E Curar A Tricomoniase

Suco de romã

Por exercer uma atividade no combate a parasitas que podem infestar o organismo, a romã é uma fruta muito bem-vinda. Para usufruir das propriedades medicinais da romã, basta preparar um suco. A bebida potencializa a ação antibiótica, promovendo uma melhora do quadro da paciente em um período bem mais curto.

Ingredientes

Para preparar esse delicioso suco, você só precisará de:

  • 150 ml de água;
  • 1 punhado de sementes da metade de uma romã.

Modo de preparo

Em um liquidificador, deposite as sementes e adicione a água. Em seguida, ligue o aparelho, mantendo-o ligado até que todas as sementes da fruta estejam maceradas. Com uma peneira, coe o líquido obtido para retirar os restos de sementes. Depois, basta beber!

É recomendável ingerir pelo menos 2 copos do suco de romã diariamente — durante 7 dias, no mínimo.

Outros benefícios da romã para a saúde

Apesar de poderosa, fato é que a romã está longe de ser a fruta mais consumida do planeta. Com relação à forma de ingestão mais usual, prevalece a utilização das sementes em chás ou sucos. Seja como for, é uma fruta que merece mais atenção, pois ela:

  • combate processos inflamatórios;
  • equilibra a pressão nas artérias;
  • diminui o risco de complicações nas hemodiálises;
  • fornece proteção natural contra a placa bacteriana;
  • evita a gengivite;
  • auxilia na cura de cânceres (de mama e da próstata, por exemplo);
  • equilibra os índices de colesterol do organismo.

Consuma iogurte

O iogurte é um dos melhores ingredientes naturais para eliminar o Trichomonas vaginalis, pois melhora a presença de boas bactérias na vagina, enquanto combate a infecção. Os lactobacilos presentes no iogurte também mantêm o equilíbrio do pH da vagina.

Inclua o iogurte natural (sem açúcar) nas suas refeições ou aplique diretamente na área afetada. O iogurte também contém proteínas e minerais que aumentam a imunidade e ajudam a eliminar as bactérias do corpo. (R)

Beba água de sementes de feno-grego

Outro elemento da natureza que auxilia no tratamento da tricomoníase é o chamado feno-grego (o popular fenacho). Trata-se de uma erva medicinal muito famosa por conta dos seus benefícios medicinais.

Um dos grandes atributos da planta consiste no fortalecimento dos mecanismos de defesa do organismo. Essa característica se torna essencial em um corpo que esteja sofrendo algum processo infeccioso.

Essa atuação do feno-grego é fundamental para potencializar os resultados propiciados pelo antibiótico. Como consequência, a recuperação da paciente acometida pelo protozoário da tricomoníase ocorre de uma forma mais rápida.

Ingredientes

Você só precisará de:

  • 300 ml de água;
  • fenacho — em sementes.

Modo de preparo

O preparo é bem simples. Tudo o que deve fazer é deixar as sementes da planta imersas em água por uma noite inteira. Pela manhã, basta passar a bebida através de uma peneira antes de tomá-la. Detalhe importante: você deve consumi-la em jejum.

Além de ingerir esta poderosa bebida, você ainda pode acrescentar as sementes da planta em diversos pratos. Uma dica saborosa: experimente adicionar as sementes a saladas.

Outra forma de consumo prática é o iogurte. Mas interessante mesmo é usar as sementes em algumas receitas de pratos egípcios, italianos e gregos. Assim como a romã, o consumo do fenacho também é responsável por melhorar bastante a saúde do corpo, como demonstramos a seguir.

Outros benefícios do feno-grego

  • estabiliza a concentração de açúcar na corrente sanguínea — algo essencial para os diabéticos;
  • equilibra os índices do colesterol;
  • fortifica os fios de cabelo;
  • diminui a probabilidade do desenvolvimento de doenças associadas ao sistema cardiovascular;
  • amplia o volume de leite gerado pelas mulheres que estiverem em fase de amamentação;
  • promove o emagrecimento corporal;
  • suaviza os incômodos e dolorosos efeitos sentidos pela mulher durante o período menstrual.

Chá de alho

A natureza antisséptica e antimicrobiana do alho funciona bem na inibição do parasita, proporciona alívio da coceira e do desconforto. O alho pode ser tomado cru ou usado na culinária.

A melhor forma de combater a doença recorrendo ao alho é:

Coloque 3 a 4 dentes de alho frescos esmagados num copo de água e deixe ferver durante 10 minutos. Esfrie, coe e beba. Este líquido é basicamente um chá de alho. Para facilitar a ingestão pode adicionar Stevia (evite o açúcar comum). Beba durante alguns dias, mas evite-o se tiver úlceras pépticas. (R)

Lavagem vaginal com vinagre de maçã

A maçã atua no organismo como se fosse um adstringente natural. Sob a forma de vinagre, a limpeza interna promovida pela fruta se torna ainda mais efetiva. Afinal, ela tende a facilitar a cura de diversas feridas. Há ainda uma vantagem extra para a mulher: a promoção do reequilíbrio do índice do pH na região da vagina.

Ingredientes

Para obter esse poderoso vinagre, você precisa providenciar os seguintes itens:

  • 1 pequeno recipiente fundo;
  • 150 ml de vinagre de maçã;
  • um pouco de água morna.

Modo de preparo

Adicione o vinagre de maçã e a água no recipiente e misture bem. Em seguida, lave a área vaginal com a mistura. O ideal é efetuar a limpeza sempre antes de usar o chuveiro. A frequência da lavagem dependerá da gravidade do conjunto sintomas. Em geral, pode-se aplicar a mistura na vagina até 3 vezes por dia.

Outras razões para utilizar o vinagre de maçã

Altamente concentrado em compostos antioxidantes, o vinagre de maçã é um forte aliado na luta contra os radicais livres. O composto também é importante na facilitação da digestão, já que contém uma quantidade generosa de enzimas. Por tudo isso (e muito mais), o vinagre de maçã também:

  • auxilia no processo de perda de peso;
  • deixa o cabelo mais brilhante;
  • ameniza as marcas causadas por manchas na pele, além de minimizar a coceira causa pela picada de insetos;
  • ajuda no tratamento da paroníquia, infecção que atinge as unhas após a remoção exagerada de cutícula.

Você acabou de conferir algumas ótimas contribuições de ingredientes naturais no tratamento da tricomoníase. Essa doença pode ser plenamente tratada. O ideal é que isso seja feito o quanto antes, pois ela pode colaborar para o surgimento de outras doenças sexualmente transmissíveis.