Como evitar o contágio da Catapora (Varicela)

Revisado por Reinaldo Rodrigues (Enfermeiro - Coren nº 491692) a 14 dezembro 2018

A Catapora ou Varicela é uma patologia clínica cuja causa provem de um vírus que infeta e afeta indiscriminadamente crianças e adultos.

Havendo um contágio, superficial ou não, a doença vai-se desenvolvendo em silêncio.

Quando é dado o alerta surgem os primeiros sintomas desta patologia clinica. Aí, temos de procurar ajuda medica e prevenir o contágio e infeção de outras pessoas.

Prevenção do contágio da catapora

– Não mexer ou tocar em feridas de pessoas infetadas com catapora

– Manter a devida distancia e medidas estipuladas pela comunidade medica e cientifica em relação a esta doença, em relação aos indivíduos infetados (1 metro de distancia aproximadamente)

– Afastar-se de locais fechados e isolados de entrada e saída de ar (transportes públicos, escolas, colégios, centros comerciais, hospitais, centros de atendimento, etc.)

– Preferir circular em locais ao ar livre em vez de locais fechados

– Ventilar bem os espaços públicos (locais de trabalho ou estudo)

– Evitar o uso de ar condicionado ou aquecimento

– Renovar sempre que possível o ar que inspiramos

– Evitar fumar

– Tomar medicação preventiva

– Pedir aconselhamento médico em situações críticas

– Informar-se e informar os outros que convivem diariamente connosco sobre a doença da catapora

– Fazer uma boa higienização

– Tomar a medicação corretamente

– Tomar a vacina para a catapora (existe no mercado em duas doses moderadas)

– Não tomar banhos quentes

– Evitar coçar a pele

– Manter as unhas limpas e cortadas (evita lesões mais profundas e afasta a hipótese de contagio por bactérias que se acumulam nas mãos)

– Tomar banho de água fria várias vezes por dia

– Evitar o sol nos períodos mais críticos

– Evitar suar e transpirar

– Evitar contato com pessoas se suspeitar de infeção

– Lavar as mãos várias vezes ao dia

– Tentar manter uma boa higiene para afastar os germes causadores da infeção e da transmissão da doença de catapora

– Ter cuidado com a alimentação (especialmente se houver lesões criticas na boca)

– Evitar alimentos que causem dor ou ardência em contato com a pele e com a boca

– Isolar-se das grávidas, crianças, bebes e idosos

– Ter especial atenção com as crianças e bebés sujeitos a exposição à doença da catapora (só podem ser vacinadosquando completarem 1 ano de vida)

Sintomas da doença da catapora

– Febre alta

– Cansaço e dores de cabeça constantes

– Mal-estar e má disposição constante e em excesso sem razão aparente

– Prostração

– Feridas e crostas na pele

– Erupções e eczemas

– Pele vermelha e infetada

– Coceira muito forte e intensa

– Liquido mal cheiroso na pele

– Desenvolvimento de pequenos herpes

Conheça os Óleos Essenciais que Atuam no Tratamento do Herpes Zoster

Medicamentos e tratamentos para curar ou prevenir a catapora

– Paracetamol (aos primeiros sintomas baixa a febre e impede que as feridas alastrem muito)

– Cremes, pomadas, hidratantes para evitar ou aliviar a coceira e a infeção

– Antialérgicos

– Aplicar compressas ou toalhas frias nas zonas afetadas ou parcialmente afetadas

– Anti-histamínicos

– Compressas frias

– Chás

– Mezinhas caseiras

– Banhos frios

– Sabonetes antisséticos

Normalmente o período de incubação e contágio da catapora é de cerca de 2 dias, até ao surgimento de infecções e erupções na pele. A crosta vai-se formando e deitando o pus para fora do organismo. A melhor maneira de prevenir é promovendo um afastamento e isolamento das pessoas com quem lida no dia-a-dia.

Continua » Catapora no Bebê