Esteticista – Requisitos Básicos e Tratamentos que pode realizar uma Esteticista

Revisado por Equipe Editorial a 10 outubro 2014

Saiba que tratamentos e requisitos básicos são necessarios para exercer a profissão de esteticista.

massagem

Requisitos básicos para ser esteticista

Para poder exercer a sua profissão, a esteticista tem de ter uma carteira profissional facultada pela escola onde fez a sua formação, escola esta que tem de ser homologada pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP).

Para ter a carteira profissional, a aluna faz um exame no final do curso, avaliado por um júri constitúdo por profissionais da escola, do IEFP, da Associação Nacional de Esteticismo Profissional e do Sindicato Nacional de Profissionais de Cabeleireiro, Arte e Beleza.

Que tratamentos pode realizar uma esteticista?

  • Manicura e pedicura.
  • Colorações e descolorações de pêlos.
  • Depilação.
  • Maquilhagem.
  • Massagens de estética
  • Tratamentos faciais (acne, hidratação, etc.).
  • Tratamentos corporais (celulite, estrias, pós-parto, etc).

Que perguntas deve fazer

  • Caso se submeta a um tratamento que inclua várias fases ou aplicação sucessiva de cosméticos, pergunte qual o objetìvo de cada um deles e a sua duração.
  • Uma sessão basta ou é um tratamento cujos resultados só se notam após várias sessões? Neste caso quantas sessões são necessárias e qual o preço total do tratamento?
  • Existem sessões de oferta ou descontos quando o tratamento inclui várias sessões ou é combinado com outros tratamentos?
  • Se se tratar de técnicas que incluam pigmentos (coloração de pestanas, por exemplo), quais as possibilidades de provocar alergia ou outro tipo de reacções?
  • Posso apanhar sol depois deste tratamento?

Dicas Preciosas

Seja qual for o tratamento a que vai submeter-se (nem que seja uma simples limpeza à pele), é importante que a profissional mostre interesse pelo seu estado de saúde, tipo de pele, etc.

Tem de fornecer-lhe informação completa acerca dos tratamentos que lhe vai fazer e dos produtos que vai aplicar.

Se no instituto de estética oferecerem serviços relacionados com medicina estética (mesoterapia, por exemplo), assegure-se de que a pessoa que o vai realizar tem formação médica.

Se oferecerem tratamentos dietéticos ou de emagrecimento, é importante que seja um endocrinologista ou um especialista em Nutrição devidamente qualificado a fazê-lo.

É muito importante verificar meticulosamente tudo o que for relacionado com a higiene e a limpeza do local.

Um ponto a favor do centro de estética é que tanto a forma como está organizado como a sua decoração propiciem um ambiente que convide ao relaxamento e à harmonia.

Se o gabinete de estética estiver integrado noutro centro (ginásio, spa, cabeleireiro, termas…) tem de estar completamente separado deste e funcionar como um departamento autónomo.

Desconfie dos estabelecimentos em que se oferecem serviços como a depilação a laser ou outros que impliquem o uso de aparatologia médica.

Os esteticistas não estão habilitados para usar este tipo de aparelhos, a prescrever dietas ou realizar tratamentos que requeiram invadir a pele com agulhas, como por exemplo a carboxiterapia e a aplicação de botox.