Como Ensinar a Criança a Fazer Xixi no Penico

Revisado por Reinaldo Rodrigues (Enfermeiro - Coren nº 491692) a 14 dezembro 2018

Na hora de deixar a fralda e começar a fazer xixi no penico, é importante para os pais terem algumas dicas de como o fazer.

Uma das aprendizagens que mais tempo demora a apreender pelas crianças é a controlar a micção.

Ensinar uma criança a fazer xixi no penico ou a controlar-se até poder usar um vaso sanitário, demora algum tempo, sendo esta aprendizagem mais difícil do que aprender a fazer cocô no penico.

Pede-se por isso paciência e compreensão aos pais.

O treino para ensinar a criança a fazer xixi no penico deve começar por volta dos 20 meses.

O treino deve consistir em levar a criança ao penico em várias situações ao longo do dia, nomeadamente após ele acordar do sono da noite ou dos soninhos a meio do dia, antes e depois de cada refeição, e por fim, antes de se deitar à noite.

Ao fim de algum tempo com esta rotina a criança já conseguirá controlar a micção durante o dia, podendo ser trocadas as fraldas por cuecas ou calcinhas. Isto acontece habitualmente até aos 24 meses de idade.

A troca da fralda por cuecas ou calcinhas é um marco muito importante, já que estabelece um novo hábito e uma responsabilidade da criança.

Quanto ao controlo da micção durante a noite, esta pode ser conseguida por volta dos 24 meses.

Contudo, sendo esta a parte mais difícil do controlo da micção, é natural que haja crianças que possam demorar bem mais tempo até conseguir largar a fralda durante a noite, podendo ir até aos 3, 4 ou mesmo 5 anos.

Contudo, caso ele esteja a ter muita dificuldade em controlar a micção à noite, e não se vejam melhorias ou evolução, deve consultar o pediatra, pois este facto pode ser sinal de algum problema de saúde.

É importante referir que na hora de aprender a fazer xixi no penico, os meninos têm um pouco mais de dificuldade que as meninas, sendo normal que elas consigam mais depressa.

Além da bexiga dos meninos se desenvolver mais tarde, também o facto de o pénis do menino ser flexível torna o seu uso um pouco mais difícil de controlar.

É por isso natural que os meninos demorem um pouco mais de tempo a habituar-se ao penico que nas meninas.