Consumir camarão durante a Gravidez? É Seguro? Existem riscos para o Feto?

Conteúdo revisado por Drª Camille Rocha Risegato. Última Atualização: 23/06/21

Sim, as mulheres grávidas podem consumir camarão (salvo indicação médica em contrária), visto ser classificado como um fruto do mar com baixo teor em mercúrio (que também inclui o salmão, escamudo, sardinha e peixe-gato), ao contrário de outros peixes que possuem uma taxa elevada de mercúrio, como a cavala, carapau, peixe-espada, tubarão e peixe-azulejo. Fonte

Continua depois da Publicidade

No entanto, deve ser consumido com moderação. Alguns médicos sugerem que as mulheres grávidas limitem o consumo a não mais que 20 a 30 gramas de frutos do mar com baixo teor de mercúrio por semana. Fonte

Na verdade, além de não estar contra indicado na gravidez o alimento pode ainda oferecer alguns nutrientes extra a esta nova fase da vida da mulher.

Saiba Se é Seguro Comer Camarão Durante A Gravidez. Conheça Os Benefícios Oferecidos Pelo Crustáceo

Benefícios em Consumir Camarão Durante a Gravidez

Ao consumir o crustáceo, a mulher aumenta a ingestão de ácidos gordos ômega-3, aminoácidos, proteínas e outros nutrientes. As principais espécies são ricas em selênio, ferro, vitamina B12, fósforo, iodo, colina, cobre e constituem uma excelente fonte de proteínas.

Com um conjunto tão diversificado de nutrientes o seu consumo pode ajudar a garantir o crescimento e o desenvolvimento normal do feto. O conteúdo de ácidos gordos ômega-3 pode ajudar a melhorar a saúde cardiovascular (reduzindo os níveis de colesterol LDL e aumentando o colesterol HDL), prevenindo assim o risco de aterosclerose e hipertensão arterial, que acomete muitas gestantes.

Os minerais presentes podem ajudar a proteger o sistema imunitário e garantir a saúde dos ossos e dentes.

A gestante pode Comer Camarão Cru ou Mal Cozido?

Sim, desde que provenha de uma fonte confiável e segura (o que muitas vezes é difícil de garantir). O mais importante é a sua frescura. Em caso de dúvida não arrisque!

O camarão congelado, que é descongelado e depois cozido, está associado a um maior risco de intoxicações alimentares.

Tendo em conta que o camarão é também um marisco bastante delicado de cozinhar, será melhor servi-lo mal cozido que demasiado cozido, para não ficar duro e com textura de borracha.

Como comer?

Existem muitas formas de cozinhar o crustáceo, incluindo cozê-lo, levá-lo ao micro-ondas ou salteá-lo. Contudo, é imprescindível que o saiba limpar e preparar antes de consumir.

  • Passo 1: Primeiro, remova cuidadosamente a casca.
  • Passo 2: Faça um pequeno corte com uma faca na parte de trás do camarão, desde a cauda até à cabeça.
  • Passo 3: Remova cuidadosamente a veia (que geralmente tem uma cor preta, castanha ou avermelhada).

Depois destes passos, poderá lavar o crustáceo e congelá-lo ou usá-lo imediatamente na confecção de receitas.

Que Espécies São mais Seguras Para Comer?

Algumas espécies de camarão são mais seguras do que outras! É o caso do camarão rosa e os cultivados nos Estados Unidos.

  • Gambas selvagens – São muitas vezes consideradas o crustáceo mais limpo. É uma espécie de camarão de maior calibre, muitas vezes proveniente do Alasca.
  • Camarão selvagem – São pequenos camarões de água fria, geralmente encontrados no noroeste do Pacífico.
  • Camarão rosa – São camarões de pequenas dimensões muitas vezes utilizados em saladas.
  • Camarão do Norte – São pequenos camarões, muito saborosos e limpos, possuindo baixos níveis de mercúrio.
  • Camarão cultivado nos EUA – Produzidos em grandes aquaculturas, seguindo padrões elevados e com baixos níveis de toxicidade, os camarões cultivados nos EUA são dos mais seguros que se podem consumir.

Que outros frutos do mar e peixes a mulher grávida pode comer?

Alguns exemplos incluem o peixe-gato, amêijoas, bacalhau, caranguejo, escamudo, salmão, vieiras, camarão, truta e atum enlatado. Além de seguros também são saudáveis durante a gravidez. Fonte


Autores
Drª Camille Rocha Risegato

Ginecologista e Obstetra - CRM SP-119093

Dra Camille Vitoria Rocha Risegato - CRM SP nº 119093 é formada há 14 anos pela Fundação Técnico Educacional Souza Marques, Rio de Janeiro.

> Consultar CRM (Fonte: https://portal.cfm.org.br/index.php?option=com_medicos&Itemid=59)

Dra Camille mudou-se para São Paulo onde realizou e concluiu residência médica em Ginecologia e Obstetrícia (RQE nº 25978) no Centro de Referência de Saúde da Mulher no Hospital Pérola Byington em 2007.

Em 2008 se especializou em Patologia do Trato Genital Inferior nesse mesmo serviço. Ainda fez curso de ultrassonografia em ginecologia e obstetrícia na Escola Cetrus.

Trabalha em setor público e privado, atendendo atualmente em seu consultório médico particular situado na Avenida Leoncio de Magalhães 1192, no bairro do jardim São Paulo, zona norte de São Paulo.

Também pode encontrar a Dra Camille no Linkedin, Facebook e Instagram

.
A informação foi útil? Sim / Não

Ajude-nos a melhorar a informação do Educar Saúde.

Encontrou um erro? Está faltando a informação que está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


    Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.
    Última atualização da página em 23/06/21