Conheça Algumas Dicas para Vencer a Celulite

Revisado por Equipe Editorial a 13 janeiro 2018

Como sabemos, a celulite é um problema bastante comum entre muitas mulheres, chegando deste modo a atingir 90 por cento das mulheres, no entanto este facto não quer dizer que este problema tão feminino não venha também a atingir os homens, simplesmente as mulheres encontram-se mais susceptíveis ao seu aparecimento.

Ler Também:

Crioeletroforese – Tratamento indicado para celulite
Óleo natural para acabar com a celulite
Creme Anti Celulite
Dicas para eliminar a celulite
Tratamento natural para diminuir a celulite e Suco anti-celulite
Radiofrequência tripolar

Afinal o que é a celulite

A celulite, vulgarmente conhecida por pele casca de laranja, é um problema que surge devido à acumulação de gordura em determinadas partes do corpo, nomeadamente, pernas, ancas, abdómen. Contudo apesar desta designação ser viável, a nível cientifico esta designação de celulite não está 100 por cento correto.

Vejamos, segundo a medicina, todos os problemas de saúde acabados na sílaba ite, são geralmente problemas que surgem devido à inflamação da área em questão. Podemos deste modo exemplificar da seguinte forma: otite: inflamação do ouvido, apendicite: inflamação do apêndice. Deste modo e tendo em conta tudo o que fora exposto, pode-se afirmar que a celulite tem uma denominação diferente daquela ao qual é associada diariamente. Isto porque, como sabemos, a celulite não é resultante de nenhum processo inflamatório.

Sendo assim, pode-se dizer que a celulite é um problema que surge devido a um elevado número de alterações orgânicas e funcionais que têm a sua origem na zona da derme e hipoderme. Como já fora referido a celulite – pele casca de laranja, pode surgir em diferentes partes do corpo, chegando mesmo a levar ao aparecimento de alterações cutâneas em casos mais avançados. Deste modo é também muito importante que fique a conhecer um pouco melhor a pele, pois só assim irá compreender os diferentes estágios da celulite.

Pele

A pele é o maior órgão do nosso corpo, tendo esta assim como principal função a protecção do organismo, podendo deste modo ser subdividida em três camadas de tecidos sobrepostos. Deste modo os tecidos que compõem a pele podem ser classificados da seguinte forma a epiderme, a derme e a hipoderme. Como sabemos, a primeira camada da pele, a epiderme tem como principal função o revestimento do corpo, bem como a sua protecção, enquanto que as outras duas camadas têm como principal função a nutrição, bem como o suporte. Deste modo esta camada superficial é composta por 5 diferentes tipos de células, podendo estas depois ser eliminadas através da realização de uma exfoliação corporal. Uma vez que a epiderme não possuí a sua própria circulação, esta só consegue ficar nutrida através da derme.

Quanto à derme, pode-se dizer que é a camada que se encontra entre a epiderme e a hipoderme, sendo deste modo considerada como a camada intermédia. Para além disso é na epiderme que se encontram as glândulas sudoríferas e sebáceas.

Por sua vez, a hipoderme é a camada mais profunda da pele, tendo esta assim como principal função a reserva de energia e protecção. No que toca à celulite, sabe-se que esta é a camada de pele responsável pelo seu aparecimento, pois apesar de na hipoderme ocorrerem inúmeros processos que levam a que haja um equilíbrio da pele, quando o nosso organismo sofre algumas alterações, os sistemas de reacção da hipoderme deixam de funcionar correctamente, podendo assim vir a interferir negativamente com as outras camadas de pele, originando assim a celulite.

Celulite- fases e localização

Como sabemos a celulite tem diferentes estágios, logo pode levar à alteração das substâncias que circulam nas veias, bem como nos vasos linfáticos. Para além disso a celulite pode também levar à alteração do aspecto da pele, deste modo poderão surgir pequenos nódulos que poderão alterar o aspecto natural da pele, dando-lhe assim um aspecto casca de laranja.

Deste modo a celulite pode classificar-se em 4 estágios diferentes. Vejamos:

1º estágio

Num primeiro estágio dá-se um aumento do volume das células do tecido de cariz gordo, devendo-se este à acumulação de gordura numa dada célula. Neste estágio não se verifica qualquer tipo de alteração a nível circulatório, dá-se unicamente um aumento da dilatação das células que fazem parte do tecido gordo. Nesta primeira fase, a celulite não apresenta quaisquer marcas sobre a pele, nem existe qualquer tipo de dor.

2º estágio

Dá-se um aumento da acumulação de gordura nas células. Nesta segunda fase já se começa a formar uma certa fibrose, podendo esta de acordo com o tempo e estado de evolução do problema dar origem ao aparecimento de pequenos nódulos. Para além disso, o segundo estágio é também caracterizado pela alteração da circulação sanguínea, uma vez que nesta fase, devido à acumulação de gordura dá-se um aumento da compressão da linfa, microveias e vasos sanguíneos. Deste modo nesta fase há um aumento do inchaço sobre as células gordas, para além disso, uma vez que o organismo não consegue eliminar correctamente todas as toxinas, estas vão ficando acumuladas no organismo e vão posteriormente dar origem a irregularidades sobre a pele, que apesar de não serem visíveis, são facilmente detectáveis ao toque, no entanto nesta fase também não existe qualquer tipo de dor.

3º estágio

Nesta etapa as células continuam a acumular gordura ao longo dos dias, dando-se assim um aumento constante do seu volume. Para além disso, nesta fase começam a aparecer mais alguns nódulos nas camadas mais profundas da pele. Contudo apesar destes surgirem nas camadas mais profundas da pele já podem ser vistos como pequenas irregularidades da pele. Nesta fase o tecido das células começa a endurecer, dando assim origem à fibrose, isto que de certa forma compromete um pouco a circulação sanguínea entre todos os tecidos. Para além disso, neste 3º estágio podem surgir microvarizes e vasinhos. Logo tendo em conta todas as alterações sofridas neste 3º estágio, poderão surgir algumas dores, sensação de pernas pesadas e muito cansaço.

4º estágio

Dá-se um inchaço acentuado das células gordas, devendo este essencialmente à acumulação excessiva de gordura. Para além disso, a fibrose no 4º estágio é muito mais acentuada que no 3º estágio, logo a circulação sanguínea entre todos os tecidos ainda ficará mais comprometida. Quanto ao aspecto da celulite, neste estágio ela encontra-se extremamente visível, encontra-se bastante dura, ficando a pele cheia de depressões e irregularidades, dando assim à pele um aspecto acolchoado. Nesta fase, para além destas alterações, sente-se bastante dor e cansaço sobre as pernas, isto mesmo que não se exerça qualquer tipo de esforço.

Como sabemos, todos os diferentes estágios conseguem-se detectar através do aspecto da pele. Deste modo no que toca ao tratamento é sabido que quanto mais cedo começar a tratar este problema melhor será para si. Isto porque, quanto mais tarde exercer um tratamento mais difícil será eliminar a celulite na sua totalidade.

Localização

Quanto à localização da celulite, e tal como já fora referido, a celulite tende a concentrar-se em partes específicas do corpo, zonas estas que se encontram maioritariamente visíveis e que causam um enorme desconforto para grande parte das mulheres. Deste modo a zona das ancas, abdómen e pernas, são as zonas mais afectadas por este problema tão indesejado pelo universo feminino. Apesar destes serem os sítios mais frequentes no que toca ao aparecimento da celulite, esta também pode aparecer na zona dos braços, apesar de ser uma zona pouco comum.

Faça o teste e saiba qual o seu grau de celulite

Saber qual o seu grau de celulite nunca foi tão fácil, para isso basta realizar unicamente o teste do beliscão. Este teste é bastante prático e simples de se fazer, pois para isso basta apertar uma determinada zona do corpo, nomeadamente as ancas e o abdómen com o dedo polegar e indicador. Essencialmente o que se pretende através da realização deste teste é verificar se surge alguma depressão ou furo na zona que fora beliscada.

Segundo Nurnberger Muller ao realizar o teste poderá saber o seu estágio de celulite da seguinte forma:

Grau 0: Findo o teste do beliscão o aspecto da pele permanece igual;

Grau I: Se estiver em pé ou sentada a sua pele não apresenta quaisquer alterações, porém após realizar o teste do beliscão, a pele apresenta pequenos furinhos;

Grau II: Se estiver deitada a sua pele não apresenta quaisquer irregularidades, contudo quando se coloca de pé, já são visíveis algumas depressões na pele;

Grau III: A pele já apresenta alterações, mesmo que não realize o teste do beliscão;

Grau IV: A pele já apresenta alterações bastante visíveis, mesmo que não realize o teste do beliscão, podendo assim ter um aspecto bastante acolchoado;

Já não é de hoje que se conhece o ditado popular: “Nós somos aquilo que comemos”, logo no que toca à celulite, este proverbio não poderia ser mais acertado, uma vez que o estado da celulite depende muito do que comemos. Deste modo temos para si algumas dicas que a poderão ajudar a atenuar este problema tão incomodativo.

– Beber cerca de 1,5 litros de água por dia;

Como sabemos, a água é um bem indispensável para o bom funcionamento do nosso organismo, pois ela é determinante para a sua hidratação e para a eliminação de toxinas. Logo pode-se concluir que quanto mais água beber, menos toxinas ficaram acumuladas, logo a gordura também se acumulará em menos quantidade.

– Reduzir o consumo de sal;

Tal como sabemos, o sal quando consumido em excesso, pode contribuir de uma forma bastante negativa no que toca ao bom funcionamento do nosso organismo, e o caso da celulite não é excepção, pois o sal quando consumido em demasia leva à retenção de líquidos, logo faz com que a celulite se desenvolva com maior facilidade. Deste modo, se não quer ter problemas de celulite, o melhor é mesmo banir o consumo de sal no seu dia-a-dia, dando assim preferência ao consumo de ervas aromáticas.

– Reduzir o consumo de alimentos muito gordurosos;

Gordura mais gordura é igual a celulite, logo não à nada melhor do que eliminar o consumo desses alimentos tão prejudiciais para a celulite, bem como para a sua saúde, deite de parte todo o tipo de frituras e todos os elementos com um elevado grau de gordura. Dê preferência a alimentos frescos e saudáveis, procure fazer uma alimentação rica em legumes, frutas, vegetais e carnes brancas, deite de parte também todos os doces, bebidas alcoólicas, bebidas gasificadas e açucaradas.

– Faça exercício físico regularmente;

Para além de ser óptimo para a sua saúde, o exercício físico é talvez um dos melhores remédios para a celulite, lembre-se sempre que nada se consegue sem esforço. Logo para dizer adeus à celulite uma simples caminhada diária de 30 minutos poderá vir a fazer a diferença.

– Consuma regularmente alimentos ricos em iodo;

O iodo é talvez um dos componentes mais eficazes no que toca ao tratamento da celulite. Deste modo, se quer prevenir ou atenuar a celulite, deve procurar incluir na sua alimentação  alimentos ricos em iodo, tais como: cenoura, batata, arroz integral, alface, agrião, alho, alcachofras, pêra, tomate, morango, cebola, gema de ovo, entre outros.

Como acabar com a celulite

Como sabemos, acabar com a celulite não é um processo fácil, contudo, hoje em dia já temos à nossa disposição uma grande variedade de tratamentos que nos permitem alcançar esse feito. Se bem, que é muito importante salientar que a celulite não se consegue eliminar totalmente, simplesmente consegue-se ir atenuando aos poucos, mais eliminar é de todo um processo impossível.

Hoje em dia temos à nossa disposição tratamentos a laser, a lipoaspiração invasiva, lipoaspiração não invasiva, massagens modeladoras (Leia: Auto massagem para celulite), massagens reafirmantes, entre muitos mais tratamentos, no entanto nem sempre é fácil recorrer a estes tratamentos, quer seja por uma questão de falta de tempo ou até mesmo por questões financeiras. Pois como sabemos qualquer tratamento requer um determinado tempo para que possa começar a surtir efeito, e nos dias que correm nem todas as pessoas têm as mesmas posses.

Contudo não desanime, pois para além das dicas que lhe apresentamos anteriormente, temos mais algumas dicas económicas que a vão ajudar a atenuar a celulite de forma bastante eficaz e com poucos gastos, basta ter um pouco de tempo para si e força de vontade.

– Adquira um creme anti-celulitico e realize diariamente uma massagem intensiva sobre a zona afectada. Para realizar este tipo de massagem não necessita de muita técnica ou prática, basta unicamente realizar uma massagem sobre a zona afectada, de modo a promover uma melhor circulação sanguínea, bem como a diminuição da retenção de líquidos.

No entanto, no que toca à escolha do creme, é muito importante que procure um creme que contenha alguns dos seguintes ingredientes, pois só assim este será eficaz. Deste modo dê preferência a cremes que contenham na sua composição gingko biloba, nanosferas, cafeína e castanha da índia.

– Se não tem tempo para ir ao ginásio, altere alguns hábitos no seu dia-a-dia, e vai ver que irá conseguir os mesmos resultados que poderia obter no ginásio. Deste modo, se possível vá a pé para o trabalho, evite a utilização de escadas rolantes, bem como elevadores, dê assim preferência às escadas normais;

Mais alguns truques que a ajudarão a prevenir a celulite

– Faça uma dieta rica em fibras, fruta, alimentos integrais e verduras;

– Prefira o consumo de carnes brancas e peixe;

– Elimine o consumo de gorduras e molhos;

– Elimine o consumo de doces;

– Beba bastantes líquidos, preferencialmente água;

– Evite o uso de roupas muito justas;

– Evite o uso de sapatos muito altos e apertados;