Como Remover Pelo Encravado

Revisado por Reinaldo Rodrigues (Enfermeiro - Coren nº 491692) a 14 dezembro 2018

Os pelos encravados são um problema muito comum nas mulheres, deixando a sua pele com uma aparência inestética, mas também, provocando algum incómodo, e nalguns casos, mesmo dor.

como remover pelos encravados

Um pelo encravado, como o próprio nome indica, é um pelo que ficou encravado na pele, não conseguindo sair. Por várias razões, ao crescer, um fio de pelo pode não conseguir quebrar a barreira cutânea, encurvando, e voltando para dentro do folículo.

Os pelos encravados provocam geralmente apenas pequenas irritações, contudo, muitas vezes são dolorosos, dando ainda um aspeto feio à sua pele. Além disso, se nada for feito, este problema pode agravar-se, levando ao desenvolvimento de uma inflamação.

O encravamento de pelos pode ocorrer em qualquer parte da pele, sendo no entanto mais habitual em locais como as virilhas, as axilas ou as pernas.

E apesar de qualquer pessoa poder sofrer com os pelos encravados, estes ocorrem mais frequentemente em pessoas com cabelos crespos, ou então, em pessoas que rapam ou depilam os seus pelos.

Se você tem frequentemente muitos pelos encravados, então há alguma causa por detrás que tem de ser tratada de modo a aparecerem menos vezes. Nestes casos, é importante consultar um médico dermatologista.

No entanto, se você é daquelas mulheres que tem pelos encravados apenas de vez em quando, então há formas de os tirar em casa, de uma forma segura e correta. Confira de seguida como remover pelo encravado.

Como remover pelo encravado

Se você está a tentar eliminar pelos encravados na virilha, axila, ou na zona púbica, em sua casa, é importante que o faça corretamente, caso contrário, estará a piorar a situação, provocando infeções ou deixando cicatrizes. Confira de seguida alguns métodos que poderá usar em casa para remover pelo encravado.

Aplicação de compressas

Neste método, é usado o aumento da temperatura e da umidade para ajudar a suavizar a pele e facilitar a saída dos pelos encravados. Comece por aplicar a compressa quente e úmida na região afetada, durante alguns minutos.

Após esse tempo, deve então molhar um pano com água quente e torcê-lo. De seguida, deve pressionar o pano contra os pelos encravados. Quando o calor do pano sumir, deve voltar a molhá-lo em água quente e torcê-lo, e pressionar novamente a região afetada.

Se você conseguir ver os pelos encravados debaixo da pele, isso significa que eles estão próximos da superfície. Assim, com este tratamento, a pele ficará mais suave e mole, e os pelos ainda mais perto da superfície. Se realizar este método corretamente, os pelos irão sair. No entanto, se ao fim de 10 minutos de aplicação da compressa, os pelos não saírem, então não conseguirá remover os pelos com este método.

Neste caso, deve consular um médico dermatologista para tratar o problema, ou mesmo perceber se há alguma origem mais séria pode detrás do problema.

Esfoliação

A esfoliação é um excelente método para ajudar a desencravar os pelos, já que irá retirar a camada mais superficial da pele, composta por células mortas, oleosidade e sujeira, que prendem o pelo. Ao esfregar a área afetada duas vezes ao dia, com um esfoliante, além de remover o que possa estar a prender o pelo, pode também ajudar o pelo a romper a barreira cutânea.

Tenha o cuidado de esfoliar o suficiente para conseguir os resultados pretendidos, sem no entanto causar sangramento.

Outra forma de usar a esfoliação para remover os pelos encravados é através da utilização de uma luva esfoliante, atingindo o pelo encravado em diversas direções. Para provocar o mesmo efeito pode também usar uma das seguintes técnicas:

– esfoliar as pernas com sal de cozinha;

– esfoliar a pele da área afetada com uma mistura de açúcar e azeite;

– esfoliar a pele com uma pasta formada por 2 a 3 comprimidos de Tylenol esmagados e água (deve esfregar esta pasta na zona afetada durante 1 a 2 minutos, enxaguando no final).

Agulha

Neste método para remover pelo encravado, deverá usar uma agulha esterilizada, ou então, uma pinça ou um aparelho próprio, de modo a conseguir puxar o pelo de uma forma suave. Comece por aplicar uma compressa morna na pele da zona afetada.

Isto irá ajudar a colocar a pele mais amolecida, e ao mesmo tempo, trazer o pelo para mais próximo da superfície. Se ao fim de algum tempo o pelo ainda estiver muito escondido, aplique a compressa quente e úmida durante mais algum tempo.

De seguida, com a agulha, procure colocar a extremidade do pelo para fora da pele. Pode demorar algum tempo até consegui-lo, mas deve ter a paciência e o cuidado necessário para não picar a pele desnecessariamente, nem arrancar o pelo.

Por vezes, é possível ver o encurvamento do pelo perto da superfície da pele, verificando-se assim que o pelo já está a crescer para dentro da pele, na direção errada. Nesse caso, o ideal é tentar passar a agulha na curva, puxando levemente, para que ela se solte. Mas atenção, se tiver muita dificuldade, não deve insistir, pois irá ferir a pele.

Existem agulhas próprias, que poderá comprar em lojas de produtos cosméticos, adequadas para desencravar pelos. Estas agulhas, com um final ligeiramente curvo, está preparada para entrar na pele e soltar facilmente o pelo encravado. Se não quiser gastar dinheiro, pode simplesmente dobrar a ponta da agulha que utiliza normalmente para este efeito.

Se em vez de uma agulha utilizar uma pinça, deve usar uma que seja chata ou pontuda, de modo a não causar tantos danos na pele à volta do pelo encravado. Por fim, tem também a opção de usar um aparelho médico giratório, específico para estes casos, que irá desencravar os pelos, sem danificar a pele circundante ou o folículo.

Remédios para a acne

Outro método que pode ajudar a remover os seus pelos encravados é a utilização de remédio para a acne. Como os pelos encravados são muito idênticos às espinhas, especialmente quando o encravamento tem pus associado, o remédio para a acne pode ter também um efeito semelhante.

Assim, deverá aplicar ácido salicílico ou peróxido de benzoílo na área afetada várias vezes durante o dia, ao longo de vários dias, combinando com uma esfoliação diária. Esta conjugação irá ajudar a reduzir o inchaço, aumentando assim o espaço disponível para o pelo crescer e furar a pele.

Os métodos apresentados podem ser bastante úteis e eficazes na maior parte dos casos. Contudo, por vezes há pelos encravados que não se conseguem retirar, devido ao facto de estarem localizados bem profundamente na pele. Nestes casos, deverá consultar um médico dermatologista, de modo a ser prescrito um tratamento adequado a esses casos.

Deverá também consultar um médico caso a inflamação associada ao pelo encravado persista após a sua remoção, ou então, se estender para além da zona onde está o folículo piloso.

Como prevenir o aparecimento de novos pelos encravados

Para impedir que a área de onde retirou o pelo encravado não volte a sofrer do mesmo problema, há um conjunto de cuidados que deve seguir. Assim, após desencravar um pelo, deverá lavar essa área com água morna e um sabonete hidratante.

Depois, deve colocar um antissético, para prevenir o aparecimento de quaisquer infeções. Deve ainda evitar usar roupas apertadas nessa zona, aplicar uma solução tópica diária, e ainda, fazer esfoliações regulares.

Dicas para prevenir o aparecimento de pelos encravados:

Os pelos encravados surgem por várias razões, estando especialmente relacionados com a depilação, nomeadamente com lâmina, mas também com a oleosidade da pele e com a utilização de roupas muito apertadas. Assim, se seguir algumas dicas no seu dia-a-dia, pode reduzir bastante as probabilidades de surgirem pelos encravados. Confira as nossas dicas:

– Ao fazer a depilação com lâmina, deve tentar não cortar muito rente à pele, pois os pelos mais longos são menos prováveis de encravar. Prefira um aparelho elétrico ou que tenha apenas uma lâmina, em vez de um que contenha várias lâminas.

– Aplique sempre um creme hidratante após a depilação se a pele ficar com pequenos caroços avermelhados ou com ardor. Pode também usar vaselina, pois terá um efeito semelhante.

– Deve usar produtos hidratantes não-comedogênicos na pele onde os pelos encravados costumam surgir, já que este tipo de produtos não obstrui os poros.

– É importante usar sempre um bom creme de barbear, existindo até produtos que têm propriedades que ajudam a prevenir o seu aparecimento.

– Quando fizer a depilação, utilize sempre uma lâmina nova em regiões mais sensíveis, como as virilhas.

– Sempre que usar a lâmina deve esterilizá-la, usando álcool ou água a ferver (o ideal é usar a água fervente, pois o álcool não consegue matar todos os germes). Deve ter sempre o cuidado de verificar a limpeza e a higiene da lâmina antes de a usar.