Desenvolvimento do Bebê – 10 Semanas de Gestação

Ao atingir as 10 semanas de gestação, a gravidez encontra-se já com 2 meses. Apesar de o feto ainda ser bastante pequeno, nesta fase do seu desenvolvimento já pode ser visto através de uma ultrassonografia.

Por esta altura, o embrião continua a desenvolver-se e a definir-se rapidamente, revelando alterações de dia para dia.

Conheça estas e outras características do desenvolvimento de um bebê com 10 semanas de gestação, e confira ainda as alterações sofridas pela gestante.

Desenvolvimento do feto com 10 semanas de gestação

Às 10 semanas de gestação, o feto tem já 5 cm de comprimento. Nesta fase o crescimento e desenvolvimento do feto são bastante rápidos, revelando transformações diárias.

Apesar de a cabeça ainda ser bastante desproporcional em relação ao resto do corpo, o rosto começa a definir-se, com os olhos a aproximarem-se um do outro, e a desenvolverem pálpebras.

Quanto às orelhas, estas começam também a deslocar-se para a sua posição correta. Ao atingir as 10 semanas de gestação o bebê tem já um pescoço mais longo, que lhe permite virar a cabeça para os lados e para a frente.

As extremidades dos membros do bebê, os dedos dos pés e das mãos, estão agora separados. O bebê já se movimenta bastante. Contudo, sendo ainda tão pequeno, esse movimento ainda não é sentido pela mãe.

Por esta altura, a placenta que permite a chegada e saída de sangue do bebê através da mãe, tem também a capacidade de filtrar as substâncias nocivas que possam estar no sangue materno.

Contudo, é importante referir que a placenta não consegue evitar a entrada de todas as substâncias prejudiciais, e como tal, a gestante deve ter o cuidado de não tomar medicamentos não prescritos, álcool e drogas.

Alterações na gestante com 10 semanas de gravidez

Nesta fase da gravidez, é normal a gestante continuar a ter alguns dos sintomas iniciais, especialmente os enjoos. Nas 10 semanas de gestação, a grávida pode começar a sentir dores na barriga e nas costas, provocada pelo estiramento dos ligamentos do útero.

Este estiramento é normal, tendo em conta o crescimento do bebê e a expansão do útero.

Nesta fase podem também começar a aparecer inflamações nas gengivas, muito comuns durante a gestação. Estas inflamações notam-se sobretudo através do aparecimento de sangue durante a escovagem dos dentes.