Por que escolher implantes dentários? São uma boa solução para substituir os dentes perdidos

Revisado por Drª Raquel Camelo (Dentista - CRO MG nº 45914). Publicado em 22 de janeiro de 2017

As razões por detrás da escolha de um implante dentário prendem-se, primordialmente, às inúmeras vantagens, não só a nível estético, como também a nível funcional, que deste procedimento poderão ser retiradas.

Foto De Implante Dentário Antes E Depois

Sendo que a perda dos dentes, que muitos adultos afecta hoje em dia, poderá exercer um impacto extremamente negativo na qualidade do seu estilo de vida, adoptar uma medida que ofereça resultados verdadeiramente producentes poderá revelar-se como a resposta ideal para suprimir todas as necessidades associadas à ausência de uma estrutura dentária verdadeiramente completa e operacional.

Quem não tem dentes já deve bem conhecer todos os problemas que daí costumam advir, na medida em que, a sua ausência, não só dificulta a mastigação, como também pode originar uma desconfortável sensação dolorosa resultante do contacto directo das gengivas com os alimentos.

Ao impossibilitar a devida trituração dos alimentos, a ausência de dentes também dá origem a diversos problemas gastrointestinais que, a médio prazo, poderão tornar-se verdadeiramente graves.

Apesar da saúde e funcionalidade deverem sempre ser encarados como os principais alvos de preocupação, a verdade é que, infelizmente, a ausência de dentes também poderá colocar em causa a estabilidade da auto-estima de uma pessoa, ao retirar-lhe uma das coisas mais importantes para o seu visual:

O sorriso. Mais do que uma simples questão estética, isto pode converter-se numa questão psicológica, que poderá até levar a profundas depressões.

Ao escolher um implante dentário como meio de resolução do problema, estará a apostar na eficiência e durabilidade.

Ao contrário das dentaduras convencionais, os implantes dentários conseguem manter-se estáveis ao longo de todo o dia, conseguindo até resistir à mastigação dos alimentos mais duros sem se deslocarem do seu lugar.

Quando bem implantados, as probabilidades de caírem são quase nulas, e possuem já uma longevidade que poderá facilmente ultrapassar os 20 anos.

No entanto, para isso será necessário proceder a uma manutenção regular e bastante cuidada dos mesmos, caso contrário poderá dar-se origem a muitas complicações.

Colocar um implante não exercerá qualquer tipo de impacto nos dentes vizinhos.

Isto nem sempre é verdade com dentaduras convencionais, que acabam por afectar também os dentes que se encontram nas proximidades.

Já com os implantes dentários, todos esses dentes são mantidos totalmente intactos e no seu lugar, sendo que também não sofrerão qualquer tipo de deterioração durante o decorrer do procedimento.

Uma das principais vantagens associadas à utilização de um implante é os níveis de conforto que deles poderão ser retirados. As próteses removíveis apresentam, geralmente, algum desconforto para os seus utilizadores.

Já os implantes, possuem a capacidade de simular na perfeição o papel dos dentes naturais, e por isso a sensação de tê-los na boca em muito se assemelhará à dos dentes naturais.

Passadas algumas semanas de utilização, a maior parte dos pacientes afirma que, por vezes, até se esquece que os tem na boca, o que apenas vem atestar ainda mais a capacidade deste procedimento oferecer aos seus pacientes todo o conforto que procuram numa alternativa de reconstituição dentária.

Muitas pessoas, maioritariamente por questões económicas, optam por recorrer a próteses dentárias removíveis.

No entanto, é preciso ter em conta que, a perda de dentes, pode causar um problema de reabsorção óssea; problema esse que, uma prótese convencional, não terá a capacidade de resolver.

Já os implantes, ao estimularem o osso, previnem a sua atrofia, preservando assim todo o contorno facial.

A informação foi útil? Sim / Não

Ajude-nos a melhorar a informação do Educar Saúde.

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.
Autores
Drª Raquel Camelo (Dentista - CRO MG nº 45914)

Dentista, Cirurgiã Dentista - CRO MG nº 45914

A Drª Raquel Borges Camelo Surette é formada em odontologia pelo centro universitário Newton Paiva em 2015. Finalizando a especialização em cirurgia e traumatologia bucomaxilofacial pela universidade federal de Minas Gerais em dez 2018 hospital metropolitano Odilon Berehns.

Frequentou o estágio não remunerado no hospital da baleia com equipe dr belini freire Maia de 2014 a 2016 em cirurgia Ortognatica.

Frequentou o Estágio não remunerado no hospital de pronto socorro João XXIII de 2014 a 2016 em cirurgia e traumatologia bucomaxilofacial equipe dr Bernardo greco.

Efetiva no Institute for Advanced dental Studies clínica dr. Marcelo camelo desde 2015.

Possuí o registro no conselho Federal de Odontologia nº CRO/MG/45914

Contatos: Tel. 31 33359300 - 31 995059300

Também pode encontrar a Raquel no Linkedin e no Instagram

Última atualização da página em 30/10/19