-->Conjuntivite alérgica - Tratamento, sintomas, prevenção e como tratar

Conjuntivite alérgica

Publicado em 20/03/2012. Revisado por Equipe Editorial a 13 janeiro 2018

A conjuntivite alérgica é uma inflamação no tecido que reveste as pálpebras (conjuntiva) devido a uma reacção causada por substâncias potencialmente alérgicas, como o pólen, pó e pêlos de animais.

Causas

Quando os seus olhos são expostos a qualquer substância à qual você é alérgico, é libertada histamina e os vasos sanguíneos na conjuntiva começam a inchar (a conjuntiva é a membrana incolor que cobre a parte branca do olho). Desenvolve-se rapidamente um vermelhão no olho que é normalmente acompanhado por comichão e lágrimas.

As alergias tendem a ser mais predominantes em algumas famílias que outras, apesar de não existirem formas de hereditariedade reconhecidas. A incidência da alergia é difícil de determinar, pois existem diversas condições que são normalmente chamadas alergias apesar de não o serem. Tenha em conta que coçar os olhos torna a situação pior.

Sintomas

Os sintomas podem ser sazonais e podem incluir:

• Olhos vermelhos
• Vasos dilatados nos tecidos mais claros que cobrem a parte branca do olho
• Comichão intensa e sensação de ardor
• Pálpebras inchadas, especialmente de manhã
• Lágrimas (olhos molhados)
• Secreções oculares viscosas

Exames e testes de diagnóstico

O seu médico pode procurar pelo seguinte:

• Certos glóbulos brancos, chamados eosinófilos, na pele, secreções ou urina
• Pequenos altos no interior das pálpebras (conjuntivite papilar)
• Testes positivos à pele em busca de alergénicos

Tratamento da conjuntivite alérgica

vermelhidão e coceira nos olhos causada pela conjuntivite

O melhor tratamento é evitar a exposição à causa da alergia ou alergénico. Infelizmente, isto nem sempre é prático. O desconforto pode ser aliviado ao aplicar pequenas compressas nos olhos ou tomando anti-histamínicos por via oral (existem muitos disponíveis para venda sem necessidade de receita médica). Se as medidas caseiras não ajudarem, pode ser necessário tratamento médico especializado. Este pode incluir:

• Gotas anti-histamínicas ou anti-inflamatórias colocadas directamente nos olhos
• Suaves preparações de esteróides oculares aplicadas directamente na superfície dos olhos (usado em caso de reacções mais severas)
• Gotas para os olhos que evitam que certos glóbulos brancos chamados mastócitos libertam histamina; estas gotas são administradas em combinação com anti-histamínicos para reacções moderadas ou severas.

Perspectivas

O tratamento normalmente alivia os sintomas. Contudo, este problema tende a voltar se a exposição ao agente alergénico continuar.

Possíveis complicações

Não existem complicações séries, ocorrendo apenas em certos casos um desconforto persistente.

Quando deve contactar um médico
Deve marcar uma consulta com o seu médico se sofrer de conjuntivite alérgica e esta não responder a tratamentos caseiros ou a medicamentos não sujeitos a receita médica.

Prevenção

A prevenção contra a conjuntivite alérgica consiste sobretudo em evitar contacto com o alergénico, se souber de que se trata. Em muitos casos, no entanto, isto é impossível visto que os agentes que causam a alergia estão por todo o lado, sendo impossível evitá-lo.

Saiba mais sobre:
A informação foi útil? Sim / Não

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.
Autores
Equipe Editorial

A essência da medicina não se restringe apenas ao diagnóstico e prescrição. A verdadeira missão está em informar, acolher, participar, apoiar e confortar as pessoas em suas dores e sofrimentos. Em ser uma referência técnica e humana em momentos de intensa insegurança e medo.

Todos os artigos desenvolvidos pela nossa equipe editorial são revisados por médicos da sua especialidade, esforçando-nos sempre para ser objetivos e apresentar os dois lados do argumento. Pode consultar a nossa equipe de especialistas Aqui

A nossa equipe concentra-se assim em garantir que o conteúdo, os produtos e os serviços fornecidos pela plataforma mantenham os mais elevados padrões de integridade médica, ajudando a garantir que todas as informações que o usuário recebe, sejam precisas, e baseadas em evidências, atuais e confiáveis.

Para além disso, todo o conteúdo é revisado e atualizado continuamente para garantir a sua precisão.

O processo de atualizações é simples.

Sabemos que os padrões de tratamento para algumas condições, como o câncer e a diabetes (por exemplo) mudam e estão em constante evolução, de modo que, existem conteúdos que devem ser revisados com maior frequência, de forma a garantirmos que a informação existente e recém-publicada reflita sempre as informações mais precisas e atuais. Saiba mais sobre nós Aqui

Se encontrou alguma imprecisão ou erro nos nossos conteúdos, informe-nos através da nossa página de Contato.