-->Como Armazenar o Leite Materno - Educar Saúde

Como Armazenar o Leite Materno

Publicado em 28/09/2014. Revisado por Drª Gizele Cunha (Pediatra, Alergologista e Pneumologista Infantil - CRM/SP: 116541) a 16 dezembro 2018

Como armazenar o leite materno de forma correta? Esta é uma das perguntas frequentemente colocadas pelas mães.

Em algumas situações poderá ser útil armazenar o leite materno, por diversos motivos. Caso a mãe tenha uma produção de leite que não seja regular ou essa produção seja insuficiente para o seu bebê, armazenar leite quando a sua quantidade é maior ou sobra poderá ser uma boa estratégia.

Igualmente, quando por algum problema ao nível físico a mãe não possa amamentar, a extracção de leite prévia poderá ajudar a resolver os problemas, recorrendo-se a técnicas como a translactação.

Também quando a mãe necessita de trabalhar e não pode amamentar o dia todo, o armazenamento de leite feito previamente poderá ser algo bastante indicado.

Primeiro que tudo, importa que se tenham alguns cuidados logo desde a extracção do leite. A mama de onde o leite irá ser extraído deverá ser massajada antes de ser realizada a extracção do leite propriamente dito, para que este flua de uma forma melhor e para que saia em maior volume.

Para tirar o leite deverá espremer a mama ou utilizar uma bomba concebida especialmente para o efeito de extracção de leite materno.

Depois de o leite ser retirado, este deverá então ser colocado num recipiente próprio para guardar este tipo de leite. Nas farmácias existem diversos recipientes para guardar o leite materno, que vêm devidamente selados e devidamente esterilizados. Um frasco de vidro poderá também ser uma opção desde que seja esterilizado e possua uma tampa de plástico.

A esterilização dos recipientes é sempre um factor bastante importante para que o leite possa ser conservado em boas condições e para que não se estrague.

Depois de escolhido o recipiente adequado e neste ser colocado o leite, o mesmo poderá ficar guardado cerca de 15 dias num congelador ou no frigorífico durante 12 horas. Deveremos tentar igualmente colocar o leite em locais que não sejam frequentemente mexidos. Por exemplo, devemos evitar colocar o leite no frigorífico na porta, devendo este antes ficar numa prateleira, mais imóvel.

Quanto à extracção do leite, deverá procurar retirar o leite após o bebê, para que possa estimular a produção de leite em quantidades cada vez maiores.

Saiba mais sobre:
A informação foi útil? Sim / Não

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.
Autores
Drª Gizele Cunha (Pediatra, Alergologista e Pneumologista Infantil - CRM/SP: 116541)

Pediatra, Alergologista e Pneumologista Infantil - CRM/SP: 116541

A Dra Gizele Ferreira Cunha é Graduada em Medicina pela Universidade de Ribeirão Preto - SP - 2004. Além disso possui:

- Especialização em Alergia e Imunologia Infantil pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (HCRP - FMRP - USP) – 2009.

- Especialização em Pneumologia Infantil pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (HCRP - FMRP - USP) – 2007.

- Especialização em Pediatria pela Universidade de Ribeirão Preto - 2006 .

Endereço: Avenida Senador César Vergueiro, 571 - Ribeirão Preto - SP - Email: cviver@bol.com.br - Telefone: (16) 33291337

Também pode encontrar a Drª Gizele no Linkedin e Facebook