Como escolher uma Casa de Repouso

Revisado por Equipe Editorial a 13 janeiro 2018

Idosos – Como escolher uma Casa de Repouso:

O que é?

Uma casa de repouso é um local para onde os seus entes queridos poderão ter de ir quando deixarem de poder tratar de si próprios. Nessa altura, poderão necessitar de ajuda para executar actividades quotidianas como lavar-se, vestir-se e ir à casa de banho. Poderão ainda necessitar de cuidados mais especializados. Uma casa de repouso também pode ser designada por casa de saúde de longa duração, lar ou asilo.

Porque necessita de uma casa de repouso?

O seu ente querido poderá necessitar de ir para uma casa de repouso durante um curto período de tempo para recuperar de uma cirurgia. Por vezes, a casa de repouso pode tornar-se uma casa de saúde de longa duração. O seu ente querido poderá necessitar de executar exercícios especiais ou sofrer de uma doença de longo prazo que requeira uma ajuda regular. O seu médico dir-lhe-á se uma casa de repouso é necessária ou não.

Todas as casas de repouso são iguais?

As casas de repouso podem ser licenciadas para oferecer diferentes níveis de tratamento. Estes níveis podem ir desde a prestação de cuidados básicos até à assistência médica especializada. A casa de repouso deve estar em condições de proporcionar a terapêutica necessária aos seus entes queridos. O seu médico ajudá-lo-á a decidir qual o tipo de casa de repouso mais indicado para o seu familiar. Coloque ao seu médico quaisquer questões ou preocupações que tenha sobre a prestação de cuidados de saúde.

Como encontrar uma boa casa de repouso?

Antes de escolher uma casa de repouso, crie uma lista dos locais situados a cerca de meia hora de carro da sua casa. Telefone para estas casas de repouso, para ver se têm vagas, antes de as visitar. Poderá ter de visitar várias casas antes de seleccionar uma. Tire apontamentos para se poder lembrar da visita e para fazer as devidas comparações. Se possível, tire fotografias para mostrar ao seu ente querido.

O custo pode ser de grande importância para a escolha da casa de repouso. Procure saber se a casa se encontra licenciada para aceitar pacientes que necessitem de ajuda ou assistência médica. Informe-se acerca das tarifas, incluindo o preço mensal. Muitos serviços, tais como o serviço de lavandaria, de prestação de cuidados ao nível da implantação de cateteres e de prevenção contra escaras, poderão não estar incluídos no preço base. Estas tarifas extra podem ser muito dispendiosas.

Procure saber junto da delegação local do ministério da saúde se existem queixas contra as casas que está a considerar. Eis de seguida algumas fontes que o podem ajudar a seleccionar uma casa de repouso:

  • Associação de apoio à Terceira Idade.
    Amigos, familiares ou pároco.
    Pessoal hospitalar, assistente social ou o médico que acompanha o idoso.
    Associação de aposentados.
    Agência local de prestação de cuidados de saúde.

Coisas que gostará de ver ao visitar uma casa de repouso:

  • A atmosfera da casa é acolhedora e confortável.
    Divisões limpas.
    Camas e roupa de cama limpas e com cheiro a lavado.
    Casas de banho limpas.
    Residentes vestidos de forma asseada.
    Profissional de saúde vestido de forma asseada e afável.
    Os visitantes, os voluntários e o pároco são bem-vindos.
    Actividades para os residentes.

Pergunte se existe um calendário de actividades para os residentes. O calendário de actividades parece-lhe interessante? As actividades poderão incluir filmes, aulas ou saídas de grupo.

Inspeccione as salas das actividades para ver se há residentes a executar algumas actividades.
Inspeccione as salas de exercícios para ver se há algum profissional a dar apoio aos residentes.
A comida dos residentes é feita de acordo com as normas de higiene e a alimentação é saudável.

Uma cozinha limpa:

Uma sala de jantar agradável e limpa; comida com bom aspecto.
Um nutricionista para os cozinheiros, com o qual se possa falar acerca de necessidades específicas para determinadas dietas.
Apoio prestado aos residentes, durante as refeições, por profissionais. Há comida disponível entre as refeições?

Coisas que não gostará de ver ao visitar uma casa de repouso:

Barulho

Televisões com o volume demasiado alto.
Campainhas com o volume demasiado alto e incomodativas.
Profissional de saúde a falar e a rir alto.
Um ou mais residentes a gritar continuamente e, aparentemente, fora de controlo.
Átrios e salas com maus cheiros.
Salas de prestação de cuidados demasiado ruidosas e desarrumadas.
Residentes a dormir nos átrios, em cadeiras de rodas.
Coisas espalhadas pelo chão, passíveis de fazer cair alguém.
Quartos dos residentes desarrumados.
Tabuleiros ainda nos quartos, bastante tempo após a hora da refeição.
Objectos de higiene pessoal, como urinóis, fora do quarto.

Questões de segurança a analisar ao visitar uma casa de repouso:

Há alarmes contra incêndio?
Existe um sistema de aspersão de combate a incêndios?
Há extintores?
Existe um plano de evacuação visível para o caso de incêndio?
As saídas de emergência estão devidamente assinaladas?
As saídas são seguras para evitar que os residentes andem de um lado para o outro?
A segurança é suficiente?
As casas de banho possuem barras de apoio?
Há grades de segurança nas camas?
É permitido fumar?
Quando e onde é que é permitido?
Os residentes trazem fósforos e isqueiros consigo ou têm-nos nos quartos?
Outros factores a considerar aquando da visita à casa de repouso.
Certifique-se de que a temperatura dentro de casa possibilita um ambiente acolhedor e confortável.

Visite a casa a horas diferentes do dia.

Converse com os profissionais da casa de repouso para ficar com uma ideia do seu modo de estar e da forma como encaram o seu trabalho.

Pergunte-lhes há quanto tempo é que lá trabalham.