Episiotomia: Cuidados a Ter Depois do Parto

Atualizado e Revisado por Reinaldo Rodrigues (Enfermeiro - Coren nº 491692) a 08/08/2019

Episiotomia – Cuidados Depois do Parto – Como devo cuidar da episiotomia?

A episiotomia é a incisão que se realiza no período final do parto, o expulsivo, para facilitar a saída da cabeça fetal e evitar assim rasgamentos incontrolados.

A sutura dessa ferida realiza-se com pontos reabsorventes, ou seja, que caem sozinhos e cicatrizam em mais ou menos quinze dias.

Para que cicatrize bem e não infecte, é essencial realizar uma lavagem genital cuidadosa com água e com um sabonete que respeite o pH vaginal, que aumente a hidratação e que favoreça a cicatrização natural. Deve-se lavar as mãos antes e após cada limpeza, que deverá ser realizada duas a três vezes ao dia, depois de urinar ou após cada evacuação, da frente para trás e sempre a terminar com passagem abundante por água.

Devem evitar-se os duches vaginais e convém manter a zona o mais seca possível. Deve-se secá-la com uma ligeira pressão, sem friccionar (não esfregar) e o melhor é utilizar pensos higiénicos de algodão, que mude frequentemente. Uma vez que não têm plástico, ajudam que a ferida transpire e seque.

É recomendável caminhar diariamente, evitando fazer esforços físicos que afectem a zona do períneo (levantar peso, andar de bicicleta…) que podiam promover a abertura da ferida. A utilização de almofadas com furo no meio para ajudá-la a sentar não é recomendável.

Devido aos incómodos da episiotomia, e sobretudo se têm hemorróidas, é frequente ter prisão de ventre; para evitá-lo, siga uma dieta rica em fibra e beba líquidos de forma abundante.

A informação foi útil? Sim / Não

Ajude-nos a melhorar a informação do Educar Saúde.

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.