Cravos e Espinhas

Revisado por Equipe Editorial a 24 outubro 2018 - Publicado a 13 de novembro de 2014

Os cravos e as espinhas são um dos problemas mais habituais na pele de homens e mulheres, deixando-a com um aspeto feio e inestético.

Foto de Cravos e espinhas

Apesar de serem mais habituais na adolescência, especialmente devido a uma produção hormonal mais elevada, os cravos e espinhas podem surgir em qualquer altura da vida. Saiba mais sobre o que são e porque ocorrem os cravos e espinhas, e ainda, qual a melhor forma de as tratar.

Cravos e espinhas

Os cravos e espinhas surgem especialmente devido ao acúmulo de gordura na pele ou de sebo.

Este excesso sebo e gordura irá entupir os poros da pele, o que além de provocar os cravos, espinhas e pontos negros, irá também dar as condições ideais para o desenvolvimento de bactérias, inflamando e irritando a pele.

Este é um problema muito comum durante a adolescência, já que a elevada concentração de hormônios normal nesta fase da vida estimula as glândulas sebáceas da pele a produzir mais gordura.

Além disso, nas mulheres adolescentes, o aparecimento de cravos e espinhas pode piorar ainda mais quando o período menstrual começa a aproximar-se.

Contudo, e apesar de ser mais habitual em adolescentes, este problema pode também surgir noutras idades, especialmente após os 30 anos, devido a fatores genéticos, como uma pele mais oleosa.

Os cravos e espinhas são também habituais na gravidez, já que há um aumento dos níveis do hormônio progesterona, provocando uma elevação da oleosidade da pele.

Os cravos e espinhas podem surgir em várias regiões do corpo, sendo no entanto o rosto a zona mais afetada, especialmente na testa e no nariz.

Outras regiões onde podem aparecer cravos e espinhas são o colo, o pescoço, as costas, o peito e o ombro. Quando surgem em várias partes do corpo, os cravos e espinhas podem não ter a mesma gravidade, já que depende se são mais profundas ou superficiais.

Conheça: 18 Remédios Caseiros para Remover Cravos (Pontos Pretos) da Pele

Tratamento para cravos e espinhas

Se tem cravos e espinhas, deve antes de mais consultar um dermatologista, já que este irá prescrever o tratamento e medicamentos mais adequados para o seu caso.

Este tratamento terá como objetivo principal controlar a oleosidade da pele, de modo a evitar o acúmulo da gordura e sebo nos poros. Assim, além dos medicamentos receitados pelo médico, deve ter cuidados diários de limpeza e tonificação da pele, bem como de hidratação e proteção do sol através de produtos próprios, sem óleo na sua composição.

A alimentação deve também ser alvo de cuidados específicos, já que alimentos ricos em açúcar e gordura estimulam a oleosidade da pele. Opte por reforçar a sua alimentação com legumes, verduras e frutas, e ainda, beber no mínimo 1,5 litros de água todos os dias.