Como Ensinar o Bebê a Entender seus Sentimentos

Nos primeiros meses, e até anos, as crianças ainda não entendem muito bem os seus próprios sentimentos.

Contudo, para que uma criança se desenvolva emocionalmente, tornando-se mais tarde num jovem e adulto equilibrado, é importante que ela aprenda desde cedo a sentir-se confortável com os seus sentimentos e a expressá-los naturalmente.

Os pais têm um papel fundamental neste processo, tanto estimulando os bebês a entenderem e a expressarem os seus sentimentos, como também, através do seu próprio exemplo.

Conheça de seguida como ensinar o bebê a entender seus sentimentos.

Atividade para ensinar o bebê a entender os seus sentimentos

Para realizar esta atividade, deve procurar em revistas imagens de adultos ou crianças a expressarem diferentes tipos de reações, como riso, susto, choro, triste, feliz, com a cara normal ou a fazer caretas, etc.

De seguida, recorte essas imagens e cole numa cartolina.

Depois de feito o cartaz, deve então conversar com o bebê acerca dos sentimentos de cada imagem, questionando-o antes sobre cada uma, e explicando depois a emoção associada.

De seguida, se o bebê já tiver a idade adequada, pode mesmo deixá-lo inventar uma pequena história com essas “personagens”.

Se ainda não tiver idade suficiente, pode ser mesmo a mãe a inventar a história, mas com a ajuda do bebê, que pode indicar quem será a personagem seguinte na história.

Acima de tudo, é importante que a história fale dos sentimentos de cada personagem, de modo que o bebê perceba e associe com o dia-a-dia.

As histórias são veículos fantásticos para a aprendizagem das crianças, já que elas são recordadas durante muito tempo.

Por isso, se a história tiver personagens com sentimentos fortes, essa história ficará ainda mais marcada na mente da criança, tendo um papel importante do seu desenvolvimento emocional.

VOLTAR PARA »
A informação foi útil? Sim / Não

Ajude-nos a melhorar a informação do Educar Saúde.

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.