Dieta Pós Balão Intragástrico – Alimentação Antes e Após a Colocação

Revisado por Drª Adriely Silva (Nutricionista) a 15 novembro 2018 - Publicado a 13 de fevereiro de 2013

Conheça o que comer na dieta pós balão intragástrico e alguns cuidados que devem ser tomados com a sua alimentação.

balão intragástrico fotos

Um dos métodos mais atuais no que diz respeito ao emagrecimento e ao controlo de peso é o balão intragástrico.

Através deste dispositivo, formado por uma massa de silicone flexível e ajustável, o espaço disponível no estômago diminui, e dessa forma, diminuindo também a vontade de comer.

Assim, o balão intragástrico promove uma sensação de saciedade, que será fundamental para todo o processo de emagrecimento!

Este procedimento não cirúrgico consiste na inserção endoscópica da massa de silicone flexível no estômago, através do esófago, num estado de anestesia localizada, de modo a tornar todo o processo menos desconfortável!

Não sendo uma cirurgia, não implica qualquer internamento.

Alimentação antes do procedimento

Nos dias que antecedem a realização deste procedimento endoscópico, alguns cuidados devem ser tomados.

Assim, a alimentação deve ser composta principalmente de alimentos leves, facilmente digeríveis, com uma composição pobre em gorduras e hidratos de carbono.

Qualquer tipo de álcool é proibido, pois o seu consumo irá aumentar a sua sensibilidade no estômago, tornando todo o procedimento mais desconfortável!

Nas 12 horas imediatamente anteriores à colocação do balão gástrico deve ficar em jejum total, tanto de alimentos sólidos, como de líquidos!

Todos estes cuidados são normais antes de qualquer endoscopia, mas que devem ser seguidos de forma a facilitar todo o processo.

Conheça os Benefícios da Dieta Militar

Alimentação após o procedimento

Antes de explicar a evolução da alimentação nos primeiros dias após o procedimento, é importante perceber que todo este processo deve ser acompanhado por um nutricionista, de maneira a que a evolução gradual no tipo de alimentação e na dieta seja a mais adequada possível.

Dessa forma, consegue-se rentabilizar ao máximo o balão gástrico! Além disso, todo o processo deve ser orientado de acordo com as necessidades nutricionais individuais, e de forma a ser um processo o menos desconfortável possível!

Assim, nos três primeiros dias, toda a alimentação deve ser constituída por alimentos líquidos, que ajudarão a desintoxicar o estômago e a diminuir a sensação de desconforto pela presença de um elemento estranho.

Passados esses três dias, o tipo de alimentação deve evoluir para alimentos pastosos, e daí, para alimentos sólidos. Tenha sempre o cuidado de preferir inicialmente alimentos mais leves, de fácil digestão, que permitam ao seu estômago não se esforçar em demasia.

>> Recomendamos para Você:

Testemunho de Luciana Araújo: Coloquem o Balão gástrico e sejam felizes

Balão no Estômago para Emagrecer

O Balão é válido mas tem consequências negativas

Fotos antes e depois