Dúvidas sobre amamentação – Perguntas e Respostas

Revisado por Reinaldo Rodrigues (Enfermeiro - Coren nº 491692) a 12 dezembro 2018

Amamentar, as dúvidas mais frequentes sobre amamentação – Perguntas e respostas

1 – Como é que pode ter tanta fome quando só mamou há meia hora?

Porque não? Será necessário dar-lho outra vez, se o pedir. Quando um bebé toma biberão e numa das mamadas deixa ficar metade, dá-se-lhe o que sobrou meia hora depois, ou faz-se esperar quatro horas até que chegue o momento da mamada seguinte? Logicamente, dá-se-lhe o que resta.

2 – Não é uma escravatura para a mãe dar o peito ao seu filho cada vez que ele pede?

Pelo contrário. Escravatura é estar dependente do relógio, ter de ouvir o bebé chorar ou entretê-lo e tentar acalmá-lo até que chegue «a sua hora», se comparado com a facilidade de dar-lhe o peito quando ele o pede?

3 – Há algum risco de ele passar todo o dia colado ao peito?

Se alguém pensa que um bebé necessita de mamar o tempo todo, está completamente errado. Não, as crianças não estão todo o dia a mamar. Quando eles passam dia e a noite «colados ao peito», é provável que estejam mal habituados.

4 – Irá ficar cheio demais se mamar em intervalos inferiores a quatro horas?

O leite materno é facilmente digerível e nenhuma criança fica doente por beber todo quanto necessite. Os que dizem que ele se “vai encher demais”, não serão os mesmos que dizem “esta criança está morta de fome” ou “o teu leite está fraco”? No que ficamos? O melhor é não fazer caso.

5 – Pesaram o meu bebé antes e depois de mamar e disseram-me que tenho pouca quantidade de leite?

A dupla pesagem é completamente inútil. Primeiro, porque numas mamadas sai mais leite do que noutras. Segundo, usam-se balanças pouco exactas. Terceiro, os nervos de sentir-se observada («vamos ver se tens leite suficiente») podem fazer com que nessa mamada saia menos leite.

6 – É verdade que em apenas sete minutos eles bebem o leite todo?

Dizer que 80 por cento das crianças bebe 80 por cento do leite em menos de sete minutos pode levar algumas mães ao desespero, caso os bebés delas se incluam nos restantes 20 por cento. Além disso, as crianças são diferentes e variáveis de umas mamadas para outras.

7 – Como sei se o meu leite é bom para o meu bebé?

Todas as mães têm o leite igualmente bom. O que se passa é que o leite que sai ao princípio tem pouca gordura e parece aguado. Por isso é que é importante deixar que o bebé mame todas as vezes que quiser: Ele necessita tanto do primeiro leite como do último.

8 – Como sei se chora com fome ou por algum outro motivo?

Com o tempo, todas as mães aprendem a distingui-lo. E em caso de dúvida, há um truque muito simples: Dá-se-lhe o peito, e se não se calar é porque quer outra coisa.

9 – É possível o bebé pedir o peito por vício?

Há quem fale dos recém-nascidos como se fossem seres malvados: “tem vícios”, “é manipulador”, “faz de ti o que quer”, estas são algumas expressões que é frequente ouvir outras pessoas dizerem relativamente aos bebés. Na verdade alguma mãe acredita que o seu filho seja assim?

10 – Muito bem. O primeiro mês a pedido… Mas, depois, terá um ritmo fixo?

Sim, é provável. Quando dizemos que cada criança tem um ritmo próprio, queremos dizer que o Paulinho acorda três ou quatro vezes por noite , e logo, de manhã, dorme profundamente, enquanto que a Marta passa a manhã a mamar e pela tarde é como se não existisse…

11 – Não me estará a usar como se eu fosse uma chupeta humana?

Quando alguém escuta os amigos, será que os usa como se fossem um rádio humano? Nenhuma mãe deveria deixar que a insultassem com essas ridículas comparações. É a chupeta que é uma pobre imitação do peito da mãe, uma mãe de borracha. O peito não significa só comida para um bebé, também é carinho, calor, conforto e companhia.

12 – Não mama sequer cinco minutos seguidos e quando quero dar-lhe mais, recusa?

Isto é normal. Os recém-nascidos costumam demorar bastante mais de 10 minutos a mamar, mas à medida que crescem, mamam cada vez mais rapidamente. Nunca se deve obrigar uma criança a comer, quer seja peito, papas ou outra comida qualquer.

13 – A minha filha estava a mamar bem, e parecia satisfeita, mas desde ontem que todo o dia quer mamar desesperadamente. Será que se me acabou o leite?

Não, o leite não desaparece assim de repente. O que acontece ao bebé é que está a atravessar uma fase de crescimento, como os adolescentes que comem como lobos porque estão « a dar o pulo». Nestas fases, o bebé mama mais durante dois ou três dias. Isso faz com que saia mais leite. Depois, voltará ao seu ritmo normal. É possível notar vários «esticões» durante os primeiros meses. Se em vez de lhe dar o peito quando o pede comete o erro de lhe dar um biberão, o leite materno diminuirá em vez de aumentar.

14 – Será que estou a alimentá-lo bem, dando-lhe de mamar sempre que o pede?

Há quem acredite que não se deve fazer caso quando os bebés choram. Mas, se alguém vê um familiar ou um amigo a chorar, pensa que ele está apenas a chamar a atenção? Não será melhor falar com ele, saber porque chora, oferecer-lhe ajuda , ou pelo menos o consolo da nossa presença? Não é diferente das crianças. Elas, como os adultos, só choram quando sofrem, e só o fazem por fome, sede, dores ou frio; choram também, sobretudo, quando necessitam de contacto com outros seres humanos.

Guia da Gravidez