Desportos Radicais na neve

Publicado em 17/06/2010. Revisado por Drª Raquel Pires (Nutricionista - CRN-6 nº 23653) a 8 dezembro 2018

Desportos Radicais na neve

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

Os Desportos radicais não são exclusivamente sinónimos de Verão. Conheça algumas «radicalidades» na neve. Todos os desportos necessitam de determinados predicados para poderem decorrer nas condições ideais. Veja-se o caso dos desportos de neve. Sem neve, nada feito! Dentro destes desportos, e como existem mentes radicais em todo o lado, podem encontrar-se algumas práticas mais radicais. Conheça algumas propostas:

Parasnow – consiste em saltar de parapente tendo os esquis colocados, sobrevoando várias zonas e aterrando e levantando voo consoante o local. É atractivo uma vez que permite esquiar em locais que de outra forma são inacessíveis.
Snowbike – como o nome em inglês indica, consiste em andar de bicicleta na neve. Normalmente faz-se para descer encostas. A diferença ao nível de material entre estas e outras bicicletas está nos pneus: pneumáticos duros para neve mole ou pneus com pitons metálicos para terrenos com gelo.
Heliski – consiste em procurar, de helicóptero, um local normalmente inacessível para esquiar. Costuma utilizar-se para subir a grandes montanhas com escarpas acentuadas. Depois é só descer…
Big Air – aproveitando os esquis ou uma prancha de snowboard, consiste em realizar grandes saltos e realizar acrobacias enquanto se permanece no ar. Existem já competições deste desporto que, muitas vezes, decorrem em zonas escavadas ou construídas na neve com a forma de metade de um tubo ou uma grande banheira. Encontra algum paralelismo com o realizado pelos praticantes do skate nas suas tradicionais half-pipe. Grande parte destes desportos não são praticados em Portugal. Algo que se explica pela não existência de neve permanente, ou seja, durante todo o ano.

No entanto, se estiver decidido a praticá-los no estrangeiro faça-o de acordo com as regras de segurança definidas para o desporto e que têm o intuito de minimizar, dentro do possível, o risco.

Publicidade

Ao praticar desportos na neve não se pode esquecer também de se agasalhar correctamente, proteger-se do Sol (dada a perigosa incidência da luz solar no manto branco da neve), nunca andar sozinho, informar-se acerca do estado do tempo e, como em todos os desportos, realizar sempre exercícios de aquecimento antes da prática, de forma a prevenir lesões.

Saiba mais sobre:
Autores
Drª Raquel Pires (Nutricionista - CRN-6 nº 23653)

Nutricionista Clínica - CRN-6 nº 23653

A Drª Raquel Pires é Nutricionista, Health Coach e Personal Diet, com grande experiência em atendimento em consultório e Idealizadora do Projeto ESD (Emagrecimento sem Dor).

Formação Acadêmica

- Graduada pela Universidade Santa Úrsula. - Pós Graduada em Nutrição Clínica. - Pós Graduada em Prescrição de Fitoterápicos e suplementação Nutricional Clínica e Esportiva. - Pós Graduada em Nutrição Aplicada ao Emagrecimento e Estética.

Também pode encontrar a Drª Raquel no Linkedin, Facebook e Youtube

Marcação de consultas 88-99685-0858

Publicidade

Desportos Radicais na neve