Descolamento da Retina

Revisado por Equipe Editorial a 13 janeiro 2018 - Publicado a 18 de março de 2011

O descolamento da retina é causado pela separação da retina e da coróide que pode conduzir à cegueira. Trata-se da separação da superfície interior da parte posterior do olho – a retina – da camada do fundo – a coróide – causada pelo aparecimento de líquido entre as duas. A coróide sustém a retina, daí que o descolamento permanente lese a retina. A retina contém as células detectoras da luz que nos permitem ver, por isso se ela for lesada, a cegueira é a consequência na zona de descolamento.

Causas do descolamento da retina

O líquido aparecer por debaixo da retina é quase sempre o resultado de um orifício, rotura ou rasgão na retina. Isto pode dever-se a uma rotura natural ou porque a retina está a ser forçada por traves de tracção no gel vítreo – o líquido por detrás do olho. Normalmente, isto acontece nos altos míopes, que com frequência têm retinas finas com áreas de rotura. Pontualmente, o descolamento da retina segue-se a uma forte lesão no olho.

Sinais e sintomas de descolamento da retina

O descolamento da retina é indolor. O único sintoma é o distúrbio da visão. Aparecem flashes de luz justamente antes do descolamento,. Eles são normalmente observados nos bordos exteriores do campo de visão e são frequentemente acompanhados por uma grande quantidade de manchas escuras flutuantes – moscas volantes. Estes sintomas de aviso podem não acontecer e o primeiro sinal pode ser a descrição clássica do descolamento da retina uma cortina negra em sentido ascendente e descendente ou surgindo lateralmente, turvando a visão.

Diagnóstico – Como se Diagnostica:

O descolamento da retina é visível mediante um exame realizado através de um instrumento designado por oftalmoscópio indirecto. A localização exacta de todos os orifícios deve ser conhecida através de exames adequados e por meio de mapeamento da retina antes da cirurgia.

Cuidados a ter:

Os orifícios e rasgões que ameaçam causar o descolamento podem ser vedados e reparados com um laser oftálmico

Riscos e Complicações:

O descolamento da retina que não é tratado normalmente evolui até a cegueira completa no olho afectado.

Tratamento do descolamento da retina:

Quando o descolamento está instalado quase sempre implica uma intervenção cirúrgica (cirurgia). A camada exterior do olho que reveste o descolamento é comprimida com uma pequenina esponja, de silicone macio e cosida no seu exacto lugar pelo exterior. Este procedimento permite absorver o líquido subretiniano e a retina é reposta no seu lugar. A aplicação de frio na área – criopexia – pode favorecer uma inflamação que normalmente recoloca a retina no seu lugar.

Recuperação

Após a operação, é necessario manter ambos os olhos vendados durante um período de tempo, de forma a garantir e maximizar  a total recuperação do olho afectado. Depois de se retirar a ligadura e enquanto durar a convalescença, é recomendado a utilização de óculos escuros e evitar a realização de exercícios bruscos ou o levantamento de objectos pesados durante algum tempo. O resultado da cirurgia depende da precocidade com que é efectuada. Caso se actue a tempo, pode-se obter a recuperação total da visão.

A recuperação é lenta e a visão pode levar alguns meses a melhorar ou não…