-->Desporto - Proteja-se! - Educar Saúde

Desporto – Proteja-se!

Publicado em 18/06/2010. Revisado por Drª Raquel Pires (Nutricionista - CRN-6 nº 23653) a 8 dezembro 2018

Proteja-se!

Muitas práticas desportivas implicam o uso de protecções, de forma a evitar lesões. Conheça algumas.

Longe vão os tempos, nas Olimpíadas da Grécia Antiga, em que os atletas prestavam as suas provas totalmente nus. Actualmente, além do óbvio vestuário e calçado, elaborados já para melhorar a performance desportiva, outros apetrechos ajudam a evitar lesões e muitas nódoas negras: as protecções.

As protecções para os genitais – a coquilha – são das mais importantes, uma vez que uma pancada forte nessa zona pode, além da previsível dor, provocar derrames.

Sem perder dentes

Nos desportos de contacto, os dentes são dos primeiros a sofrer o impacto de agressões e gestos mais maldosos, pelo que é usual usar protecções dentárias.

A cabeça merece também uma grande preocupação no que diz respeito a protecções. No ciclismo é habitual utilizar o capacete, dada a probabilidade de quedas e possíveis consequências prejudiciais para o praticante. Estes capacetes são, muitas vezes, postos de lado pelos ciclistas, uma vez que podem causar alguns problemas a nível aerodinâmico. No entanto, tal medida é altamente prejudicial, podendo ter graves consequências.

No hóquei em patins, por exemplo, é também utilizado o capacete, neste caso apenas pelo guarda-redes, uma vez que está normalmente a um nível inferior dos restantes jogadores, tendo assim mais possibilidades de ser atingido por uma bola. Este capacete tem a particularidade de apresentar uma máscara que protege também a face. O guarda-redes utiliza também diversas protecções corporais, principalmente um peitilho, que resguarda o peito e os ombros. Todos os jogadores deste desporto apresentam luvas, caneleiras e joelheiras almofadadas, para melhor absorver os impactos.

Publicidade

Diferentes tipos de caneleiras são também utilizados pelos praticantes de futebol. Actualmente essas peças são desenhadas para cada jogador, de forma a melhor encaixarem na perna.

De espada em punho

Publicidade

A esgrima é um dos desportos cuja prática seria bastante dolorosa se não existissem protecções. Todo o fato é elaborado a partir de algodão bastante grosso e resistente, existindo também uma protecção do tronco elaborado a partir de kevlar, material normalmente utilizado nos coletes anti-bala. Além disso utilizam-se luvas, que protegem as mãos e parte do antebraço. A máscara de rede, que é aliás uma das marcas do desporto, é obrigatória. No caso das mulheres é utilizada uma protecção adicional para os seios.

Embora não seja considerado uma protecção «pura», uma vez que não atenua os efeitos de impactos exteriores, o cinturão utilizado nos desportos de força, como o halterofilismo, protege também contra lesões. Aplicado na região lombar, evita o aparecimento de mazelas derivadas do grande esforço.

Concluindo: se for praticar algum destes desportos, proteja-se. Afinal é para isso mesmo que existem as protecções.

Saiba mais sobre:
A informação foi útil? Sim / Não

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.
Autores
Drª Raquel Pires (Nutricionista - CRN-6 nº 23653)

Nutricionista Clínica - CRN-6 nº 23653

A Drª Raquel Pires é Nutricionista, Health Coach e Personal Diet, com grande experiência em atendimento em consultório e Idealizadora do Projeto ESD (Emagrecimento sem Dor).

Formação Acadêmica

- Graduada pela Universidade Santa Úrsula. - Pós Graduada em Nutrição Clínica. - Pós Graduada em Prescrição de Fitoterápicos e suplementação Nutricional Clínica e Esportiva. - Pós Graduada em Nutrição Aplicada ao Emagrecimento e Estética.

Também pode encontrar a Drª Raquel no Linkedin, Facebook e Youtube

Marcação de consultas 88-99685-0858

Publicidade