Elvas – Portalegre, Alentejo

Revisado por Equipe Editorial a 13 janeiro 2018

Elvas é uma cidade que encanta quem a visita. As muralhas seiscentistas, reforçadas pelos Fortes da Graça e de Stª Luzia, e a imponente obra de arte que é o Aqueduto da Amoreira só por si, já seriam suficientes para deixar qualquer pessoa maravilhada. Mas é apenas o princípio porque Elvas é uma cidade monumental que vale a pena conhecer em pormenor. Aproveite e vá até ao Parque da Piedade…ali encontra a Igreja do Sr. Jesus da Piedade e no interior deste magnífico santuário vai encontrar o museu dos ex-votos.Símbolos da devoção que os elvenses sentem pelo Sr. Jesus da Piedade. O turismo rural, a pensar em especial nos que pretendem fugir do stress do centros urbanos, o turismo de natureza e a prática de desportos náuticos encontram nesta região maravilhosos cenários como a Barragem do Caia e o Rio Guadiana, locais aprazíveis de descanso e lazer. Por outro lado, a caça é também um convite para aqui permanecer. Uma estadia em Elvas pode proporcionar tranquilidade e o encontro de actividades muito diferenciadas. Os caminhos de terra convidam a fazer pequenos passeios a pé, de bicicleta ou a cavalo.

Na cidade ou no campo, quer se busque o património, a natureza, o artesanato, a gastronomia, o descanso activo ou a serena tranquilidade da paisagem rural, Elvas é um concelho que nos desafia a ficar e a conhecê-lo melhor.
A oferta hoteleira diversificada, que associa hotéis, estalagens, parque de campismo, pousada e várias unidades de turismo em espaço rural, é complementada com um leque de actividades como a caça, a pesca, o ténis, a equitação, os desportos náuticos, o tiro aos pratos e a tourada à portuguesa. Não faltam equipamentos para desporto e lazer abertos durante todo o ano: um complexo polidesportivo; piscinas cobertas e descobertas; um centro hípico; clube de ténis; clube de tiro e caça. Os passeios que se propõem sugerem pistas para uma descoberta deste concelho:

No Percurso 1,“Defesa de Elvas”, contempla-se a imponente sentinela que soube assumir com grandeza a sorte que lhe foi marcada pelo acaso da sua situação raiana. Parte da cidade rumo ao Forte de Santa Luzia, a ela regressa seguindo uma parte das muralhas seiscentistas, ora intra-muros, ora pelo exterior, para de novo a deixar em demanda do Padrão Comemorativo da Batalha das Linhas de Elvas e do inexpugnável Forte da Graça.

No Percurso 2,“Na Rota do Guadiana” , especialmente dedicado aos amantes do turismo de natureza, ladeia o extremo sul do perímetro de rega da barragem do Caia e vai ao encontro do rio Guadiana junto à histórica Ponte da Ajuda, a partir da qual se indicam caminhos a fazer a pé, de bicicleta ou de jipe.

No Percurso 3, “De Terra em Terra”, perfaz-se uma volta quase completa ao concelho: espreitam-se hortas e grandes quintas, atravessam-se olivais de onde brotam as suculentas azeitonas de Elvas, pressente-se a caça que cresce em liberdade na floresta de montado, visitam-se vilas e aldeias, conhecem-se artes e ofícios tradicionais, descansa-se na albufeira do Caia e, para fechar com chave de ouro, regressa-se à cidade na companhia do Aqueduto da Amoreira (aqueduto de Elvas), obra-prima de engenho e arte que exigiu o esforço de várias gerações.

Foto: Aqueduto de Elvas

Para quem não conhece o Alentejo aconselhamos começar a visita pelo concelho de Elvas. Colado a Espanha reserva-lhe inúmeras surpresas. Elvas espera por si!!!!!!!!

Locais a não perder:

  1. Aqueduto da Amoreira
  2. Castelo de Elvas
  3. Forte de Nossa Senhora da Graça ou de Lippe
  4. Museu Arqueológico e Etnográfico
  5. Igreja de Nossa Senhora da Assunção, antiga Sé de Elvas
  6. Antas de Elvas – Circuito de Barbacena
  7. Comboio Turístico de Elvas
  8. Castanholas de Elvas
  9. Carnalentejana – DOP