Depressão Nervosa

Revisado por Reinaldo Rodrigues (Enfermeiro - Coren nº 491692) a 14 dezembro 2018

A depressão nervosa ou depressão major é um tipo de perturbação do humor.

O Humor pode ser definido como uma emoção difusa e persistente que modifica a percepção do mundo.

O humor afeta o modo de agir (o comportamento).

O humor poderá também afetar o modo como se sente em relação a si próprio(a) e em relação à vida em geral.

A depressão é um estado de humor triste e infeliz, impossível de controlar. Mais do que uma alteração quantitativa, é uma alteração qualitativa.

Poderá sofrer de uma depressão caso se sinta bastante triste há, pelo menos, dois meses.

Causas da depressão nervosa

A depressão nervosa pode ser provocada por uma alteração stressante na sua vida. As mulheres (e ainda mais as casadas e com filhos) são mais propensas a sofrerem de depressões do que os homens.

Poderá ter mais probabilidades de sofrer de depressão caso:

Algum familiar tenha sofrido de alguma perturbação do humor.
Se encontre na faixa etária entre os 25 e os 44 anos de idade.
Abuse das drogas ou do álcool.
Tenha sofrido alguma perda recente, como a perda de uma pessoa ou do emprego.
Tenha acontecido algo de mau, como por exemplo um assalto.

Conheça Algumas Alternativas Naturais aos Antidepressivos

Sinais e sintomas de depressão nervosa

A depressão nervosa poderá começar de forma lenta. As outras pessoas poderão reparar nas alterações ocorridas antes mesmo da própria pessoa.

Os hábitos de sono, os hábitos alimentares, o peso e o nível de energia poderão alterar-se.

Os seus sentimentos em relação ao sexo, ao convívio com outras pessoas, ou em relação ao seu futuro poderão alterar-se.

Poderá chorar mais do que o habitual. Por vezes as pessoas que sofrem de depressão pensam em magoar-se a si próprias (suicídio) ou em magoar outras pessoas (homicídio).

Conheça As 5 Deficiências Nutricionais que Podem Causar Depressão

Diagnóstico – Como se Diagnostica

CID 10 – Nos Episódios Depressivos típicos a pessoa sofre de humor deprimido, perda de interesse e prazer e energia reduzida levando a uma fatigabilidade aumentada e actividade diminuída.

Cansaço marcante após esforços apenas leves é comum. Outros sintomas são:

  • concentração e atenção reduzidas;
  • estima e auto-confiança reduzidas;c) ideias de culpa e de inutilidade;
  • visões pessimistas do futuro;
  • ideias ou actos auto-lesivos ou suicídio
  • alterações do sono
  • alterações do apetite

Prevenção – Cuidados a ter

A consulta ao médico deve ser precoce no tempo, pois deste facto vai em parte depender o tempo de tratamento. Não tomar os chamados calmantes (Benzodiazepinas), de forma automedicamentalizada, pois podem agravar os sintomas depressivos.

Os chamados acontecimentos de vida devem ser lidados com ajuda do seu médico ou de pessoas que lhe são próximas, não esquecendo que lidar não implica forçosamente resolver.

Poderá ser necessário deixar temporariamente de trabalhar porque a sensação de incapacidade pode agravar os sintomas depressivos.

Ter em atenção os efeitos secundários da terapêutica, nomeadamente na utilização de máquinas ou condução.

Riscos e Complicações

  • Incapacidade para manter uma vida de relação satisfatória.
  • Tomada de decisões precipitadas e com repercussões negativas futuras.
  • Suicidio.

Tratamento da depressão nervosa

Poderá ser necessário efectuar análises ao sangue, fazer raios-x, um ECG ou uma TAC. Poderá e deverá ainda necessitar de tomar medicamentos para controlar a depressão – antidepressivos.

Começará por ser observado(a) numa clínica ou num consultório médico.

Poderá ser necessário consultar o médico 1 a 4 vezes por mês. Se pensar em magoar-se a si próprio(a) ou em magoar outras pessoas, contacte imediatamente o médico.

Poderá ser necessário recorrer ao internamento hospitalar para ser submetido(a) a tratamentos.

Conheça 10 Óleos Essenciais para Depressão

Lidar com a situação

É complicado aceitar que se sofre de uma depressão nervosa. Poderá, assim como os que lhe são próximos, sentir-se revoltado(a), triste ou assustado(a). São sentimentos normais.

Fale sobre eles com o médico, familiares ou com os amigos.

depressão nervosa

E você, já sofreu ou sofre com este problema? Partilhe suas dúvidas e experiências no fórum e ajude muitas pessoas a lidar com esta situação!

Leia também: Antidepressivo natural: 5 Chás com Propriedades Antidepressivas