Eletrolipólise: como funciona, resultados e contraindicações

Revisado por Reinaldo Rodrigues (Enfermeiro - Coren nº 491692) a 14 dezembro 2018

A celulite e as gordurinhas localizadas são atualmente um dos maiores flagelos do mundo feminino. Fruto de uma alimentação pouco saudável e de uma vida sedentária, a maioria das mulheres sofre com estes problemas, que deixam o seu corpo sem graça.

foto de tratamento eletrolipólise, eletrolipoforese

Contudo, hoje em dia, mais que nunca, existem várias soluções que podem ajudar a reduzir estes problemas, deixando a sua pele mais lisa e a sua figura mais definida.

Uma dessas soluções é a eletrolipólise. Saiba mais sobre este procedimento, como funciona e quais os seus resultados, e ainda, as suas contraindicações.

Eletrolipólise

A eletrolipólise, também denominada de eletrolipoforese, é um tratamento que de acordo com vários artigos científicos, possui um efeito comprovado na eliminação de gorduras localizadas e na redução da celulite e das medidas. Juntamente com a adoção de hábitos de vida mais saudáveis, com uma dieta balanceada e a prática regular de atividade física, a eletrolipólise irá ajudar a definir melhor o seu corpo e a deixar a sua pele com um aspeto mais liso e bonito.

Funcionamento da eletrolipólise

A eletrolipólise consiste na aplicação de uma corrente elétrica, de baixa frequência, nas zonas afetadas. Esta corrente irá provocar a quebra das células adiposas, promovendo o seu extravasamento e posterior eliminação. Além disso, esta técnica estimula ainda o aumento da circulação sanguínea e consequente elevação do metabolismo, promovendo assim uma maior queima de calorias.

Dessa forma, a utilização da eletrolipólise irá ter como resultados a eliminação das gorduras localizadas e de líquidos em excesso, o que terá como efeito a redução de medidas e a melhoria do aspeto da pele.

Para aplicar esta técnica é usado um aparelho de TENS, ligada a várias agulhas de acupuntura, que são colocadas nas zonas a serem tratadas. As agulhas devem ser colocadas duas a duas, com uma distância entre elas inferior a 5 cm.

Depois de todas as agulhas estarem devidamente colocadas e todos os parâmetros da máquina estarem corretamente definidos, o tratamento inicia-se. Quando começa, o paciente sente um formigueiro, devendo o fisioterapeuta aumentar a intensidade até a um ponto em que quase se sente dor, mas de uma forma suportável. Este tratamento é geralmente realizado em locais como as coxas, os flancos, o bumbum ou o abdômen, entre outros.

Resultados da eletrolipólise

Para os resultados da eletrolipólise serem evidentes são geralmente necessárias no mínimo 10 sessões. Contudo, caso esteja associado a outros tratamentos, que estimulem a saída de toxinas, gorduras e líquidos, esses resultados poderão ser mais rápidos. A eletrolipólise é assim um tratamento que funciona ainda melhor aliado a outros tratamentos, como por exemplo a drenagem linfática.

Além de tratamentos complementares, é essencial ter uma vida mais saudável, com uma dieta adequada e promotora da perda de peso, e a prática regular de exercício físico.

Contra indicações da eletrolipólise

A eletrolipólise possui várias contraindicações, que deve conhecer antes de se decidir por realizar este tratamento. Caso tenha qualquer uma das situações abaixo referidas, não poderá fazer a eletrolipólise. Confira as contra indicações da eletrolipólise:

– alergia na região afetada;

– câncer;

– osteoporose;

– diabetes;

– epilepsia;

– gravidez;

– hipertensão;

– hipoglicemia;

– hipotireoidismo;

– insuficiência renal;

– mioma uterino;

– síndrome de Cushing;

– ter um marca-passo cardíaco;

– estar a tomar medicamentos com progesterona, corticoides, ou betabloqueadores.

Antes e depois

eletrolipólise, eletrolipoforese antes e depoiseletrolipólise, eletrolipoforese antes e depois em fotos