Desenvolvimento do Bebê – 13 Semanas de Gestação

Revisado por Equipe Editorial a 24 outubro 2018

Quando o feto atinge as 13 semanas de gestação (3 meses de gravidez), o seu corpo continua desenvolver-se, com os vários membros a ficarem cada vez mais definidos.

Nesta fase, a cabeça é ainda metade de todo o corpo do feto, e o pescoço começa a desenvolver-se, permitindo o movimento de rotação da cabeça.

Confira em baixo estas e outras características do desenvolvimento de um bebê com 13 semanas de gestação, além das várias alterações sofridas pela gestante.

Desenvolvimento do feto com 13 semanas de gestação

Ao atingir as 13 semanas, o feto tem aproximadamente 14 g de peso e 5,4 cm de comprimento, medidos desde as suas nádegas até à cabeça. Nesta fase os pés e as mãos estão já formados, amadurecendo nas semanas seguintes.

No entanto, os dedos polegares são ainda bastante diferentes dos restantes dedos. Quando ao seu desenvolvimento muscular, ósseo e articular, estas estruturas encontram-se cada vez mais rígidas e fortes.

Nesta fase do seu desenvolvimento, o feto começa a ter uma forma mais próxima à de um bebê recém-nascido, tendo já um rosto definido. Uma ecografia às 13 semanas permite já ver a suas expressões faciais.

No que diz respeito ao funcionamento do seu organismo, o bebê tem já a capacidade de produzir uma pequena quantidade de glóbulos brancos.

Contudo, esta quantidade é ainda muito pequena, estando o feto dependente dos glóbulos brancos da mãe para se defender perante as ameaças invasoras causadoras e infeções.

Quanto ao seu sistema excretor, os rins e a bexiga já funcionam corretamente, produzindo e eliminando urina aproximadamente a cada 30 minutos.

A urina é expulsa para dentro da bolsa amniótica onde se encontra o bebê, sendo depois eliminada pela placenta. Nesta altura, o sistema nervoso central do bebê está já completo, desenvolvendo-se plenamente até atingir um ano de idade após o nascimento.

É comum o médico obstetra realizar um ultrassom morfológico às 13 semanas, com o intuito de observar e avaliar detalhadamente o desenvolvimento do bebê. Este ultrassom permite ainda identificar possíveis malformações e doenças genéticas.

Alterações na gestante com 13 semanas de gravidez

Apesar de a fase mais incómoda já ter passado, a grávida tem agora outras alterações com que se preocupar.

A alimentação da grávida é muito importante nesta fase, já que necessita de seguir uma dieta equilibrada e saudável, que forneça tudo o que o seu corpo e o corpo do bebê necessitam, impedindo ainda que engorde para lá do que é recomendável.

Ao atingir a 13ª semana da gestação, o aumento de peso ideal é de 2 kg. Como tal, se já ultrapassou este valor, deve começar a praticar exercício físico adequado e a evitar alimentos ricos em gordura e açúcar.

Uma alimentação saudável e a prática regular e adequada de atividade física é fundamental para a sua saúde, bem como pata a saúde do bebê.

A partir das 13 semanas, é também importante começar a reforçar a ingestão de alimentos ricos em cálcio, como leite, laticínios e suco de couve crua, para promover o crescimento e desenvolvimento ósseo do bebê, mas também, para compensar a perda de cálcio do seu próprio corpo.

Nesta fase é ainda normal a gestante ter algumas pequenas falhas na memória recente e veias salientes na barriga e nos seios.