Dermodepilação

Revisado por Equipe Editorial a 15 janeiro 2018

Quando se fala de dermodepilação entende-se imediatamente que se trata de um método de depilação a laser, reconhecido neste momento como um dos mais indicados para quem pretende eliminar de forma definitiva, ou quase, os pêlos do seu corpo.

dermodepilação definitiva

Todavia, a depilação a laser é mais complexa do que a maioria das pessoas faz parecer, sendo por isso necessário conhecimento pormenorizado sobre o assunto, de forma a fazer as melhores escolhas possível.

Por outro lado, a dermodepilação é também dos métodos mais procurados no momento, pelos resultados que apresenta ao lo ngo do tempo, mostrando-se um dos métodos mais eficazes de todos.

A forma como se processa o tratamento é também muito interessante, já que ao contrário do que acontece com outros métodos, a dermodepilação utiliza o calor para destruir o folículo piloso, garantindo assim o seu desaparecimento definitivamente.

O que é ?

Como já foi referenciado em cima, a dermodepilação é um dos muitos métodos de depilação a laser existentes no mercado, utilizando o calor para a sua acção, podendo ser utilizado tanto nos homens como em mulheres, independentemente do tom de pele e da zona do corpo, algo que ão é fácil de encontrar em outros métodos.

Este método usa um laser de Diodo, característica que permite que os pacientes o utilizem durante todo o ano, e não apenas durante alguns meses, como outros métodos.

Além disso, é o método menos doloroso, comparativamente aos restantes, focando-se na destruição do folículo piloso, pelo uso do calor, acumulando uma energia baixa, de forma progressiva e contínua, até que o folículo esteja completamente destruído.

Apesar de muitas pessoas compararem o método de laser tradicional e a dermodepilação, existem várias diferenças e características que os distingue significativamente para que os pacientes tenham a capacidade de escolher o método mais indicado para os seus casos.

Para os interessados, é imprescindível que conheçam ao pormenor as indicações deste método, nomeadamente: o tratamento pode ser feito em qualquer tipo de pele, por isso pode também ser aplicado durante todos os meses do ano, pois a pele bronzeada não tem qualquer tipo de interferência nos resultados finais.

Vantagens da dermodepilação

Qualquer tratamento estético, como é o caso da depilação, tem as suas vantagens e desvantagens, no entanto sendo que neste caso o que vai acontecer é a eliminação do pêlo que se encontra em excesso, as desvantagens da utilização de um método para o resultado final são praticamente nulas.

Por outro lado, a escolha acertada do método a usar podem ser a diferença entre resultados significativos e outros que não chegam ao objectivo do paciente.

Algumas destas vantagens já foram mencionadas em cima, mas nunca é demais voltar a referir, para que os interessados saibam exactamente as diferenças que existem em relação a outros pacientes.

A primeira vantagem, talvez a mais importante para a maioria dos interessados, é a possibilidade destes realizarem o processo em qualquer altura do ano, ao contrário de outros métodos de depilação, pois o mesmo não interfere minimamente com o tom de pele que geralmente surge nos meses de verão.

Contudo, os especialistas aconselham, como método de precaução para evitar problemas futuros, a exposição solar directa na área tratada, para evitar possíveis lesões e complicações após finalizar todo o processo.

A outra vantagem, igualmente importante para os interessados, é o facto destes poderem usar a dermodepilação em qualquer parte do corpo, independentemente do sexo, ou seja, este poderá ser aplciado nas pernas, músculos, virilhas, braços ou axilas, dependendo do desejo.

Por último, mas uma vantagem muito interessante, para os interessados que têm pouco tempo, é o facto das sessões de tratamento serem realizadas em relativamente pouco tempo, aproximadamente uma hora, não sendo necessário qualquer tipo de repouso ou condicionantes após as mesmas, podendo os pacientes fazerem a sua vida normal a partir do momento em que saiam da clínica onde o fizeram.

Tipos de Dermodepilação

Atualmente existem duas formas de tratamento de dermodepilação, sendo muitas mencionadas como os tipos de dermodepilação possível, sendo elas: a dermodepilação com luz pulsada e a dermodepilação à base de calor, cada uma delas com as suas vantagens, características e cuidados específicos.

Os interessados devem conhecer cada uma destas formas de tratamento, aconselhando-se com especialistas, sabendo qual é a mais indicada para os seus objectivos e para as suas intenções com o tratamento.

Dermodepilação com luz pulsada

É provavelmente o método de dermodepilação mais utilizado e mais popular entre as várias clínicas que disponibilizam o mesmo.

Neste caso é usada uma tecnologia que utiliza uma fonte de luz pulsada bastante intensa, aplicada directamente no pêlo, produzindo assim um dano irreversível na sua estrutura, impedindo que o mesmo volte a crescer.

A vantagem deste método é que o feixe de luz usado incide apenas no folículo do pêlo, destruindo-o por completo, sem afectar o tecido à sua volta, representando uma foto-dermolise selectiva, sem efeitos secundários e com resultados extremamente eficazes.

Dermodepilação à base de calor

Este método não é tão imediato como a luz pulsada, isto é, neste caso a dermodepilação é feita à base de calor, aplicando progressivamente a tecnologia até destruir o folículo do pêlo, porém os resultados demoram mais a surgir.

Na maior parte das vezes o anúncio deste método é feito como laser de Diodo, acumulando fontes de energia de uma forma progressiva, até que o folículo seja afectado, no entanto neste caso a energia não é aplicada com luz, mas sim através do aparelho em movimentos constantes, longitudinais e circulares, várias vezes, até os resultados começarem a surgir.

Diferenças entre dermodepilação e depilação a laser

A grande maioria das pessoas associa a dermodepilação à depilação a laser, não sendo um erro crasso, é importante distinguir as características da mesmas, apresentando as diferenças, seja na tecnologia usada, nos métodos e principalmente nos resultados finais.

A principal diferença é a longitude de onda utilizada no tratamento, o que em termos práticos significa que os especialistas devem ter mais conhecimentos, certificados e formação necessária para poder utilizar as tecnologias de forma a não causar problemas futuros.

Mesmo com toda a propaganda e anúncios sobre a eliminação definitiva dos pêlos com a depilação a laser, é do conhecimento geral que nem sempre é assim e podem existir casos em que é mesmo complicado de eliminar os mesmos com várias sessões.

Por outro lado, a dermodepilação é um dos melhores sistemas neste momento para eliminar os pêlos com alta duração de resultados, usando métodos muito rápidos e cómodos, ao contrário de alguns tratamentos a laser que podem ter dor associada.

Por último, mas extremamente importante, é a possibilidade dos interessados realizarem o tratamento em qualquer parte do corpo, sem restrições, ao contrário do que acontece com a depilação a laser.

A dermodepilação pode ainda ser usada para tratamento de patologias de crescimento forma do normal dos folículos pilosos, sendo que estes estão geralmente associados a problemas de hirsutismo, uma situação que geralmente requer tratamentos bastante complexos.

Recomendado » Eliminar os Pelos Definitivamente de Forma Natural