-->Desenvolvimento do Bebê - 37 Semanas de Gestação - Educar Saúde

Desenvolvimento do Bebê – 37 Semanas de Gestação

Publicado em 21/08/2014. Revisado por Drª Camille Rocha Risegato (Ginecologista e Obstetra - CRM SP-119093) a 16 dezembro 2018

Ao chegar às 37 semanas de gestação, a gravidez tem já 9 meses, e o bebê pode nascer a qualquer altura.

Nesta fase o seu desenvolvimento está completo e o bebê está preparado para nascer.

Contudo, ele pode permanecer mais algum tempo na barriga da mãe, crescendo e ganhando peso. No entanto, caso isso aconteça, os médicos obstetras não deixam normalmente passar as 41 semanas de gestação, induzindo o parto.

Conheça aqui as características do desenvolvimento de um feto com 37 semanas de gestação, e confira as alterações sofridas pela gestante.

Desenvolvimento do feto com 37 semanas de gestação

Ao atingir as 37 semanas de gestação, o bebê tem um peso aproximado de 2,9 kg, e tem cerca de 48 cm, medidos do calcanhar à cabeça.

Nesta altura o seu desenvolvimento está completo, e a sua aparência é idêntica à de um bebê recém-nascido. O próprio comportamento do feto já é muito semelhante ao de um bebê já nascido, dormindo, abrindo os olhos e bocejando quando está acordado.

Os seus órgãos estão todos formados e a funcionar plenamente, e como tal, caso nascesse às 37 semanas, já seria considerado um bebê de termo e não um bebê prematuro.

Nesta fase do desenvolvimento do feto, o bebê já treina a sua respiração, inspirando e expirando líquido amniótico. Como ainda se encontra dentro do útero materno, os nutrientes e o oxigénio continuam a ser recebidos através do cordão umbilical.

Alterações na gestante com 37 semanas de gravidez

Estando tão próximo da data do parto, nesta altura da gravidez é conveniente ter já as malas da mãe e do bebê prontas. Assim, quando chegar a hora de ir para a maternidade, não terá de se preocupar com isso.

Nesta fase, a gestante já não sente grandes diferenças de uma semana para outra. Assim, nesta altura terminal da gravidez, a gestante continua a sofrer muitas dores de costas e dores musculares, ficando muito facilmente cansada.

Além disso, devido à pressão do peso do bebê sobre a bexiga, a grávida tem muitas vezes vontade de urinar.

É recomendado que a grávida se alimente corretamente, de modo a ter força e energia para o dia do parto e para os primeiros dias de vida do bebê. É assim importante que tenha uma dieta equilibrada e saudável, se hidrate convenientemente, e descanse bastante.

Saiba mais sobre:
A informação foi útil? Sim / Não

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.
Autores
Drª Camille Rocha Risegato (Ginecologista e Obstetra - CRM SP-119093)

Ginecologista e Obstetra - CRM SP-119093

Dra Camille Vitoria Rocha Risegato - CRM SP nº 119093 é formada há 14 anos pela Fundação Técnico Educacional Souza Marques, Rio de Janeiro.

Dra Camille mudou se para São Paulo onde realizou e concluiu residência médica em Ginecologia e Obstetrícia (RQE nº 25978) no Centro de Referência de Saúde da Mulher no Hospital Pérola Byington em 2007.

Em 2008 se especializou em Patologia do Trato Genital Inferior nesse mesmo serviço. Ainda fez curso de ultrassonografia em ginecologia e obstetrícia na Escola Cetrus.

Trabalha em setor público e privado, atendendo atualmente em seu consultório médico particular situado na Avenida Leoncio de Magalhães 1192, no bairro do jardim São Paulo, zona norte de São Paulo.

Também pode encontrar a Dra Camille no Linkedin, Facebook e Instagram

.