-->Doença de Parkinson - Mulheres de Cabelos Ruivos - Educar Saúde

Doença de Parkinson – Mulheres de Cabelos Ruivos

Publicado em 23/01/2011. Revisado por Drª Raquel Pires (Nutricionista - CRN-6 nº 23653) a 8 dezembro 2018

Tome precauções se é uma mulher ruiva! Um estudo da Universidade de Harvard, nos EUA, concluiu que as mulheres com cabelos ruivos têm 90% mais hipotese de desenvolver a doença de Parkinson, possivelmente porque a mesma mutação genética muda a cor do cabelo e predispõe à doença.

Para se proteger, coma alimentos com ácido fólico, como espinafre — cru, de preferência — e frutos azedos. Além disso, Margaret Lewin, diretora médica do Cinergy Helath, nos EUA, aconselha tomar um suplemento com 400 mcg de ácido fólico por dia.

Saiba mais sobre:
A informação foi útil? Sim / Não

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.
Autores
Drª Raquel Pires (Nutricionista - CRN-6 nº 23653)

Nutricionista Clínica - CRN-6 nº 23653

A Drª Raquel Pires é Nutricionista, Health Coach e Personal Diet, com grande experiência em atendimento em consultório e Idealizadora do Projeto ESD (Emagrecimento sem Dor).

Formação Acadêmica

- Graduada pela Universidade Santa Úrsula. - Pós Graduada em Nutrição Clínica. - Pós Graduada em Prescrição de Fitoterápicos e suplementação Nutricional Clínica e Esportiva. - Pós Graduada em Nutrição Aplicada ao Emagrecimento e Estética.

Também pode encontrar a Drª Raquel no Linkedin, Facebook e Youtube

Marcação de consultas 88-99685-0858