-->Dor no dedo do pé - Educar Saúde

Dor no dedo do pé

Publicado em 18/05/2015. Revisado por Dr. Davi Marinho de Araújo (Ortopedista - CREMEC 13177 / TEOT-SBOT 12704) a 18 dezembro 2018

O aparecimento de dor nos pés é muito frequente, podendo ser sinal de variadíssimas situações. Problemas relacionados com questões ortopédicas, como artrite, esporão, distensão ou tendinites, ou ainda, situações associadas a excesso de exercício ou a utilização de calçado não adequado.

ilustração de dedo do pé em martelo

Uma das causas mais comuns para a dor no pé é o desenvolvimento de uma deformidade denominada de dedo em martelo, provocando dor essencialmente no 2º dedo do pé. Saiba mais sobre o dedo em martelo, as suas causas, como tratar e prevenir. Confira.

Dedo em martelo

O dedo em martelo é uma deformidade caracterizada por ter o segundo dedo do pé encurvado, virado para baixo, dando a aparência de ser uma garra. Esta deformidade é especialmente comum em atletas e idosos, tendo origem num trauma local, acompanhado de rompimento do tendão.

O sintoma mais frequente é a dor na base do dedo deformado, que apesar de ser contínua e constante, agrava ao caminhar. Além da dor, devido à posição do dedo, o atrito com o calçado pode provocar o surgimento de um calo. Quando o calo já existe, o atrito contínuo durante caminhadas mais prolongadas pode causar a irritação da calosidade, surgindo também aí uma dor intensa.

Geralmente o seu tratamento consiste na colocação de pequenas talas como forma de reposicionar o dedo na sua localização correta. Conheça melhor as causas que levam ao aparecimento do dedo em martelo, e ainda, como aliviar e tratar a dor no dedo do pé.

Causas do dedo em martelo

As causas para o dedo em martelo podem ser várias. Nalgumas situações, este problema pode ser congénito. Ou seja, o indivíduo já nasce com essa deformidade. A causa genética é mais frequente em pessoas com outros familiares afetados por este problema. Existem ainda casos onde o desenvolvimento do dedo em martelo pode ser causado por uma alteração neurológica, que origina a debilitação da musculatura do pé, provocando assim a deformidade.

Outra causa é o desequilíbrio do comprimento dos dedos dos pés, o que associado à utilização de calçado pouco adequado, pode provocar o desenvolvimento deste problema.

Tratamento para a dor no dedo do pé – dedo em martelo

dedo do pé em martelo

Quando o problema é congénito, não existe cura, já que mesmo alterando a estrutura que envolve o dedo, este não adota a posição natural. No entanto, e tendo em conta que o problema surge durante a vida, há várias fases de evolução da doença, onde é possível fazer algo para aliviar ou mesmo tratar a deformidade.

A melhor altura para tratar o problema é mesmo no seu estágio inicial. Nesta fase da sua evolução, o dedo ainda não se fixou na posição incorreta, sendo por isso possível fazê-lo voltar ao seu posicionamento natural. O tratamento mais adequado consiste assim na colocação de um suporte para o arco do pé ou aparelhos ortopédicos específicos, que têm como função corrigir a deficiência biomecânica que provoca o encurvamento do dedo e a sua deformação.

O uso de uma tala específica é assim o tratamento mais adequado, durando perto de 6 semanas. Para ajudar o processo e aliviar as dores, o médico ortopedista pode prescrever a toma de medicamentos anti-inflamatórios, e ainda, a realização de tratamento fisioterápico, durante o período de utilização do aparelho ortopédico.

Já a calosidade pode ser reduzida com ajuda de uma lixa. Nalguns casos, após o período de uso da tala, pode ser necessário usar uma palmilha específica no calçado. Esta, além de ajudar a reduzir a dor, irá prevenir o surgimento de nova lesão.

Quando o problema já está numa fase mais avançada, em que a deformidade óssea é irreversível, as únicas opções é a adaptação à dor, ou então, a realização de um procedimento cirúrgico, que irá corrigir o problema. A cirurgia é hoje em dia uma solução muito eficaz, resolvendo o problema com um procedimento simples e com excelentes resultados.

Como prevenir o surgimento do dedo em martelo

Para prevenir o aparecimento deste problema, especialmente em indivíduos já com maior propensão, devem ser utilizados sapatos ortopédicos ou reforçados. Caso seja corredor, deve garantir que o ténis é adequado para a prática desse desporto, e ainda, que a parte da frente tem espaço suficiente para evitar o atrito, e assim, a formação de calos. Além disso, e como referimos atrás, a utilização de palmilhas especificas no calçado irá ajudar a prevenir novas situações.

Saiba mais sobre:
A informação foi útil? Sim / Não

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.
Autores
Dr. Davi Marinho de Araújo (Ortopedista - CREMEC 13177 / TEOT-SBOT 12704)

Ortopedista e Traumatologista - CREMEC: 13177 TEOT(SBOT): 12704

O Dr. Davi Marinho de Araújo realizou a sua Graduação na Universidade Federal de Campina Grande, terminando o curso em 26 de abril de 2008. R. Aprigio Veloso, 882-Bodocongó Campina Grande PB (83) 2101 1000

Residência Médica

Ortopedia e Traumatologia : Serviço de Ortopedia e Traumatologia do Hospital Getúlio Vargas (2009,2010,2011) Av.Gen. San Martin-Cordeiro Recife-PE 50630-060.

Membro titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT) - TEOT: 12704

Membro titular da Associação Brasileira Ortopédica de Osteometabolismo (ABOOM), e do Comitê de Doenças Osteometabólicas da SBOT.

Treinamento em cirurgia de Pé e Tornozelo no serviço de Ortopedia e Traumatologia da Clínica Alemana de Santiago-CH, International intership program at Traumatology Department, ankle and foot Unit with MD Cristian Ortiz as tutor.

Treinamento na Especialidade

CURSO INTERNACIONAL AO-HASTES INTRAMEDULARES, realizado no Windsor Barra Hotel Rio de Janeiro RJ, 20 a 21 de maio de 2009.

AO PRINCIPLES OF FRACTURE TREATMENT COURSE, realizado em Fortaleza CE , de 4 a 6 de agosto de 2011.

CURSO AO TRAUMA PE E TORNOZELO, realizado em INDAIATUBA SP, de 24 a 26 de ABRIL de 2014.

CURSO AO TRAUMA AVANÇADO, realizado em RIBEIRAO PRETO SP , de 19 a 22 de AGOSTO de 2015.

Atividades laborais

Hospital Antonio Prudente, Fortaleza CE, atendimento clínico e procedimentos cirúrgicos, departamento de ortopedia e traumatologia, serviço de pé e tornozelo.

Membro titular do comitê de Ética Médica do Hospital Antonio Prudente, Fortaleza - CE, eleito para o atual biênio por processo eleitoral.

Hospital Gastroclinica, Fortaleza CE, atendimento clínico em emergência e procedimentos cirúrgicos.

Governo do Estado do Ceará , Policlínica Regional de Caucaia, médico ortopedista e traumatologista aprovado em concurso público.

Consultório Vittacura: Av Desembargador Moreira, 760 Meireles - Centurion Business Center - sala 809.

Também pode encontrar o Dr. Davi no Linkedin e no Google.