Acne durante a gravidez: O que fazer, como tratar

Revisado por Equipe Editorial a 1 outubro 2018

A acne é uma patologia clínica tratada de diversas formas. Depende da idade do paciente, do estado da doença e do seu historial clínico. Há formas gravosas e menos gravosas de acne. Os sintomas de acne não são transmissíveis de pessoa para pessoa, e não é portanto, uma doença contagiosa. Mas é incómoda e inestética.

Como tratar a acne na gravidez

A acne tem uma forte tendência para surgir em pacientes grávidas, apenas no período de gestação. É uma fase bastante crítica e que requer cuidados a dobrar, logo é preciso ter especial atenção aos medicamentos e tratamentos prescritos.

Os tratamentos devem ser maioritariamente de uso externo e atópico, pois a maior parte dos medicamentos de uso interno, que se podem receitar, são contraindicados para esta especial fase da vida.

Medicamentos e tratamentos contraindicados na gravidez para a acne

  • Ácidos e químicos
  • Lazer e luz pulsada
  • Radiofrequência
  • Tratamento com iões
  • Peeling
  • Medicamentos de uso interno
  • Radiação solar

No início da gravidez e durante todo o primeiro trimestre a pele tem tendência a piorar. As hormonas estão muito desenvolvidas e atingem níveis bastante elevados de produção. A pele tem oleosidade natural que vai aumentando e torna-se bastante sebácea. Tudo isso favorece ainda mais o aparecimento de acne na gravidez.

Tratamentos e dicas para a acne durante a gravidez

  • Sabonetes com ph neutros e não oleosos
  • Desaconselha-se o uso de maquilhagem
  • Máximo de 2 limpezas diárias da pele
  • Protetor solar que não contenha oleosidade
  • Cremes e hidratantes sem álcool, óleo ou perfume
  • Loções tónicas
  • Lavar e secar sempre bem o rosto e as mãos
  • Gotas e sprays neutros
  • Receitas caseiras
  • Aplicar compressas frias de chá ou outros
  • Máscaras
  • Sumos e vitaminas
  • Argila
  • Ácido acetilsalicílico usado em sabões e sabonetes
  • Ácido azelaico
  • Mistura de mel e arroz

Não se pode comprometer o desenvolvimento do bebé, por isso, todo o cuidado é pouco. Os tratamentos indicados são ótimos e fazem efeito. Os resultados São bastante reconhecidos e apreciados. Não chegam a importunar o normal desenvolvimento do bebé. É durante a noite que os tratamentos e a pele reagem e interagem melhor.

Durante os tratamentos para a acne a grávida deve evitar a exposição ao sol, hidratar-se bem, evitar locais públicos para se higienizar e consultar um dermatologista ou outro especialista.

As dicas e recomendações do médico devem ser seguidas à risca para uma recuperação melhor, mais eficiente e mais rápida. Se o tratamento for satisfatório há menos hipóteses de haver reincidências clínicas desta patologia, durante e após a gravidez.

A acne na gravidez é passageira e costuma ser leve. Pense apenas que é temporário e tem solução. Viva bem esta fase e abstenha-se do resto.